Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Aprova Informa 69 – Mitos da Carreira Pública

Publicado em 19 de novembro de 2013 por - Comentar

 

Não é nenhuma novidade que a carreira pública é o sonho de muita gente! Só que alguns concurseiros ainda acreditam em alguns mitos dessa carreira. Hoje, vamos te contar o que é verdade e o que é mentira no emprego dos seus sonhos.

Mito 1 — Estabilidade

Sim, a estabilidade é um dos principais motivos de tanta gente querer um cargo no serviço público. O que muita gente não sabe é que nem sempre o emprego na área pública garante estabilidade.

Empresas públicas como a Petrobras e a Caixa Econômica Federal contratam os funcionários seguindo o regime da CLT. Ou seja, o funcionário pode ser demitido sim. Isso não quer existam muitas demissões, mas é mais fácil ser demitido sem justa causa.

Da mesma maneira, mesmo os cargos de regime estatutário não são 100% garantidos. Servidores que cometem faltas graves podem ser exonerados, mesmo após o estágio probatório.

Mito 2 — Funcionário público não trabalha

A imagem de que todos os servidores públicos são ociosos é falsa. É claro que existem exceções, mas os servidores são bastante cobrados para terem um desempenho exemplar.

Quem trabalha no INSS, por exemplo, recebe uma gratificação que é baseada no desempenho. Se o servidor não tiver um bom desempenho, recebe menos.

Mito 3 — Todos os aprovados são chamados
Alguns concurseiros não sabem, mas nem todos os aprovados têm direito à vaga. Se você for aprovado fora do número de vagas previstas no edital ou para um concurso de cadastro de reserva, não tem garantia de vaga.

É importante ler o edital com atenção para não deixar passar nenhuma informação importante sobre o número de vagas.

O direto à vaga só existe para os candidatos aprovados dentro do número de vagas previstas no edital.
E se você tem mais alguma dúvida sobre algum assunto relacionado a concursos públicos, mande pra gente!


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *