Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Dobradinha do Aprova 15: Atualidades e Redação – Mulher: há preconceito?

Publicado em 2 de outubro de 2014 por - Um Comentário

Neste vídeo os professores do Aprova Concursos Laércio de Mello, de Atualidades, e Marlus Geronasso, de Redação e Língua Portuguesa, mostram como construir uma redação sobre o preconceito contra as mulheres.

O papel da mulher no século XXI é preponderante. As mulheres representam a maioria da população brasileira, segundo o último censo divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas).

Mesmo assim, a mulher ainda é tratada de forma diferenciada e com preconceito. No mercado de trabalho elas ainda ganham menos e, em geral, os homens atestam que há preconceito com relação à figura feminina, como se fosse uma subespécie.

A Constituição Brasileira, em seu artigo 5º, prevê a igualdade entre as pessoas, sem distinção de qualquer pessoa. A Constituição também prevê que homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações.

Nesta edição, os professores mostram as diferenças entre os tipos de argumentos e como eles podem influenciar na nota final de sua Redação.

E não se esqueça de deixar as suas sugestões. Até o próximo programa!

Inscreva-se no canal do Aprova Concursos no Youtube: http://goo.gl/TdHkpt


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Um comentário

  • venilson moura araujo

    Ola, parabéns professores, vcs são ótimos .
    Gostaria de deixar aqui o meu agradecimento pelas informações trazidas pelos senhores. O tema é polêmico e ainda divergem opiniões a respeito, mas o fato é que existe sim preconceito contra as mulheres, em pleno século XXI, infelizmente ainda temos homens que consideram as mulheres como sendo inferiores, incapazes de assumir responsabilidades e gerir negócios.
    Vale lembrar que a Presidente da Petrobras é uma mulher; Maria das Graças Foster.
    As mulheres estão conquistando o seu espaço nas empresas, nas universidades, no governo.
    A mulher moderna é independente, estuda, trabalha, tem seu próprio salário.
    Os homem moderno está deixando esse preconceito de lado e unindo forças com as mulheres, e este é o caminho para uma sociedade justa e equilibrada.

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *