Confira o gabarito comentado da prova  de Lógica para o cargo de Perito Criminal da Polícia Civil de São Paulo corrigida pelo professor Fabiano Vieira.

37. Das alternativas apresentadas, assinale a única que contém uma proposição lógica.

(A) Ser um perito criminal ou não ser? Que dúvida!

(B) Uma atribuição do perito criminal é analisar documentos em locais de crime.

(C) O perito criminal também atende ocorrências com vítimas de terrorismo!

(D) É verdade que o perito criminal realiza análises no âmbito da criminalística?

(E) Instruções especiais para perito criminal.

Comentário: A proposição lógica é uma frase afirmativa que há possibilidade de julgar como Verdadeiro ou Falso.Frases exclamativas e interrogativas e sem verbo não são proposições lógicas.

 

38. Considere as seguintes proposições, em que o valor lógico da proposição I é verdade e o valor lógico da proposição II é falsidade:

I. Um perito criminal atende ocorrências com vítimas de desabamento e examina elementos em locais de crime. (Verdadeiro)

II. Um cidadão comum manuseia e analisa drogas psicoativas. (Falso)

III. Se um cidadão comum manuseia e analisa drogas psicoativas, então um perito criminal examina elementos em locais de crime.

F à V  é Verdadeiro

IV. Um perito criminal atende ocorrências com vítimas de desabamento se, e somente se, um cidadão comum manuseia e analisa drogas psicoativas.

V ßà F é Falso

V. Um perito criminal atende ocorrências com vítimas de desabamento ou examina elementos em locais de crime.

V ou V será Verdadeiro

Os valores lógicos das proposições III, IV e V são, respectivamente,

(A) verdade, falsidade, falsidade.

(B) falsidade, falsidade, falsidade.

(C) verdade, verdade, verdade.

(D) falsidade, verdade, verdade.

(E) verdade, falsidade, verdade.

Comentário: Para que esta proposição seja verdadeira, como temos o conectivo conjunção, ambas proposições a seguir devem ser verdadeiras

Um perito criminal atende ocorrências com vítimas de desabamento

Um perito criminal examina elementos em locais de crime

 

39. Considere a afirmação seguinte:

O local do crime não foi violado e o exame pericial foi realizado.

Uma negação lógica para essa afirmação está contida na alternativa:

(A) O local do crime não foi violado ou o exame pericial foi realizado.

(B) O local do crime foi violado e o exame pericial não foi realizado.

(C) O local do crime foi violado, mas o exame pericial foi realizado.

(D) O local do crime foi violado ou o exame pericial não foi realizado.

(E) O local do crime não foi violado, mas o exame pericial não foi realizado.

Aplicando Lei de Morgan…

~(~A e B) teremos A ou ~B

O local de crime foi violado ou o exame pericial não foi realizado.

 

40. Considere verdadeiras as seguintes afirmações:

• Se Clóvis é perito criminal, então ele porta arma e dirige viatura.

• Clóvis porta arma.

• Clóvis não dirige viatura.

Conclui-se corretamente, das afirmações apresentadas, que Clóvis

(A) não é perito criminal.

(B) não é policial civil.

(C) é perito criminal.

(D) dirige carro que não seja viatura.

(E) é policial civil.

Comentário: P1: Perito à (porta armas ^ dirige viatura)  (Verdadeiro)

P2: Porta arma (Verdadeiro)

P3: Não dirige viatura (Verdadeiro)….. assim  dirige viatura é FALSO

 

Pelos valores de P2 e P3 aplicados na P1 teremos

Perito à (V ^F)  , então teremos Perito à F (verdadeiro).

Para que seja verdadeira tal proposição, Perito tem que ser Falso, pois F à F é Verdadeiro.

Assim Clóvis não é perito criminal.

 

41. Sabe-se que, em determinada região,

• os policiais civis são funcionários públicos;

• todo perito criminal é policial civil.

Logo, é correto concluir que, nessa região,

(A) os peritos criminais são funcionários públicos.

(B) os funcionários públicos são peritos criminais.

(C) os policiais civis são peritos criminais.

(D) os funcionários públicos são policiais civis.

(E) algum perito criminal não é funcionário público.

Comentário: Podemos ver em diagramas de conjuntos.

Como todo perito criminal é policial civil e todo policial civil são funcionários públicos, teremos que todo perito criminal é funcionário público, pois todos são policiais civis.

 

42. Considere a afirmativa:

Se André tirou uma ótima nota na prova preambular, então ele fará a prova de aptidão psicológica.

Contém uma equivalente da afirmativa apresentada a alternativa:

(A) Se André fará a prova de aptidão psicológica, então ele tirou uma ótima nota na prova preambular.

(B) André tirou uma ótima nota na prova preambular e fará a prova de aptidão psicológica.

(C) Se André não tirou uma ótima nota na prova preambular, então ele não fará a prova de aptidão psicológica.

(D) André fará a prova de aptidão psicológica se, e somente se, ele não tirou uma ótima nota na prova preambular.

(E) Se André não fará a prova de aptidão psicológica, então ele não tirou uma ótima nota na prova preambular.

Comentário: Para a implicação há duas possibilidades de equivalentes

1ª ) Contrapositiva   (AàB) é equivalente a (~Bà ~A)

2ª ) (A à B) é equivalente a ~A ou B

Neste caso, trata-se da 1ª possibilidade.

O equivalente será

Se André não fará a prova de aptidão psicológica, então André não tirou uma ótima nota na prova preambular.

 

43. Para desafiar a polícia, um criminoso deixou três pistas A, B e C, não identificadas, uma em cada envelope, diferenciados

apenas pelas cores laranja, rosa e verde: não era possível ver o interior de cada envelope e não se sabia qual pista estava em qual deles. O tal criminoso também deixou uma carta informando que a abertura correta dos envelopes com as pistas A, B e C, nessa ordem, levaria a polícia a encontrar um cadáver e, para essa abertura correta, registrou três informações e deixou claro que apenas uma delas era verdadeira.

Tais informações são:

I. No envelope rosa, está a pista C.

II. No envelope verde, não está a pista A.

III. No envelope laranja, não está a pista C.

Com base nas informações, a ordem correta das cores para a abertura dos envelopes que contêm, respectivamente, as pistas A, B e C é

(A) laranja, verde e rosa.

(B) rosa, verde e laranja.

(C) verde, rosa e laranja.

(D) verde, laranja e rosa.

(E) rosa, laranja e verde.

Comentário: Podemos fazer passo a passo supondo a primeira Verdadeira e demais Falsas. Caso o sistema não bater corretamente, então colocaremos a verdade na segunda e se não der certo, colocaremos na terceira.

 I. No envelope rosa, está a pista C. (Verdadeiro)

II. No envelope verde, não está a pista A.(Falso) Então no envelope verde está a pista A

III. No envelope laranja, não está a pista C. (Falso) Então no envelope laranja está a pista C

Veja que a pista C aparece no I e no III. O sistema não está correto. Então coloquemos a verdade na segunda.

 

I. No envelope rosa, está a pista C. (Falso) Então no envelope rosa, NÃO está a pista C

II. No envelope verde, não está a pista A.(Verdadeiro)

III. No envelope laranja, não está a pista C. (Falso) Então no envelope laranja está a pista C

Assim podemos entender a partir da III que a pista C está no envelope laranja, assim, a partir de III e  II, entendemos que no envelope verde tem de estar a pista B e por conseqüência no envelope rosa deve estar a pista A

 

Assim, teremos com A, B e C, respectivamente, rosa, verde e laranja

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *