fiocruzA Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz continua se mobilizando junto ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, mesmo após ter seu pedido de realização de concurso público negado.

De acordo com a Assessoria de Imprensa do órgão, a grande expectativa agora é de que o pedido seja incluído na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2017, estando mantidos os cargos solicitados (médio, médio/técnico e superior), e a quantidade de 600 vagas.

Segundo o diretor de RH, Juliano Lima, a atuação da Fiocruz diante do atual quadro sanitário brasileiro, seja na pesquisa, na vigilância epidemiológica, no diagnóstico ou na assistência médico-hospitalar, justifica a ampliação do seu quadro de pessoal. “Concentraremos esforços para que um novo concurso seja realizado o mais breve possível e sigamos dando respostas maiores ao Sistema Único de Saúde (SUS) e à sociedade”.

Último concurso
Realizado em 2014, o último concurso foi organizado pela Fundação Dom Cintra e ofereceu 400 vagas de nível médio/técnico e superior em diversas áreas de formação e para diversas regiões do país.

 

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *