Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Parada cardiorrespiratória – PCR

Publicado em 19 de janeiro de 2015 por - 2 Comentários

 

Olá enfermeiro(a)s de plantão!

É um prazer escrever para vocês nesse espaço!

Hoje vamos comentar uma questão polêmica que aborda o atendimento de uma PCR seguindo as diretrizes da American Heart Association (AHA).

(VUNESP/2011) Você está num shopping quando se depara com um homem que perdeu a consciência de maneira súbita e caiu no chão. A conduta imediata é:

a) iniciar compressões torácicas, abrir vias aéreas e ofertar oxigênio.

b) chamar por ajuda, pedir DEA e checar responsividade.

c) afastar os curiosos, checar responsividade e aguardar o resgate.

d) chamar por ajuda, iniciar compressões torácicas enquanto aguarda o resgate.

e) abrir vias aéreas, afastar os curiosos e pedir DEA.

Comentários:

De acordo com as Diretrizes da American Heart Association 2010, o Suporte Básico de Vida (SBV) o atendimento de socorristas que presenciarem colapso súbito em uma vítima de qualquer idade, envolve os seguintes pontos de discussão:

  • Reconhecimento e o acionamento imediatos do serviço de emergência/urgência tão logo o socorrista identifique que a vítima adulta não responde, está sem respiração ou apresenta respiração anormal (gasping). O socorrista deve verificar rapidamente se não há respiração ou se a mesma é anormal (isto é, não respirando ou apenas com gasping) ao verificar a capacidade de resposta da vítima. Em seguida, deve acionar o serviço de emergência/urgência, buscar o DEA (ou encarregar alguém disso), e deve iniciar a RCP e usar o DEA, se disponível.
  • Tem-se dado maior ênfase em RCP de alta qualidade (com frequência e profundidade de compressão torácicas adequadas, permitindo retorno total do tórax entre as compressões).
  • Os socorristas devem iniciar as compressões torácicas antes de aplicar ventilações de resgate (C-A-B, em vez de A-B-C). Iniciar a RCP com 30 compressões, em vez de 2 ventilações, diminui a demora em aplicar a primeira compressão.
  • A frequência de compressão foi modificada para um mínimo de 100 por minuto, em vez de aproximadamente 100/minuto.

Assim, a conduta correta de um socorrista que está num shopping e se depara com um homem que perdeu a consciência de maneira súbita e caiu no chão é:

  • acionar o serviço de emergência/urgência;
  • buscar o DEA (ou encarregar alguém disso);
  • iniciar a RCP pelas compressões torácicas antes de aplicar ventilações de resgate (C-A-B, em vez de A-B-C). Iniciar a RCP com 30 compressões para 2 ventilações.

O colapso súbito em uma vítima de qualquer idade é, provavelmente, de origem cardíaca, e a desfibrilação precoce é necessária em associação com a RCP. O socorrista não deve atrasar o atendimento à vítima para afastar curiosos e não deve perder tempo aguardando o resgate.

Dessa forma, o gabarito da questão é a letra B.

Para receber dicas e materiais de estudos gratuitos, envie email para: profa.gabrielaportela@hotmail.com
Força nos estudos!

Sua aprovação virá, com certeza!

Beijo,

Profa. Dra. Gabriela Portela.

facebook.com/pages/Enfermagem-para-concursos

facebook.com/profa.gabrielaportela

facebook.com/profile.php?id=100001369076710


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

2 comentários

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *