Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Prova TRE GO -Técnico Judiciário/Administrativa – Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais

Publicado em 4 de março de 2015 por - 4 Comentários

Confira abaixo comentários das questões de Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais  prova de Conhecimentos Básicos aplicada neste domingo (1) aos candidatos às vagas de Técnico Judiciário da área Administrativa do concurso do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE GO).

Conhecimentos Básicos – Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais

Acerca da ética no serviço público, cada um dos itens que se seguem apresenta uma situação hipotética, seguida de uma assertiva a ser julgada.

31 Mauro, estudante de direito que cumpre estágio em um TRE, foi flagrado pelo presidente do tribunal quando acessava sítios eletrônicos impróprios em um dos computadores do órgão.

Nessa situação, não há que se falar em desobediência ao Código de Ética dos Servidores Públicos, uma vez que Mauro não é servidor público.

E ( GABARITO CORRETO, O CÓDIGO DE ÉTICA NÃO É RESTRITO A SERVIDOR EFETIVO, SE APLICA A QUALQUER PESSOA QUE PRESTE SERVIÇOS A ADMINISTRAÇÃO, MESMO EM CARÁTER TEMPORÁRIO E SEM REMUNERAÇÃO)

 

32 Mirtes, que é servidora pública com mais de vinte anos de ofício em um TRE, acostumou-se com a forma tradicional de realizar suas tarefas e, por isso, se recusa a utilizar os sistemas eletrônicos institucionais que foram instalados em seu departamento. Nessa situação, a chefia imediata de Mirtes deve adaptar a rotina de trabalho para que ela possa continuar a trabalhar da forma que lhe é mais conveniente em respeito a sua longa carreira no tribunal.

E (GABARITO CORRETO, MIRTES DEVE UTILIZAR OS AVANÇOS TECNOLÓGICOS QUE ESTAO A SUA DISPOSIÇÃO, NÃO O ÓRGÃO SE ADAPTAR A CONVENIENCIA DA SERVIDORA)

 

33 Rodrigo, servidor público, tem o hábito de consumir bebida ETI alcoólica em excesso em bares e restaurantes da cidade duas ou três vezes por semana após seu horário de trabalho, ocasiões em que fica bastante embriagado. Nessa situação, ainda que a embriaguez habitual ocorra fora do ambiente do trabalho, a conduta de Rodrigo fere dispositivo do Código de Ética dos Servidores Públicos.

C (CORRETO O GABARITO, O CÓDIGO DE ÉTICA TRATA DE EMBRIAGUEZ E AFIRMA QUE OS ATOS E FATOS DO DIA A DIA DO SERVIDOR PODEM ACRESCER OU DIMINUIR O SEU BOM CONCEITO NA VIDA FUNCIONAL, O QUE NÃO SE RESTRINGE AO QUE FAZ APENAS NO SEU HORÁRIO DE TRABALHO)

 


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

4 comentários

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *