Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Órgãos reivindicarão abertura de concurso em 2016

Publicado em 22 de dezembro de 2015 por - 5 Comentários

ministerio da fazendaApós a suspensão das seleções públicas anunciada em setembro, o Ministério do Planejamento admitiu que poderá conceder autorizações excepcionais, em casos de emergência ou grande necessidade. A abertura dos concursos dependerá, portanto, da força política e do poder de negociação dos órgãos e categorias.

Neste contexto, o Ministério da Fazenda é um dos órgãos federais que irá reivindicar a abertura de concursos no próximo ano, uma vez que, ainda em 2015, já havia solicitado 9.289 vagas. As categorias que seriam beneficiadas têm feito cobrança pela liberação das seleções, trabalho que deve continuar ao longo do próximo ano.

Outro ponto a ser levado em consideração e que já gera expectativa é a entrada do ministro Nelson Barbosa que, por possuir um perfil mais desenvolvimentista, possa abrir concurso em 2016.

Das solicitações feitas para a Fazenda, destaque para as 3 mil vagas de assistente técnico-administrativo, que tem como requisito ensino médio completo e remuneração inicial de R$ 3.671,82. Também para a área de apoio do órgão, foram pedidas 500 vagas de analista técnico-administrativo, que admite graduação em qualquer área, com vencimentos iniciais de R$ 4.884,02.

Outra seleção bastante aguardada é a da Receita Federal. Para o órgão, foram pedidas 5 mil vagas, sendo 3 mil de analista-tributário e 2 mil de auditor-fiscal. Ambos os cargos têm como requisito ensino superior em qualquer área, e ganhos iniciais de R$ 9.629,42 e R$ 16.116,64, respectivamente.

Negociações continuam em 2016

Integrando o pedido de concurso também participam a Superintendência de Seguros Privados (Susep), a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e o Tesouro Nacional. Para Susep e CVM, foram solicitadas 239 vagas, das quais 129 são para agente executivo, de nível médio, com iniciais de R$5.549,43. Foram pedidas 60 vagas para a Susep e 69 vagas para a CVM. No caso do Tesouro Nacional, a requisição foi de 120 vagas de analista de finanças e controle, aberto a quem possui formação superior em qualquer área e com remuneração de R$ 15.376,70 no início da carreira.

Com informações da Folha Dirigida


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

5 comentários

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *