Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Contabilização do Valor Presente

Publicado em 26 de novembro de 2014 por - Comentar

Olá caros alunos do Aprova!!!

Eu selecionei uma questão que foi aplicada no Concurso para Profissional Junior – Ciências Contábeis da Liquigas, realizado em 2014, para analisarmos, pois a mesma se refere a contabilização e ao valor presente.

Segue a redação da questão e na sequência vamos ver a solução:

Em 5 de janeiro de 2013, uma companhia obteve um financiamento para adquirir  um novo equipamento para seu ativo imobilizado nas seguintes condições:

  • Entrada de 200.000,00, no ato da operação, efetuada em cheque.
  • 3 parcelas anuais iguais e sucessivas de 200.000,00 cada uma, pactuadas à taxa de 8% ao ano, vencendo a primeira em 5 de janeiro de 2014. 

Concluída a negociação, a companhia elaborou a seguinte planilha da operação realizada: 

Vencimento      Histórico          Valor Original    Taxa de desconto         Valor Presente

5/1/2013           Entrada            200.000,00        –                                      200.000,00

5/1/2014           1a Parcela         200.000,00        0,9259                          185.180,00

5/1/2015           2a Parcela         200.000,00        0,8573                          171.460,00

5/1/2016           3a Parcela         200.000,00        0,7938                          158.760,00

Totais                                             800.000,00                                                715.400,00

 

De acordo com a legislação societária e as normas contábeis vigentes, o registro contábil da operação, feito pela companhia, no dia da operação, é o seguinte:

(A)        D. Equipamentos                                             715.400,00

C.Bancos c/ Movimento                                              200.000,00

C.Contas a Pagar                                                            515.400,00

(B)        D. Equipamentos                                             715.400,00

D.Juros a Apropriar (redutora de contas a pagar) 69.780,00

D. Juros Passivos (despesa)                                         14.820,00

C. Bancos c/ Movimento                                           200.000,00

C.Contas a Pagar                                                          600.000,00

(C)        D. Equipamentos                                             715.400,00

D.Juros a Apropriar (redutora de contas a pagar) 84.600,00

C.Bancos c/ Movimento                                             200.000,00

C.Contas a Pagar                                                           600.000,00

 (D)       D. Equipamentos                                            800.000,00

C.Bancos c/ Movimento                                               200.000,00

C.Contas a Pagar                                                            600.000,00

 (E)        D. Equipamentos                                             800.000,00

C.Bancos c/ Movimento                                               200.000,00

C.Encargos Financeiros Futuros a Pagar                 84.600,00

C.Contas a Pagar                                                           515.400,00

 

SOLUÇÃO DA QUESTÃO:

De acordo com o item 21 do CPC 12 Ajuste a Valor Presente:

”os elementos integrantes do ativo e do passivo decorrentes de operações de longo prazo, ou de curto prazo quando houver efeito relevante, devem ser ajustados a valor presente com base nas taxas de desconto que reflitam as melhores avaliações do mercado quanto ao valor do dinheiro no tempo e os riscos específicos do ativo e do passivo em suas datas originais.”

 

Nas aquisições de bens que contenham juros embutidos na operação, deve-se no reconhecimento inicial calcular os juros e contabilizar o ativo pelo seu valor a vista (sem os juros). Os juros são contabilizados com a criação de conta retificadora (chamada de juros a apropriar ou encargos financeiros a transcorrer) e transferidos para a Demonstração do Resultado com o passar do tempo (de acordo com o princípio de competência).

 

Nessa situação, as alternativas D e E devem ser imediatamente descartadas, pois reconhecem no ativo o valor com os juros da operação.

 

A alternativa correta é a C, que contabiliza no Ativo o valor sem os juros (715.400,00) e registra os juros da operação (84.600,00) em conta redutora do passivo (redutora de Contas a Pagar).

 

OBS: o mesmo procedimento deve ser realizado quando a empresa efetuar a venda com juros embutidos na operação. A contabilização em Receitas com Vendas deve ser sem os juros, pelo valor presente. Os juros serão lançados como conta redutora do Ativo, reduzindo a conta de Clientes/Duplicatas a Receber.


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *