Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Aprova Informa 93 – Os erros mais comuns das bancas examinadoras

Publicado em 26 de junho de 2014 por - Comentar

Olá concurseiro!

Os concursos públicos são um meio eficaz, ético e impessoal para que a Administração Pública selecione e contrate seus funcionários. Eles são elaborados, em sua maioria, pelas bancas organizadores, e possuem o intuito de escolher os candidatos mais preparados para os cargos públicos, trazendo assim, maior eficiência para a máquina pública.

As bancas contam em seu quadro com doutores e técnicos especializados nas diversas etapas dos processos de seleção, como elaboração de questões, aplicação e correção de provas, avaliação de títulos, exames de saúde, entre outras.

Mas, apesar de toda essa expertise, alguns erros podem ser cometidos durante a avaliação dos candidatos. E, como sabemos, os concursos são muito concorridos e um ponto a mais ou a menos pode fazer toda a diferença na classificação. Por isso, é preciso estar atento.

Veja agora quais erros aparecem com maior frequência nos processos de seleção:

Nas provas objetivas é comum encontrar questões sem respostas corretas ou com mais de uma resposta, questões com temas que não constam no conteúdo programático consignado no edital ou ainda questões com o chamado “vício material”, onde há falha na revisão e impressão das provas ou gabaritos.

Um exemplo: uma determinada questão traz 5 opções de resposta, mas ao invés de ordena-las como a, b, c, d e e, ela traz a seguinte ordem alfabética “a”, “b”, “c”, “e” e “d”, o que pode induzir o candidato a um erro na hora de responder e preencher o gabarito.

Nas provas discursivas os erros mais comuns são apresentar questões sobre temas que estão fora do programa do edital; não ter critérios claros para a correção da prova;não respeitar o princípio da isonomia nas avaliações; e, não explicar claramente o motivo dos descontos na nota.

Para os concursos quem, além das provas objetiva e discursiva , trazem avaliação de títulos, um erro constante é eliminar indevidamente o candidato com base na avaliação de seus títulos. Isso não deve ocorrer, uma fez que esta fase é apenas classificatória e não eliminatória
Outros erros são: distribuir desproporcionalmente os pontos atribuídos aos títulos; exigir títulos para cargos de nível médio; e rejeitar títulos sob alegação de erros formais.

Para evitar ser prejudicado pelos erros cometidos pelas bancas, o candidato deve estar atento a todas as fases do processo. É fundamental, por exemplo, a conferência do gabarito oficial e o acompanhamento da divulgação das notas. E mais: é imprescindível conhecer a fundo o edital, pois ele traz as regras de como a classificação e seleção dos candidatos é feita.

Além disso, os editais já preveem os procedimentos para os eventuais “recursos”, ou seja, neles são explicados o que o candidato deve fazer ao detectar um erro na sua avaliação. Mas atenção: isso deve ser feito dentro de um determinado prazo.

Caso a banca se recuse a aceitar e reparar determinado erro ou aja com algum tipo de ilegalidade, o candidato poderá recorrer a outros meios legais. O importante é fazer valer os seus direitos!

O Aprova Informa fica por aqui. Até a próxima!

 

aprovaconcursos_Questoes_concursos_mkt_728x90


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *