Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Gabarito Comentado – Física – Polícia Civil SP

Publicado em 20 de fevereiro de 2014 por - 3 Comentários

Confira o gabarito comentado da prova  de Física para o cargo de Perito Criminal da Polícia Civil de São Paulo corrigida pelo professor Eduardo Stelle.

61) Ao percorrer uma curva horizontal, em forma de quarto de circunferência, com velocidade escalar constante, um veículo sofre, relativamente a um referencial inercial, uma força resultante centrípeta de

(A) intensidade variável, mas de direção e sentido constantes.

(B) intensidade, direção e sentido constantes.

(C) intensidade constante, apenas.

(D) intensidade, direção e sentido variáveis.

(E) intensidade e direção constantes, mas de sentido variável.

61

 

 

 

 

 

62) Um carro, que se deslocava em linha reta, teve suas velocidades observadas. O gráfico a seguir representa, qualitativamente, essas velocidades (v), em função do tempo (t).

62 enunciado

 

 

 

 

 

Analisando o gráfico conclui-se, corretamente, que

(A) a aceleração do carro foi maior no intervalo de tempo t1 – 0 do que no intervalo seguinte t2 – t1.
(B) o movimento do carro foi progressivo no intervalo de tempo t1 – t0 e retrógrado no intervalo seguinte t2 – t1.
(C) o movimento do carro no intervalo de tempo t2 – t1 foi retrógrado e retardado.
(D) o movimento do carro foi progressivo e acelerado durante ambos os intervalos de tempo.
(E) o deslocamento do carro foi maior no intervalo de tempo t1 – 0 do que no intervalo seguinte t2 – t1.

62

 

 

 

 

 

 

63. A figura ilustra a roda traseira de uma motocicleta.

63ok

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Considerando-a em movimento e com a coroa girando solidariamente com a roda, é correto afirmar que, em um mesmo

intervalo de tempo e relativamente ao eixo comum de ambas,
(A) a velocidade linear dos pontos periféricos da coroa e da roda, em relação ao eixo comum de ambas, é a mesma.
(B) a coroa gira com frequência maior do que a roda.
(C) a velocidade angular da coroa é maior do que a da roda.
(D) o deslocamento angular da coroa é igual ao da roda.
(E) o deslocamento linear dos pontos periféricos da coroa é
maior do que o da roda.

63

 

 

 

 

64. No campo de provas de uma montadora de automóveis há uma pista horizontal e retilínea. Durante a realização de um teste, um de seus veículos, de massa total 1 200 kg, incluindo a do motorista, parte do repouso e atinge a velocidade de 144 km∕h ao fim de um percurso de 400 m. Se o movimento do veículo é realizado com aceleração constante, a força
resultante sobre ele tem intensidade, em newtons, de
(A) 3 600.
(B) 4 800.
(C) 2 400.
(D) 1 800.
(E) 1 200.

64

 

 

 

 

 

65. Um cilindro de ferro, de altura considerável, é mantido suspenso por um fio na posição vertical, totalmente submerso em um tanque cheio de água, como mostra a figura:

65ok

 

 

 

 

 

 

Nessas condições, é correto afirmar que
(A) o empuxo atuante sobre o cilindro como um todo depende de sua massa específica.
(B) a pressão da água sobre o cilindro como um todo é a mesma em qualquer ponto dele.
(C) o empuxo atuante sobre a base inferior do cilindro é maior do que sobre sua base superior.
(D) a pressão da água sobre o cilindro como um todo depende da massa específica dele.
(E) a pressão da água sobre a base inferior do cilindro é maior do que sobre sua base superior.

65

 

 

 

 

 

 

66. No interior de São Paulo ocorre uma tragédia familiar. Um garoto de 26 kg de massa cai em queda livre do 14.º andar
de um prédio, projetando-se no solo de uma altura de 42 m. No impacto com o solo, toda a energia cinética é convertida
em energia térmica para aquecimento do corpo do garoto em 2 oC. A aceleração da gravidade local tem o valor 10 m∕s2 e
o equivalente mecânico do calor é de 4,2 J/cal. A capacidade térmica do corpo do garoto, em cal/oC, deve ser de
(A) 1,3•103
(B) 6,5•102
(C) 1,3•102
(D) 1,3•104
(E) 6,5•10

66

 

 

 

 

 

 

 

67. Ao investigar determinado crime, um perito precisava determinar o comportamento do som proveniente do estampido de uma arma usada nesse crime. Para tanto, o perito raciocinou corretamente que, ao atravessar uma janela de vidro, em relação ao seu comportamento no ar, as ondas sonoras
(A) mantiveram seu comprimento de onda constante.
(B) tiveram sua velocidade de propagação alterada.
(C) tiveram sua frequência de vibração alterada.
(D) mantiveram sua energia mecânica constante.
(E) mantiveram sua quantidade de movimento constante.

67

 

 

 

 

 

 

68) No intuito de observar o comportamento de certa massa de gás ideal, confinada em um frasco cilíndrico dotado de uma base móvel, um investigador diminui isotermicamente seu volume. O gráfico qualitativo da pressão (p) que esse gás exerce sobre as paredes do recipiente, em função do volume (V) por ele ocupado está melhor representado em

68

 

 

 

 

 

 

69)A lupa é um útil instrumento de investigação criminal. Considere um raio luminoso monocromático que atravessa uma lupa de espessura máxima e, imersa no ar, seguindo o eixo principal da lupa, como mostra a figura:

69

 

 

 

 

 

 

70. Duas lâmpadas idênticas, de especificações 15 W – 220 V cada, são ligadas em paralelo a uma rede elétrica alimentada por uma fonte de tensão de 220 V. A intensidade da corrente elétrica através de cada lâmpada será, em ampéres, mais próxima de
(A) 0,05.
(B) 0,07.
(C) 0,03.
(D) 0,10.
(E) 0,14.

70


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

3 comentários

  • Fábio

    Na questão 62, como o enunciado fala de gráfico QUALITATIVO, pode-se ainda estimar a área dos polígonos? Sem dados e sem escala, como sub-entender as áreas?
    Obrigado.

  • Fábio

    E ainda na 62, a alternativa A não está correta? A aceleração no primeiro intervalo é maior, já que em nenhum lugar diz-se “em módulo”.

    Obrigado.

    • Blog Aprova Concursos

      Fábio,
      Veja a resposta do professor em relação aos seus dois comentários:
      Sim , as áreas devem ser comparadas apenas visualmente.

      Referente a alternativa A, não está certa ,pois verificamos que a variação da velocidade é maior no instante t1 a t2 e ainda ocorrendo em menor intervalo de tempo, logo neste intervalo a aceleração tem maior valor numérico .

      Fórmulas da aceleração:
      a= Δv/Δt

      Abs!

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *