pf_aprovaEm reportagem da Câmara dos Deputados, Leonardo Bueno de Melo, diretor-chefe dos peritos de informática do Instituto Nacional de Criminalística, alertou para a necessidade de aumento do efetivo de Peritos da Polícia Federal (PF). Atualmente 20% dos peritos da PF são da área de informática, porém, há cerca de 4 mil discos rígidos e 3 mil celulares aguardando perícia atualmente no órgão.

Já o perito da Polícia Federal Evandro Mário Lorens destacou também que o crescimento exponencial de dados dificultou o trabalho da perícia. “O armazenamento de dados barateou nos últimos anos, e isso representou uma complicação, porque temos que analisar muito mais arquivos no mesmo tempo”, avaliou.

No entanto, com a suspensão dos concursos,  os candidatos que buscam uma oportunidade no quadro de servidores da PF terão que esperar um pouco mais.  A seleção anunciada anteriormente com previsão de 551 vagas para os cargos de delegado (491) e perito (60) deverá ser adiada, segundo responsáveis pelo setor de recursos humanos do órgão.

Mesmo a PF não necessitando mais de autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para realizar concursos (Decreto 8.326, de 10 de outubro de 2014) o órgão ainda precisa consultar as condições orçamentárias junto ao Ministério. Desta maneira, os responsáveis pelo RH da PF acreditam que a liberação somente deverá ocorrer após a contenção de gastos, ainda sem data prevista.

Último concurso
Realizado em 2013, ofereceu 100 vagas para o cargo de Perito, 350 para Escrivão e 150 para Delegado, com remunerações que iam de R$ 7.514,33 a R$ 14.037,11. As oportunidades para Perito foram distribuídas nas seguintes áreas: Ciências Contábeis ou Ciências Econômicas; Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia de Telecomunicações ou Engenharia de Redes de Comunicação; Ciência da Computação e similares; Engenharia Agronômica; Geologia; Engenharia Química, Química Industrial ou Química; Engenharia Civil; Biomedicina ou Ciências Biológicas; Engenharia Florestal; Medicina; Odontologia; Farmácia e Engenharia Elétrica.

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *