Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

MPF/MS instaura inquérito para apurar irregularidades em concurso da PRF

Publicado em 29 de maio de 2014 por - 15 Comentários

PRFO Ministério Público Federal do Mato Grosso do Sul (MPF/MS)  instaurou nessa quarta-feira (28) inquérito civil público para apurar possíveis irregularidades na aplicação do concurso público para Agente Administrativo da Polícia Rodoviária Federal, realizado no último domingo (25). Cadernos de questões teriam sido extraviados em Campo Grande/MS, o que impossibilitou mais de 400 candidatos de realizar a prova.

Os organizadores do concurso foram oficiados e devem prestar esclarecimentos em 48h. “Foram expedidos ofícios ao Departamento de Polícia Rodoviária Federal em Brasília e à Fundação Augusto Carlos Bittencourt (organizadora do certame), para que, em 48 horas: prestem esclarecimentos sobre o incidente; indiquem as medidas que estão sendo adotadas para apurar as causas e resolver os problemas detectados; e informem qual o tratamento a ser dispensado à questão”, esclarece o MPF.

Segundo a instituição, até o momento, foram 21 representações (individuais e coletivas) protocoladas, que denunciam falhas na distribuição dos cadernos de questões para os candidatos presentes no Bloco E, do Colégio Salesiano Dom Bosco.

Após o recebimento oficial das respostas, medidas cabíveis serão adotadas para assegurar o direito dos candidatos e a lisura do certame.

Relatos

Nas representações feitas ao MPF, os candidatos relataram que chegaram ao local de prova normalmente, foram identificados, assinaram lista de presença e receberam cartão de respostas. No horário previsto para início das provas (14h10), foram informados que os cadernos de questões ainda não estavam no prédio e que deveriam aguardar 20 minutos.

Uma hora depois, foram orientados para esperar mais um pouco, pois as provas não haviam chegado. Às 15h40, os candidatos começaram a pressionar os fiscais de prova para iniciar o concurso e receberam informações contraditórias: ora as provas estariam vindo de táxi; ora estavam sendo fotocopiadas; e até que teriam sido recolhidas de candidatos faltantes para redistribuição.

Sem a entrega do caderno de questões, nem explicação sobre o ocorrido, os candidatos deixaram o local de prova sem realizar o concurso.

Fonte: MPF/MS

Leia mais:

PRF suspende concurso administrativamente

Funcab não divulga gabarito na data prevista

Impasse deixa concurso da PRF sem definição

FUNCAB divulga comunicado sobre prova da PRF

Mais de 400 inscritos no concurso da PRF ficaram sem provas

 


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

15 comentários

  • Ketlen

    Isso porque ninguém comentou sobre a contradição no edital, que no item 10.2 diz que os aprovados em classificação posterior ao do quadro no anexo estavam fora do concurso, e na página 22 diz que os classificados farão parte do cadastro reserva!

    • Joao Silveira

      Existem os numeros de vagas (216) e os que são classificados, aprovados e chamados pra investigação social (Capitulo 10 do Edital ou parte de Homologados no quadro anexo) e integram o Cadastro Reserva

      No quadro no final do edital tem o numero de vagas + o numero de classificados (aprovados) por estado.

      O resto esta eliminado!

      Compreendeu?

  • VANILDE ZANATTA RUBIO

    Ketlen, isso é verdade, também observei, inclusive até grifei aqui em meu edital mas achei que talvez eu não tinha entendido direito, mas então estava certa em minha interpretação, como fica isso será?

  • Saulo

    Também me perguntei muito sobre isso…

    como um concurso pode ter VALIDADE se todos candidatos mesmo que classificados serão ELIMINADOS se não estiverem dentro do número de vagas, sinceramente…NÃO EXISTE ISSO!

  • Marcelo Araujo de Miranda

    O certo é cancelar este concurso e fazer outro, pois não tem logica o que acorreu em um concurso federal deste nível.

  • Andre Costa de Moura

    Minha prova chegou atrasada 15 min e meu gabarito veio com meus dados escrito a mao e veio numa folha em preto e branco onde eu coloquei minha digitais e assinei e coloquei as respostas e a frase. Fui informado que o fiscal iria preencher meu gabarito oficial mais nenhum momento me mostraram o gabarito oficial impresso para poder confirma a letra da Prova assim ter a certeza do preenchido certo.
    Número de inscrição – 090.040-0, BLOCO D 01º ANDAR Sala PBD 120 – UNISUL UNIV. SUL DE SANTA CATARINA CAMP PEDRA BRANCA BL. B-D. ESTADO – SANTA CATARINA.
    http://ww5.funcab.org/inicial.asp?id=257

  • Alisson

    Eu nunca havia feito concurso pela organizadora FUNCAB, achei muitas referências positivas sobre a mesma, porém diante dessa situação que feri todo o certame e prejudica todos candidatos, essa banca está deixando muito a desejar, eu particularmente estou decepcionado com isso tudo, falta de organização, desrespeito ao cidadão que tanto se esforçou para conquistar a vaga e supondo que muito provavelmente esse certame será cancelado. Um dos concursos mais concorridos e cobiçados do Brasil, deixa muitos candidatos indignados, esse certame TEM que ser cancelado e homologado novamente de preferência por outra organizadora.

  • ARMINIO ARTUR DE CARVALHO

    Muita coisa tem que ser explicada, inclusive os motivos da PRF para escolha da FUNCAB (uma banca sem expressão na realização de concursos grandes como este). UMA VERGONHA. E eu que já tinha prometido para mim mesmo que não faria mais concurso com essas (Um monte no Brasil) BANCAS VAGABUNDAS.

  • Adauto

    O Ministério Público Federal no Mato Grosso do Sul (MPF/MS) propôs um acordo extrajudicial, por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), para solucionar os problemas detectados na aplicação das provas do concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para 216 vagas de agente administrativo. De acordo com o MPF/MS, o TAC proposto pelo procurador Rodrigo Timóteo, que conduziu o inquérito sobre o caso, já foi aceito pela Funcab, organizadora do concurso, restando apenas uma posição da PRF. O ministério público espera receber uma resposta ainda esta semana, até a próxima sexta-feira, dia 13, portanto. Em caso de negativa do departamento, o caso pode ir parar Justiça

    • Blog Aprova Concursos

      Olá, Adauto.
      Exatamente. Conforme divulgado hoje no Diário Oficial da União pela PRF, as provas serão reaplicadas somente para os 415 candidatos de Campo Grande que não receberam a prova.
      http://www.aprovaconcursos.com.br/noticias/2014/06/11/prf-reaplicara-prova-somente-aos-415-candidatos-de-campo-grandems/

      Abs.

  • REGINA

    Eu gostaria de saber que criterio e esse de iguldade, ate porque esses candidatos que nao fizeram a prova, sem duvidas estarão em vantagem sobre nos que fizemos na data 25/05. So podia ser essa tal FUUUUNNNNCB… E MAIS A DECISÃO DO MP DO MT GROSSO. EM 2011 O TRF REALIZOU PROVAS PELO MENOS AQUI EM RR E POR CONTA DE UMA HORA APENAS ,SE NÃO ME ENGANO, AQUELA PRIMEIRA ETAPA DO CONCURSO FOI CANCELADA GERANDO DIREITO PARA TODOS OS CANDIDATOS REALIZAREM AS PROVAS. TEM GENTE QUE FALA MAL DA CESPE, MAS E DO( INFERNO QUE SE VE O PARAISO)…

  • REGINA

    NOS NÃO PODEMOS ACEITAR CERTAS COISAS INJUSTAS E FICAR CALADOS E ABORRECIDOS , TEMOS QUE ABRIR( O BOCÃO) ,SOMOS GUERREIROS! DESCULPE A AUSENCIA DE SINAIS GRAFICOS PROBLEMAS TECNICOS.

  • REGINA

    ESSA BANCA E IMATURA PARA UM CONCURSO DESSE A NIVEL NACIONAL,REALMENTE NÃO DEU PARA COMPREENDER QUAL O MOTIVO DESSA ESCOLHA , COM INUMERAS BANCAS CONCEITUADAS ! A QUALIDADE DA FUNNCAB E ISSO QUE ESTAMOS VIVENDO. ESSA DECISÃO DEIXA DUVIDAS …

  • tercia pereira

    QUEM FEZ A PROVA DO CONCURSO AGENTE ADMINISTRATIVO E PASSOU,MAS NÃO FOI CONVOCADO PARA PREENCHIMENTO DO “FIP”,TEMOS UM GRUPO NO WHATS 11956057272

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *