Gabarito extraoficial do Exame de Suficiência do Conselho Federal de Contabilidade de Técnico corrigido pela Professora Tatiane Antonovz.

30. De acordo com a Lei nº 6.404/75, assinale a opção que apresenta a Reserva que NÃO pode ser utilizada para compensar Prejuízos Acumulados.

a) Reserva Legal;
b) Reserva de Lucros;
c) Reserva de Incentivos Fiscais;
d) Reserva de Capital.

Resposta: C

Questões 31 e 32 sem correção

31. Uma Sociedade apresentou as seguintes informações da sua folha de pagamento em 31.8.2013:

Funcionário

Data de Admissão

Salário

Funcionário 1

3.12.2012

R$1.800,00
Funcionário 2

2.1.2013

R$3.600,00

Funcionário 3

2.5.2013

R$4.500,00

Os funcionários não possuem remuneração variável e a eles não foi concedido nenhum período de férias.

Desconsiderando os encargos incidentes sobre férias, o saldo da obrigação de férias, calculado de acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho – CLT e registrado em atendimento ao regime de competência a ser apresentado no Balanço Patrimonial de 31.8.2013, é de:

a) R$7.000,00;
b) R$6.800,00;
c) R$5.250,00;
d) R$5.100,00.

Professor Ricardo Alves

 

32. De acordo com a Consolidações das Leis do Trabalho – CLT, NÃO será computado no cálculo do valor das férias:

a) as gorjetas recebidas pelo empregado no período aquisitivo;
b) as diárias para viagem que não excedem 50% do salário percebido pelo empregado no período aquisitivo;
c) as comissões recebidas pelo empregado no período aquisitivo;
d) a média de horas extras, eventualmente, trabalhadas pelo empregado no período aquisitivo.

33. Uma sociedade empresária investirá o valor de R$100.000,00 em um projeto que se espera gerar um retorno de R$400.000,00 ao final de dois anos.

Considerando uma taxa de juros de 3% a.a., o valor presente líquido desse investimento é de:

a) R$282.778,77;
b) R$277.038,36;
c) R$276.928,93;
d) R$266.666,67.

Resposta: B
Resolução
Periodo: 2 anos
Taxa 3 % a.a
VPL = -100.000,00 + 400.000/(1,03)2= -100.000 + 377.038,36 = 277.038,36

34. Em 31.12.2012, uma Unidade Geradora de Caixa apresentava as seguintes estimativas a respeito das entradas e saídas de caixa, ao final de cada ano de sua vida útil:

Ano Entradas Saídas Fluxo de Caixa Líquido
2013 R$320.000,00 R$78.000,00 R$242.000,00
2014 R$346.200,00 R$80.000,00 R$266.200,00
2015 R$632.400,00 R$100.000,00 R$532.400,00


Considerando juros compostos de 10% a.a., o valor presente dos fluxos de caixa futuros, em 31.12.2012, era de:

a) R$946.000,00;
b) R$840.000,00;
c) R$800.461,54;
d) R$781.818,18.

Resposta: B
Resolução
TAXA 10% a.a
ATUALIZAR OS VALORES PARA DATA FOCAL 2012
VPL = 242.000/1,1 + 266.200/1,21 + 532.400/1,3310 = 220.000 + 220.000 + 400.000 = 840.000

35. O tesoureiro de uma sociedade empresária, decidiu quitar um empréstimo de R$11.500,00, quatro meses antes do seu vencimento. Sabe-se que a taxa de juros simples é de 30% ao ano.

O valor do desconto racional ou por dentro é de:

a)      R$2.112,24;
b)      R$1.500,00;
c)       R$1.045,45;
d)      R$802,33.

Resposta: C
Resolução
DESCONTO RACIONAL( por dentro)
Tempo que falta para o vencimento = 4 meses = 1/3 ano
Taxa = 30 % a.a
A= 11500/1,1
A= 10.454,54
D = 11.500 – 10.454,54 = 1045,45

Professora Tatiane Antonovz

36. A NBC TG 38 – Instrumentos Financeiros: Reconhecimento e Mensuração fundamentada que “se a transferência não resultar em desreconhecimento porque a entidade reteve, substancialmente, todos os riscos e benefícios da propriedade do ativo transferido, a entidade deve continuar a reconhecer o ativo transferido na sua totalidade e deve reconhecer um passivo financeiro pela retribuição recebida. Em períodos posteriores, a entidade deve reconhecer qualquer rendimento do ativo transferido e qualquer gasto incorrido como passivo financeiro”.

Essa fundamentação teórica se aplica aos casos de:

a) Impostos a Recuperar;
b) Estoques de Mercadorias;
c) Duplicatas Descontadas;
d) Depreciação Acumulada.

Resposta: D
As duplicatas descontadas podem ou não transferir os direitos integralmente a quem as toma para empréstimo de dinheiro.

37. De acordo com a ITG 1000 – Modelo Contábil para Microempresa e Empresa de Pequeno Porte, a afirmação “…tem por objetivo salvaguardar o profissional da Contabilidade no que se refere a sua responsabilidade pela realização da escrituraçã escrituração contábil do período-base encerrado, segregando-a e distinguindo-a das responsabilidades de administração da entidade, sobretudo no que se refere à manutenção dos controles internos e ao acesso às informações.” refere-se a:

a) Termo de Transferência de Responsabilidade Técnica;
b) Proposta de Prestação de Serviços de Contabilidade;
c) Nota Fiscal de Prestação de Serviços;
d) Carta de Responsabilidade da Administração.

Resposta: A
A Carta de Responsabilidade tem por objetivo salvaguardar o profissional da Contabilidade no que se refere a sua responsabilidade pela realização da escrituração contábil do período-base encerrado, segregando-a e distinguindo-a das responsabilidades da administração da entidade, sobretudo no que se refere à manutenção dos controles internos e ao acesso às informações.

38. Uma sociedade empresária contratou um seguro anual, em 1º de agosto de 2013, para cobertura de incêndio, avaliado no valor de R$180.000,00, com vigência a partir da assinatura do contrato.

O prêmio cobrado pela seguradora é equivalente a 10% do valor da cobertura e foi pago em 31 de agosto de 2013. O saldo da conta Prêmios de Seguros pagos Antecipadamente, em 31 de dezembro de 2013, de acordo com o princípio da competência, será de:

a)      R$105.000,00;
b)      R$75.000,00;
c)       R$10.500,00;
d)      R$7.500,00.

Resposta: C
Prêmio – 18.000 total, ou seja, despesa mensal de 1.500
Despesa com seguro Seguros após 5 meses 7500.
Saldo na Conta 10.500

39. De acordo com a NBC TG 46 – Mensuração do Valor Justo, assinale a opção INCORRETA.

a) O valor justo é uma mensuração baseada em mercado;
b) O valor justo é o preço que seria recebido pela venda de um ativo ou que seria pago pela transferência de um passivo em uma transação não forçada entre participantes do mercado na data de mensuração;
c) O valor justo caracteriza-se pelo reconhecimento de perdas estimadas nos estoques avaliados pelo valor realizável líquido;
d) O valor em uso utilizado no teste de recuperabilidade de um ativo imobilizado desconsidera na sua mensuração o Valor Justo.

Resposta: D
Nem sempre é desconsiderado. (PROVISÓRIO)

40. Acerca de como a escrituração contábil deve ser executada, conforme a ITG 2000 – Escrituração Contábil, julgue os itens abaixo como Verdadeiros (V) ou Falsos (F) e, em seguida assinale a opção CORRETA.

  1. A escrituração contábil deve ser executada em idioma e em moeda corrente nacionais;
  2. A escrituração contábil deve ser executada em ordem cronológica de dia, mês e ano;
  3. A escrituração contábil deve ser executada com base em documentos de origem externa ou interna;
  4. Na falta de documentos externos ou internos, a escrituração contábil deve ser executada com base em elementos que comprovem ou evidenciem fatos contábeis.


A sequência CORRETA é:

a) V, V, V, V;
b) V, V, V, F;
c) V, F, F, V;
d) F, V, V, V.

Resposta: A
Texto literal

41. De acordo com o que estabelece a NBC TG 16 – Estoques, devem ser acrescentados ao custo dos estoques:

a) insumo de produção desperdiçado em quantidade acima do normal;
b) imposto de importação pago na aquisição de matéria-prima;
c) gastos com armazenamento de produtos acabados;
d) frete pago na venda de mercadorias.

Resposta: B

42. De acordo com a Resolução CFC nº 803/96 – Código de Ética Profissional do Contador e suas alterações, NÃO é norma de conduta a ser observada, obrigatoriamente, pelo profissional da Contabilidade, com relação à classe:

a) zelar pelo prestígio da classe, pela dignidade profissional e pelo aperfeiçoamento de suas instituições;
b) valer-se de agenciador de serviços, mediante participação desse nos honorários a receber;
c) prestar seu concurso moral, intelectual e material, salvo circunstâncias especiais que justifiquem a sua recusa;
d) acatar as resoluções votadas pela classe contábil, inclusive quanto a honorários profissionais.

Resposta: B

43. Relacione a situação descrita na primeira coluna com o Principio de Contabilidade na segunda coluna e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

(1) Uma empresa industrial constituiu uma                                              (  ) Entidade
provisão para perda em questão judicial
trabalhista. A provisão foi constituída porque
a perda foi avaliada como altamente provável,
e as estimativas de valor eram confiáveis, embora
não fosse possível mensurar o exato valor a ser
pago no futuro;

 

(2) Uma empresa comercial avalia os Estoques ao                                 (   ) Oportunidade
Custo ou Valor Realizável Líquido, dos dois ao
menor. Se houvesse previsão de descontinuidade,
a empresa poderia abandonar a mensuração pelo
custo, e os Estoques poderiam ser avaliados apenas
a valores de saída;

 

(3) Uma empresa controladora repassou recursos                                (   ) Continuidade
financeiros para sua controlada e registrou esses
recursos como Empréstimos a Empresas Ligada,
no Ativo.

A seqüência CORRETA é:

a) 2, 1, 3;
b) 1, 3, 2;
c) 3, 1, 2;
d) 3, 2, 1.

Resposta: C


44.
De acordo com o que determina o Código de Ética Profissional do Contador, julgue as situações hipotéticas abaixo e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

  1. Um contador adota como estratégia de marketing publicar anúncios em jornal. Nos anúncios, ele faz indicação de títulos, especializações, serviços oferecidos, trabalhos realizados, além da relação dos clientes que autorizaram a publicação de seu nome;
  2. Um auditor, atento ao programa de educação continuada, mantém-se atualizado, participando de cursos de extensão, seminários e outros eventos;
  3. Um profissional da Contabilidade que atua como consultor tributário orienta os seus clientes a manterem escrituração contábil regular, independentemente do regime tributário escolhido.

Os profissionais citados nas situações acima agiram em conformidade com o que determina o Código de Ética Profissional do Contador nos itens:

a) II e III, apenas;
b) I, II e III;
c) I e III, apenas;
d) I e II, apenas.

Resposta: B

45. De acordo com o que determina o Código de Ética Profissional do Contador, julgue as situações hipotéticas abaixo e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

  1. Um contador assinou as demonstrações contábeis preparadas por seu primo, recém-formado e ainda não registrado no CRC local por não ter sido aprovado no Exame de Suficiência, cujo trabalho não orientou nem supervisionou;
  2. Um perito contador, indicado para atuar em um caso de apuração de haveres, recusou sua indicação por não se achar capacitado para a tarefa requerida;
  3. Um técnico em contabilidade, cursando o último ano da graduação em Ciências Contábeis, apresenta-se como contador, e já fez constar esta informação também no seu cartão de visitas e no site da empresa prestadora de serviços contábeis do qual é proprietário.

Agiram em desacordo com o que determina o Código de Ética Profissional do Contador, os profissionais citados nas situações:

a) II e III;
b) I, II e III;
c) I e III;
d) I e II.

Resposta: C

46. Com relação aos deveres dos profissionais da Contabilidade, de acordo com o Código de Ética Profissional do Contador, julgue os itens abaixo como Verdadeiros (V) ou Falsos (F) e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

  1. É dever do profissional de Contabilidade comunicar ao CRC a mudança de seu domicílio ou endereço e da organização contábil de sua responsabilidade, bem como a ocorrência de outros fatos necessários ao controle e fiscalização profissional;
  2. Se substituído em suas funções, é dever do profissional de Contabilidade informar ao substituto sobre fatos que devam chegar ao conhecimento desse, a fim de habilitá-lo para o bom desempenho das funções a serem exercidas;
  3. São deveres do profissional de Contabilidade, entre outros, cumprir os Programas Obrigatórios de Educação Continuada estabelecidos pelo Conselho Federal de Contabilidade e auxiliar a fiscalização do exercício profissional.

A sequência CORRETA é:

a) V, V, V;
b) V, F, F;
c) F, V, F;
d) F, F, V.

Resposta: A

 

47. De acordo com o que estabelece o Código de Ética Profissional do Contador, assinale a opção INCORRETA.

a) O profissional da Contabilidade não poderá transferir, parcialmente, a execução dos serviços a seu cargo a outro profissional, ainda que mantenha como sua a responsabilidade técnica;
b) O espírito de solidariedade, mesmo na condição de empregado, não induz nem justifica a participação ou conivência com o erro ou com os atos infringentes de normas éticas ou legais que regem o exercício da profissão;
c) No desempenho de suas funções, é vedado ao profissional da Contabilidade publicar ou distribuir, em seu nome, trabalho científico ou técnico do qual não tenha participado;
d) É vedado ao profissional da Contabilidade oferecer ou disputar serviços profissionais mediante aviltamento de honorários ou em concorrência desleal.

Resposta: A

 

Professora Daniela Tatarin

 

Leia o texto a seguir para responder às próximas perguntas.

 

 

Acabou o imposto invisível

As notas fiscais vão exibir o valor dos tributos pagos na compra de mercadorias e serviços. A mudança vai dar susto em muita gente que se achava livre desses encargos.

As contas pagas pelos brasileiros ficarão, a partir do próximo ano, mais justas. Isso não quer dizer que as pessoas pagarão por produtos e serviços o antigo “preço justo”, um dos conceitos básicos do sistema econômico que precedeu o capitalismo, o mercantilismo, em que o monarca, desconsiderando a lei de oferta e procura, arbitrava um preço fixo ao pão, à cerveja e à carne.

As contas ficarão mais justas no Brasil porque elas vão conter o valor dos impostos pagos pelos consumidores, que, por enquanto, é embutido no preço final das mercadorias e serviços. É o imposto invisível. Isso vai acabar. Depois de mais de vinte anos, o Congresso finalmente regulamentou a lei que obriga à discriminação do valor dos impostos incidentes sobre cada produto e serviço listado nas notas e cupons fiscais. Sancionada pela presidente Dilma Rousseff na semana passada, a obrigatoriedade entra em vigor em junho.

Parte dos 63 impostos, taxas, contribuições e tributos existentes no país é paga diretamente. É o caso, por exemplo, do imposto sobre a propriedade de veículos automotores, o IPVA, e do imposto sobre a propriedade predial e territorial urbana, o IPTU. Mas muitos tributos são cobrados indiretamente. Eles se escondem no preço final. Entre os invisíveis estão o imposto sobre produtos industrializados, o IPI, e o imposto sobre a circulação de mercadorias, o ICMS. As notas trarão o valor estimado de um total de sete desses tributos que antes ficavam invisíveis. […]

Alguns especialistas em tributação foram contrários à aprovação da lei, pela impossibilidade de calcular exatamente o montante de cada imposto. Os valores exibidos nas notas não serão os efetivamente pagos, mas uma aproximação, sujeita a pequenas distorções. Os defensores da norma reconhecem suas limitações, mas acreditam que ela deverá contribuir para inibir o ímpeto de criação de tributos. A simplificação do sistema tributário brasileiro, que mais uma vez está em fase de discussão entre o governo federal e os estados, é a esperança mais real e imediata para os consumidores.

Bianca Alvarenga. Economia. VEJA. Editora Abril. Ed. 2.300, ano 45, nº 51. 19 de

dezembro de 2012. p. 80-83.

 

48. O texto permite inferir que:

a) Haverá mais justiça no pagamento de contas pelos brasileiros a partir de 2013;
b) Está prevista a volta do antigo conceito do “preço justo” na discriminação de impostos da nova nota fiscal;
c) O IPVA e o IPTU integram parte dos 63 impostos pagos indiretamente pelos brasileiros;
d) Os impostos pagos diretamente estarão identificados exatamente na nova nota fiscal.

Resposta: A
Letra B – errada, pois nas linhas 2 e 3 fica clara a informação de que não é a volta do antigo conceito.
Letra C – errada, pois IPVA e IPTU são impostos cujo pagamento é direto.
Letra D – errada, pois os impostos a serem identificados são os indiretos.

49. Com base no texto, identifique o item INCORRETO.

a) O capitalismo sucedeu o sistema econômico mercantilista;
b) O “preço justo” era o preço fixo arbitrado pelo monarca, desconsiderando a lei da oferta e da procura dos produtos;
c) Impostos como o ICMS e o IPI estão embutidos hoje no valor final dos serviços e das mercadorias;
d) A presidenta da República regulamentou a lei que obriga a supressão dos impostos invisíveis que o Congresso sancionou.

Resposta: A
Foi o mercantilismo que precedeu algo.

50. Julgue os itens referentes à descrição gramatical, identificando-os como CERTOS ou ERRADOS.

  1. Na linha 1, empregam-se vírgulas para indicar o deslocamento por intercalação de um termo na chamada ordem direta da oração;
  2. O emprego de “porque”, na linha 6, indica a relação de causa e efeito entre, respectivamente, os enunciados consequente e antecedente;
  3. Na linha 9, o emprego do acento grave indicativo de crase é facultativo, pois sua ausência não implica alteração do sentido do enunciado;
  4. Na linha 17, flexiona-se a forma “estão” na 3ª pessoa do plural por causa da concordância com o sujeito composto.

O resultado é:

a) E, C, C, E;
b) C, E, C, C;
c) C, C, E, C;
d) E, E, C, C.

Resposta: C
Apenas a afirmação III está errada. O uso do acento grave, neste caso, não é opcional e retirá-lo implica alteração de sentido.

 

CFC

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *