Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Gabarito extraoficial do Exame de Suficiência do Conselho Federal de Contabilidade de Técnico – Parte I

Publicado em 30 de setembro de 2013 por - 22 Comentários

Gabarito extraoficial do Exame de Suficiência do Conselho Federal de Contabilidade de Técnico corrigido pela  Professora Tatiane Antonovz.

1. Uma sociedade empresária apresentou saldo inicial de caixa de R$ 30.000,00 e saldo final de R$ 22.000,00.

Assinale a opção que representa a operação efetuada pela empresa que justificada a mudança no saldo:

 a) recebimento de direitos no valor de R$ 8.000,00 com desconto de R$ 2.000,00.

b) recebimento de direitos no valor de R$ 6.000,00 com encargos de R$ 2.000,00.

c) pagamento de dívidas no valor de R$ 8.000,00 com desconto de R$ 2.000,00.

Inicial: 30.000; final: 22.000

Diferença: 8.000

RESPOSTA 1
Letra D, pois paga-se 6.000 mais 2.000, ou seja, 8.000, diminuindo o caixa.

2. Em 14.11.2012, uma sociedade empresária adquiriu, a prazo, de um fornecedor situado no exterior, uma máquina para incorporar ao seu Ativo Imobilizado por 100.000,00 dólares americanos.

Considerando que a taxa de câmbio útil exata para converter Dólar em Real, em 14.11.2012, era de R$ 2,06 e, em 31.12.2012, era de R$ 2,04, é CORRETO afirmar que:

a) O valor que constará no Contas a Pagar e no Imobilizado, em 31.12.2012, será de R$ 204.000,00.

b) O valor que constará no Contas a Pagar e no Imobilizado, em 31.12.2012, será de R$ 206.000,00.

c) O valor que constará no Contas a Pagar da sociedade em 31.12.2012 será de R$ 204.000,00.

d) O valor que constará no Contas a Pagar da sociedade em 31.12.2012 será de R$ 206.000,00.

RESPOSTA 2
Se adquiriu a prazo, deverá ajustar a obrigação até a data do pagamento. O passivo será alterado para 204.000 em 31/12 e o ativo manterá o valor de aquisição registrado na compra, que é de 206.000.
Letra A

3. Uma sociedade empresária apresentou em 31.12.2012 as seguintes informações:

 

CONTAS

SALDOS

Ajuste Credor de Avaliação Patrimonial

R$ 400,00

Ajuste Credor de Conversão do Período

R$ 400,00

Aumento do Capital Social

R$ 1.600,00

Custo da Mercadoria Vendida

R$ 2.400,00

Despesa com IRPJ e CSLL

R$ 80,00

ICMS Incidentes sobre Vendas

R$ 400,00

Receita Bruta de Vendas

R$ 4.000,00

Receitas Financeiras

R$ 800,00

 

Com base nessas informações, assinale a opção que apresenta o Resultado Abrangente Total do Período.

a) R$ 4.320,00.

b) 3.520,00.

c) R$ 2.720,00.

d) R$ 2.320,00.

RESPOSTA 3
Resultado abrangente total é o resultado de todas as operações da empresa, sem contar com aquelas que envolvam os seus sócios/proprietários. Sendo assim, é descartado o aumento do capital social apenas.
400 + 400 -2400 – 80 – 400 + 4000 + 800 = 2.720
Letra C

4.Uma sociedade empresária apresentou o seguinte balancete de verificação levantado em 31.07.2013:

 

CONTAS

SALDOS

DEVEDORES

CREDORES

Bancos Conta Movimento

R$ 8.180,00

Caixa

R$ 3.600,00

Capital Social

R$ 10.340,00

Custo das Mercadorias Vendidas

R$ 5.200,00

Custo Venda Imobilizado

R$ 3.000,00

Depreciações Acumuladas

R$ 2.500,00

Despesas com Depreciação

R$ 1.600,00

Despesas com Salários

R$ 3.380,00

Despesas com Vendas

R$ 1.200,00

Despesas com Aluguéis

R$ 500,00

Despesas Financeiras

R$ 450,00

Despesas Gerais

R$ 1.200,00

Devolução de Vendas

R$ 250,00

Duplicatas a Receber

R$ 11.000,00

Duplicatas Descontadas

R$ 6.370,00

Empréstimos de Longo Prazo

R$ 15.000,00

Estoques de Mercadorias

R$ 7.200,00

Fornecedores

R$ 8.250,00

ICMS Sobre Vendas

R$ 3.740,00

Juros a Transcorrer de Longo Prazo

R$ 4.150,00

Moveis e Utensílios

R$ 19.430,00

Receita com Venda de Imobilizado

R$ 3.650,00

Receita Bruta com Vendas de Mercadorias

R$ 22.000,00

Receitas Financeiras

R$ 1.470,00

Reservas de Lucros

R$ 4.500,00

TOTAL

R$ 74.080,00

R$ 74.080,00

 

Com base nos dados apresentados no balancete acima e desconsiderando a incidência tributária, o valor do lucro líquido é:

 

a) R$ 6.850,00.

b) R$ 6.600,00.

c) R$ 6.200,00.

d) R$ 5.950,00.

RESPOSTA 4
Letra B

5. Uma socie4dade empresária adota como método de avaliação de seu estoque o custo médio ponderado móvel.

Em 31.12.2012, seu estoque de mercadorias para venda estava assim constituído:

 

Estoque Inicial R$ 20.00,000
Quantidade 200 unidades
Valor Unitário R$ 100,00

 

No decorres do mês de janeiro de 2013, ocorreram as seguintes operações com mercadorias:

– 3.1.2013 – Aquisição de mercadorias para revenda, conforme abaixo:

 

Quantidade 120 unidades
Preço Unitário R$ 106,67
Frete R$ 500,00
Seguro R$ 300,00

 

– 12.1.2013 – Venda de mercadorias, conforme abaixo:

 

Quantidade 180 unidades
Preço Unitário R$ 250,00

 

– 22.1.2013 – Aquisição de mercadorias para revenda, conforme abaixo:

 

Quantidade 150 unidades
Preço Unitário R$ 111,58
Frete R$ 350,00
Seguro R$ 200,00

 

Com base nas informações acima e desconsiderando a incidência de tributos, o custo médio unitário utilizado para a baixa do estoque em 12.01.2013 foi de:

a)      R$ 105,00.

b)      R$ 104,06.

c)       R$ 102,50.

d)      R$ 100,00.

RESPOSTA 5
Letra A

 

6. Em relação a inclusão nas Notas Explicativas às Demonstrações Contábeis, aponte os itens abaixo, de acordo com a ITG 1000 – Modelo Contábil para Microempresa e Empresa de Pequeno Porte, que deve, obrigatoriamente, constar nas Notas Explicativas e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

Declaração explícita e não reservada em conformidade com a ITG 1000.

  1. Descrição resumida das operações da entidade e suas principais atividades.
  2. Referência às principais práticas contábeis adotadas na elaboração das demonstrações contábeis.
  3. Descrição resumida das políticas contábeis significativas utilizadas pela entidade.

 

Está(ã) certo(s) o(s) item(ns):

a)      III, apenas.

b)      II e III, apenas.

c)       I, II, III e IV.

d)      I e II, apenas.

RESPOSTA 6
Letra C
Texto literal da Resolução 1418 do CFC, item 39, a qual regulamenta a ITG 1000.

7. Uma sociedade empresária foi constituída em novembro de 2012. Após a constituição, forma realizadas as seguintes transações no referido ano:

 

Transações

Valores

– Integralização e capital pelos acionistas da empresa em dinheiro R$ 500.000,00
– Valor bruto da aquisição de mercadorias, sendo 50% à vista e 50% a serem pagos em 2013 R$ 80.000,00
– ICMS a recuperar sobre aquisição de mercadorias R$ 9.600,00
– Aquisição, à vista, de um item do Ativo Imobilizado R$ 50.000,00
– Venda à vista de todas as mercadorias adquiridas no período R$ 150.000,00
 – Tributos incidentes sobre a venda a serem pagos em 2013 R$ 15.000,00

 

Considerando que estas foram as únicas transações realizadas no ano de 2012 e desconsiderando a incidência de tributos sobre o Lucro, é CORRETO afirmar que na Demonstração dos Fluxos de Caixa do ano de 2012:

a)      As Atividades Operacionais geraram caixa no valor de R$ 60.000,00; as Atividades de Investimento não consumiram nem geraram caixa; e as Atividades de Financiamento geraram caixa no valor de R$ 500.00,00.

b)      As Atividades Operacionais geraram caixa no valor de R$ 60.000,00; as Atividades de Investimento consumiram caixa no valor de R$ 500.000,00; e as Atividades de Financiamento não consumiram nem geraram caixa.

c)       As Atividades Operacionais geraram caixa no valor de R$ 110.000,00; as Atividades de Investimento consumiram caixa no valor de R$ 50.000,00; e as Atividades de Financiamento geraram caixa no valor de R$ 500.000,00.

d)      As Atividades Operacionais geraram caixa no valor de R$ 110.000,00; as Atividades de Investimento geraram caixa no valor de R$ 450.000,00; e as Atividades de Financiamento não consumiram nem geraram caixa.

RESPOSTA 7

Operacionais: 110.000 (150.000 da venda a vista menos 40.000 da compra a prazo, pois só metade foi paga em 2012); Financiamento: 500.000 (integralização em dinheiro); Investimento: -50.000 (compra de imobilizado).

Letra C

8. Assinale a opção que apresenta apenas contas de natureza devedora passíveis de integrar o Ativo de uma empresa comercial.

a)      Perdas Estimadas na Realização de Créditos; Perdas por Redução ao Valor de Mercado; Ajuste a Valor Presente de Clientes e Depreciação Acumulada.

b)      Depósitos Restituíveis e Valores Vinculados; Depósitos a Prazo Fixo; Prêmios de Seguros a Apropriar; Comissões e Prêmios Pagos Antecipadamente.

c)       Ágio na Emissão de Ações; Alienação de Bônus de Subscrição; Doações e Subvenções para Investimentos; Reservas de Incentivos Fiscais.

d)      Adiantamentos a Clientes; Provisão para Riscos Fiscais; Credores por Financiamentos; Imposto de Renda Incidente sobre salários.

RESPOSTA 8
Letra B

9. Em relação às informações relativas à riqueza criada e sua distribuição apresentada na Demonstração do Valor Adicionado de uma empresa industrial, assinale a opção INCORRETA.

a)      Os insumos adquiridos de terceiros abrangem, entre outros, os custos das matérias-primas incluídos no custo dos produtos vendidos, energia e serviços de terceiros.

b)      O valor adicionado recebido em transferência abrange, entre outros, o resultado da equivalência patrimonial e as receitas financeiras.

c)       A remuneração de capital de terceiros abrange, entre outros, os fornecedores, as contas a pagar, os juros passivos, as provisões judiciais e as reservas patrimoniais.

d)      A distribuição do valor adicionado abrange, entre outros, a remuneração direta com pessoal, benefícios, FGTS, imposto, taxas e contribuições federais, estaduais e municipais e a remuneração de capitais próprios, tais como dividendos e juros do capital próprio.

RESPOSTA 9

Remuneração de capitais de terceiros – valores pagos ou creditados aos financiadores externos de capital.

Juros inclui as despesas financeiras, inclusive as variações cambiais passivas, relativas a quaisquer tipos de empréstimos e financiamentos junto a instituições financeiras, empresas do grupo ou outras formas de obtenção de recursos. Inclui os valores que tenham sido capitalizados no período.

  • Aluguéis inclui os aluguéis (inclusive as despesas com arrendamento operacional) pagos ou creditados a terceiros, inclusive os acrescidos aos ativos.
  • Outras inclui outras remunerações que configurem transferência de riqueza a terceiros, mesmo que originadas em capital intelectual, tais como royalties, franquia, direitos autorais, etc.

Não abrange Reservas patrimoniais

Letra C

10. Em 31.07.2013, uma sociedade empresária firmou contrato de seguros com cláusula de cobertura dos ativos para o período de 1º.08.2013 a 31.07.2014.

A empresa pagou em 31.07.2013, em parcela única, o montante de R$ 1.200,00 referente ao prêmio de seguro.

De acordo com o contrato, em caso de sinistro, a empresa poderá receber indenização no montante de até R$ 100.000,00, e o valor da franquia a ser paga será de R$ 840,00.

No Balanço Patrimonial de 31.07.2013, a empresa apresentará a seguinte situação patrimonial:

a)      Seguros a Receber, no Ativo Não Circulante, R$ 100.000,00.

b)      Despesas Realizadas com Seguros, na Demonstração de Resultado, R$ 840,00.

c)       Despesas Pagas Antecipadamente, no Ativo Não Circulante, R$ 360,00.

d)      Despesas Pagas Antecipadamente, no Ativo Circulante, R$ 1.200,00.

RESPOSTA 10
Letra D
Débito – Despesas pagas antecipadamente – Ativo

Crédito – Caixa

1.200,00

11. Uma sociedade apresentou os seguintes dados extraídos do Balanço Patrimonial, apresentado no conjunto de suas demonstrações contábeis do ano de 2012, e da movimentação contábil do Patrimônio Líquido no período, expressos em milhares de reais:

 

Saldos do Patrimônio Líquido

 

31.12.2012

31.12.2011

Patrimônio Líquido
Capital Social

R$ 1.200.000

R$ 1.200.000

Reserva de Lucros

R$ 240.000

R$ 200.000

Ajuste de Avaliação Patrimonial

R$ 6.500

R$ 5.000

Total do Patrimônio Líquido

R$ 1.446.500

R$ 1.405.000

 

Movimentação do Patrimônio Líquido

– Constituição da Reserva Legal

R$ 40.000

– Lucro Líquido do Exercício

R$ 900.000

– Dividendos Obrigatórios do Período

R$ 860.000

– Ganho em Instrumento Financeiro Disponível para Venda

R$ 1.500

 

Com base nos dados apresentados, considerando que a única Reserva de Lucro Constituída é a Reserva Legal, a Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido, em milhares de reais, para o ano de 2012, será:

 

a)      Demonstração da Mutação do Patrimônio Líquido

Capital Social Reservas de Lucros Ajuste de avaliação Patrimonial Lucros Acumulados Total do Patrimônio Líquido
Saldo do Patrimônio Líquido em 31.12.2011

R$ 1.200.000

R$ 200.000

R$ 5.000

R$ 1.405.000

Ganho em instrumento financeiro disponível para venda

R$ 1.500

R$ 1.500

Lucro Líquido do Exercício

R$ 900.000

R$ 900.000

Constituição da Reserva Legal

R$ 40.000

(R$ 40.000)

Dividendos do Período

(R$ 860.000)

(R$ 860.000)

Patrimônio Líquido em 31.12.2012

R$ 1.200.000

R$ 240.000

R$ 6.500

R$ 1.446.500

b)      Demonstração da Mutação do Patrimônio Líquido

Capital Social Reservas de Lucros Ajuste de avaliação Patrimonial Total do Patrimônio Líquido
Saldo do Patrimônio Líquido em 31.12.2011

R$ 1.200.000

R$ 200.000

R$ 5.000

R$ 1.405.000

Ganho em instrumento financeiro disponível para venda

R$ 1.500

R$ 1.500

Constituição da Reserva Legal

R$ 40.000

R$ 40.000

Patrimônio Líquido em 31.12.2012

R$ 1.200.000

R$ 240.000

R$ 6.500

R$ 1.446.500

c)       Demonstração da Mutação do Patrimônio Líquido

Capital Social Reservas de Lucros Lucros Acumulados Total do Patrimônio Líquido
Saldo do Patrimônio Líquido em 31.12.2011

R$ 1.200.000

R$ 200.000

R$ 5.000

R$ 1.405.000

Ganho em instrumento financeiro disponível para venda

R$ 1.500

R$ 1.500

Lucro Líquido do Exercício

R$ 900.000

R$ 900.000

Constituição da Reserva Legal

R$ 40.000

(R$ 40.000)

Dividendos do Período

(R$ 860.000)

(R$ 860.000)

Patrimônio Líquido em 31.12.2012

R$ 1.200.000

R$ 240.000

R$ 6.500

R$ 1.446.500

d)      Demonstração da Mutação do Patrimônio Líquido

Capital Social Reservas de Lucros Reserva legal Ajuste de avaliação Patrimonial Total do Patrimônio Líquido
Saldo do Patrimônio Líquido em 31.12.2011

R$ 1.200.000

R$ 200.000

R$ 5.000

R$ 1.405.000

Ganho em instrumento financeiro disponível para venda

R$ 1.500

R$ 1.500

Lucro Líquido do Exercício

R$ 900.000

R$ 900.000

Constituição da Reserva Legal

R$ 40.000

(R$ 40.000)

Dividendos do Período

(R$ 860.000)

(R$ 860.000)

Patrimônio Líquido em 31.12.2012

R$ 1.200.000

R$ 240.000

R$ 40.000

R$ 6.500

R$ 1.446.500

Resposta 11
Letra A

12. Uma sociedade empresária vende mercadorias a varejo e adota o slogan “satisfação garantida ou o seu dinheiro de volta” apenas para o segmento de produtos de luxo, comprometendo-se a devolver aos clientes o valor pago pelas mercadorias, caso não fiquem satisfeitos. O prazo para solicitação da indenização pelo cliente é de 30 dias após a data da compra.

No mês de julho de 2013, forma realizadas vendas de mercadorias à vista e com pronta entrega no valor de R$ 400.000,00 dos quais R$ 100.000,00 referem-se ao segmento de produtos de luxo.

A área de atendimento ao cliente estima, com base na experiência passada e outros fatores relevantes, que 2% do valor das vendas sujeitas à devolução de pagamento deverá ser objeto de indenização.

De acordo com a NBC TG 30 – Receitas e desconsiderando os efeitos tributários, a sociedade empresária deverá registrar:

a) Receita com vendas de R$ 400.000,00 e nenhuma despesa com provisão em julho de 2013.

b) Receita com vendas de R$ 400.000,00 e despesa com provisão de R$ 2.000,00 em julho de 2013.

c) Receita com vendas de R$ 300.00,00, em julho; receita com vendas de R$ 100.00,000; e despesa com provisão de R$ 2.000,00 em agosto de 2013.

d) Receita com vendas de R$ 300.000,00, em julho de 2013, e o restante apenas quando vencido o prazo para reclamação.

Resposta 12
Item 36 da NBC TG 30. As perdas prováveis por garantias (devoluções) devem ser provisionadas.
Letra B

 

13. Uma máquina tem custo de aquisição de R$ 100.00,00, valor residual de R$ 10.000,00 e vida útil de cinco anos.

Ao final do segundo ano, o saldo da depreciação acumulada, considerando o método linear e o método de soma dos dígitos dos anos, será respectivamente de:

a) R$ 40.000,00 e R$ 54.000,00.

b) R$ 40.000,00 e R$ 18.000,00.

c) R$ 36.000,00 e R$ 54.000,00.

d) R$ 36.000,00 e R$ 18.000,00.

Resposta 13

Linear: 90.000*(2/5) = 36.000; Soma dos dígitos: 5/15 + 4/15 = 9/15 ou 3/5 de 90.000 = 54.000. A depreciação maior nos dois primeiros anos se justifica, pois nos anos seguintes, presume-se um gasto maior com manutenção.

Letra C

14. Uma sociedade empresária realizou, em janeiro de 2013, as seguintes operações:

– Aquisição de mercadoria para revenda por R$ 50.000,00, neste valor incluídos R$ 7.500,00 referentes aos impostos recuperáveis.

– Das mercadorias adquiridas, 50% foram vendidas por R$ 102.800,00, neste valor incluídos R$ 25.700,00 referentes aos impostos incidentes sobre as vendas.

Considerando que não havia estoque inicial de mercadorias para revenda, na Demonstração do Valor Adicionado, o valor adicional bruto será igual a:

a) R$ 81.550,00.

b) R$ 77.800,00.

c) 60.300,00.

d) 55.850,00.

Resposta 14

RECEITAS  
Vendas de Mercadorias 102.800
INSUMOS ADQUIRIDOS DE TERCEIROS  
Custo das Mercadorias Vendidas -25.000,00
VALOR ADICIONADO BRUTO 77.800,00

Letra B

15. A respeito do Ativo Contingente, conforme a NBC TG 25 – Provisões, Passivos Contingentes e Ativos Contingentes, assinale a opção INCORRETA.

a) Os ativos contingentes surgem normalmente de evento planejado ou de outros esperados que deem origem à probabilidade de entrega de benefícios econômicos para a entidade.

b) Os ativos contingentes não são reconhecidos nas demonstrações contábeis, uma vez que pode tratar-se de resultado que nunca venha a ser realizado. Porém, quando a realização do ganho é praticamente certa, então o ativo relacionado não é um ativo contingente e o seu reconhecimento é adequado.

c) O ativo contingente é divulgado em notas explicativas quando for provável a entrada de benefícios econômicos.

d) A entidade não deve reconhecer um ativo contingente.

Resposta 15

Os ativos contingentes surgem de eventos NÃO planejados

Letra A 

16. Uma sociedade empresária apresentou os seguintes saldos após a destinação do resultado de 2012:

 

CONTAS

SALDOS

Bancos Conta Movimento

R$ 25.000,00

Caixa

R$ 10.000,00

Capital a Integralizar

R$ 50.000,00

Captal Subscrito

R$ 100.000,00

Depreciação Acumulada

R$ 15.000,00

Duplicatas a Receber

R$ 47.000,00

Duplicatas Descontadas

R$ 27.000,00

Estoques de Mercadorias

R$ 28.000,00

Fornecedores

R$ 70.000,00

ICMS a Recuperar

R$ 2.000,00

Investimentos em Coligadas

R$ 49.000,00

Reservas de Lucros

R$ 38.000,00

Veículos de Uso

R$ 39.000,00

 

No Balanço Patrimonial, o Ativo Total é igual a:

 

a) R$ 185.000,00.

b) R$ 183.000,00.

c) R$ 158.000,00.

d) R$ 135.000,00.

Resposta 16

Duplicatas descontadas não pertencem mais ao ativo e, sim, ao passivo.

 Letra A. 

Duplicatas descontadas não pertencem mais ao ativo e, sim, ao passivo.

17.Uma sociedade empresária recebeu por meio de cobrança bancária de clientes em 30.06.2013 duplicatas vencidas desde 31.05.2013, no valor de R$ 120.000,00 com juros de 10% de seu valor.

O registro CORRETO desta operação de recebimento é:

 

a) DÉBITO Duplicatas a Receber R$ 120.000,00
  DÉBITO Juros ativos R$ 12.000,00
  CRÉDITO Banco conta Movimento R$ 132.000,00
 
b) DÉBITO Duplicatas a Receber R$ 132.000,00
  CRÉDITO Juros ativos R$ 12.000,00
  CRÉDITO Banco conta Movimento R$ 120.000,00
 
c) DÉBITO Banco conta Movimento R$ 120.000,00
  DÉBITO Juros ativos R$ 12.000,00
  CRÉDITO Duplicatas a Receber R$ 132.000,00
 
d) DÉBITO Banco conta Movimento R$ 120.000,00
  CRÉDITO Duplicatas a Receber R$ 132.000,00
  CRÉDITO Juros ativos R$ 12.000,00

Resposta 17

O dinheiro entra integral na conta corrente (132.000), sendo 12.000 de receita de juros e 120.000 de diminuição do ativo (clientes).

Letra D

18. Uma sociedade empresária em seu exercício findo em 2012, apresentava os seguintes dados extraídos da Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido – DMPL.

 

Descrição

Valores

– Destinação para reserva de lucros a realizar

R$ 180,00

– Aquisição de ações de emissão própria

R$ 336,00

– Destinação para reserva legal

R$ 840,00

– Reversão de reservas de contingências

R$ 4.896,00

– Destinação para reserva estatutária

R$ 6.180,00

– Destinação de dividendos obrigatórios

R$ 14.496,00

– Aumento de capital social com incorporação de reservas de lucros

R$ 15.600,00

– Lucro líquido do exercício

R$ 16.800,00

– Aumento de capital social com integralização em dinheiro

R$ 20.400,00

 

De acordo com os dados acima, a variação total do Patrimônio Líquido, apresentada na DMPL, foi de:

a) R$ 38.304,00.

b) R$ 37.968,00.

c) R$ 22.704,00.

d) R$ 22.368,00.

Resposta 18

Letra D

19. Uma sociedade empresária adquiriu uma máquina por R$ 200.000,00 em 1º.04.2011. Foi instalada e colocada em condições de funcionamento no dia 1º.07.2011. A vida útil é de 20 anos, não há valor residual e a depreciação é calculada pelo método linear.

Com base nessas informações, em dezembro de 2013, o bem terá sido depreciado em:

a) 15%.

b) 13,75%.

c) 12,5%.

d) 10%.

Resposta 19

Letra C

20. Uma sociedade empresária realizou em junho de 2013 as seguintes operações:

– Aquisição de 100 unidades de mercadoria para revenda pelo valor total de R$ 2.500, neste valor incluídos R$ 500,00 referentes aos impostos recuperáveis.

– Revenda de 70 unidades por R$ 8.000,00, neste valor incluídos R$ 1.600,00 referentes aos impostos incidentes sobre as vendas.

Considerando que não havia estoque inicial de mercadorias para revenda, o Lucro Bruto no mês de junho de 2013 foi de:

a) R$ 5.500,00.

b) R$ 5.000,00.

c) R$ 4.650,00.

d) R$ 4.400,00.

Resposta 20

Custo 1.400

Receita – 6.400 (8.000-1600)

Lucro = 5.000

Letra A

21. Uma sociedade empresária registrou, em janeiro de 2013, os seguintes eventos:

 

– Aquisição de materiais para prestação de serviços

R$ 240.000,00

– COFINS incidente sobre receita bruta com prestação de serviços

R$ 3.250,00

– Consumo de materiais para prestação de serviços

R$ 180.00,000

– Imposto de Renda e Contribuição Social

R$ 56.000,00

– ISS incidente sobre receita bruta com prestação de serviços

R$ 10.000,00

– PIS incidente sobre receita bruta com prestação de serviços

R$ 500.000,00

– Salários e encargos sociais do pessoal administrativo

R$ 50.000,00

– Salários e encargos sociais do pessoal envolvido na prestação de serviços

R$ 140.000,00

 

Na Demonstração do Resultado relativa ao mês de janeiro, elaborada a partir dos dados informados, o custo de serviços vendidos é igual a:

 

a) R$ 380.000,00.

b) R$ 320.000,00.

c) R$ 190.000,00.

d) R$ 180.000,00.

Letra B

22. Uma indústria, em determinado período, apresentou os seguintes dados:

 

Descrição

Valores

Compra de matéria-prima

R$ 15.600,00

Custos indiretos de produção

R$ 10.400,00

Despesas administrativas

R$ 2.600,00

Estoque final de matéria-prima

R$ 9.100,00

Estoque final de produtos em processo

R$ 6.500,00

Estoque inicial de matéria-prima

R$ 6.500,00

Estoque inicial de produtos acabados

R$ 7.800,00

Estoque inicial de produtos em processo

R$ 5.200,00

Mão de obra direta

R$ 13.000,00

 

Considerando que o Estoque Final de Produtos Acabados é igual a zero, o Custo de Produção do Período é de:

 

a) R$ 42.900,00.

b) R$ 36.400,00.

c) R$ 35.100,00.

d) R$ 33.800,00.

Resposta 22

Letra A

23. Uma sociedade industrial produz dois tipos de produtos: camisa e calça masculina. A produção se dá em dois departamentos: Corte e Costura.

Sua estrutura de custos em determinado período foi a seguinte:

Custos diretos referentes aos produtos

 

Custos Diretos Total
Calça

R$ 126.000,00

Camisa

R$ 54.000,00

 

Custo indireto de produção comum aos dois produtos

 

Aluguel R$ 6.500,00
Energia elétrica R$ 5.800,00

Outros dados coletados no período:

Área e consumo de energia de cada Departamento

 

Departamento de Corte

Departamento de Costura

Total

Área em m²

195

455

650

Consumo de energia em KWH

108

432

540

– A empresa utiliza o critério de departamentalização para alocação dos custos aos produtos.

– O aluguel é distribuído de acordo com a área e a energia elétrica é distribuída de acordo com o consumo de cada Departamento.

– Os custos departamentais são distribuídos aos produtos nas seguintes proporções:

 

  Departamento de Corte Departamento de Costura
Calça 40% 30%
Camisa 60% 70%

– Quantidade de produção

 

  Quantidade Produzida
Calça 10.000 unidades
Camisa 7.000 unidades

 

Considerando que a empresa produziu no período 10.000 calças, o custo de produção de uma calça é de:

a) R$ 13,46.

b) R$ 13,33.

c) R$ 13,22.

d) R$ 13,00.

Resposta 23

Letra D

24. Uma sociedade empresária apresenta os seguintes itens de custo projetado para a produção de 500 unidades do Produto A e 300 unidades do Produto B:

– Aluguel do galpão da área de produção no valor de R$4.000,00 mensais.
– Custo de matéria-prima: R$2,00 por unidade para o Produto A e R$3,00 por unidade para o Produto B.
–  Custo com mão de obra direta: R$6,00 por unidade tanto para o Produto A quanto para o Produto B.
–  Custo com depreciação das máquinas utilizadas na produção de ambos os produtos, calculado pelo método linear, no valor mensal de R$1.000,00.

No que diz respeito à relação com os produtos, é CORRETO afirmar que:

a) o custo com matéria-prima é um custo variável e direto.
b) o custo com mão de obra é fixo e indireto;
c)  o custo com depreciação é fixo e direto;
d) o custo com aluguel é um custo variável e indireto;

Resposta 24

Segundo a terminologia de custos e o caso apresentado, a MP é um custo variável, pois depende da quantidade produzida e direto, pois é associado facilmente ao produto final.

Letra A

25. Uma sociedade empresária prestadora de serviços apresentou os seguintes dados no mês de julho de 2013.

– Vendas de serviços R$250.000,00
– Despesas financeiras     R$8.200,00
– Custo de mão de obra   R$65.000,00
– Baixa por perda de bens do imobilizado   R$25.000,00
– Depreciação de equipamento utilizado na prestação do serviço     R$4.000,00
– Imposto sobre serviços   R$12.500,00
– Custo do material aplicado   R$45.000,00

De acordo com os dados fornecidos acima, o valor do custo dos serviços prestados corresponde a:

a) R$151.500,00.
b) R$139.000,00;
c) R$122.200,00;
d) R$114.000,00;

Resposta 25

Letra D

26. De acordo com o Código Tributário Nacional, no que diz respeito ao parcelamento de débitos tributários, assinale a opção CORRETA.

a) O parcelamento é uma modalidade de suspensão da exigibilidade do crédito tributário.
b) O parcelamento dispensa o cumprimento das obrigações acessórias a partir da data de sua concessão;c)  O parcelamento constitui uma das modalidades de remissão dos créditos tributários prescritas pelo Código Tributário Nacional;

d) O parcelamento constitui uma das modalidades de extinção dos créditos tributários prescritas pelo Código Tributário Nacional;

Resposta: A

O CTN, no artigo 151 estabelece a lista de hipóteses de suspensão do crédito tributário, sendo uma delas o parcelamento. Trata com mais detalhes desta espécie o artigo 155-A do mesmo Código. A letra B, por sua vez, não é correta, pois segundo o CTN, as hipóteses de suspensão (dentre elas o parcelamento) e de exclusão não dispensam o cumprimento das obrigações acessórias, que são as obrigações impostas pela legislação quanto a declarações, notas fiscais e outras obrigações de fazer (ou de não fazer).
Tratamos desta matéria em nossa aula número 7, e também resolvemos um exercício parecido na revisão de véspera. Se tiver mais dúvidas, consulte novamente nossas aulas.

27. Uma sociedade empresária apresentou no mês de julho de 2013 o seguinte detalhamento da apuração e alocação de custos por produto:

 

Produto A

Produto B

Total

Mão de obra direta

R$ 300.000,00

R$ 400.000,00

R$ 700.000,00

Matéria-prima

R$ 600.000,00

R$ 200.000,00

R$ 800.000,00

Custos indiretos alocados mediante rateio

R$ 300.000,00

R$ 200.000,00

R$ 500.000,00

Custo total de produção

R$ 1.200.000,00

R$ 800.000,00

R$ 2.000.000,00

Volume de produção

100.000 unidades

150.000 unidades

250.000 unidades

Os custos foram apurados, utilizando-se o Custeio por Absorção.

O critério de rateio adotado para alocação dos custos indiretos aos produtos foi:

a) o volume de produção.
b) o total dos custos diretos.
c) o custo com matéria-prima.
d) o custo com mão de obra.

Resposta 27

Total dos custos diretos

Letra B

Professor Guilherme

28. Uma sociedade aprovou a aquisição da Companhia “A” em sua Assembleia, realizada na forma da Lei nº 6.404/76, e as atas foram disponibilizadas aos acionistas nos termos das normas da Comissão de Valores Mobiliários – CVM. Na referida assembleia, foi aprovada a deliberação sobre a aquisição integral das ações da Companhia “A”, que seria na sequência absorvida, integralmente, pela Sociedade compradora, cumprindo-se todos os procedimentos estabelecidos na Lei Societária.

A operação que se seguiu após a aquisição integral das ações é nominada pela Lei nº 6.404/76 como:

a) Transformação.

b) Incorporação;
c) Fusão;
d) Cisão;

Resposta: C, conforme art. 223, da Lei 6.404/76 e Art. 1.116 do Código Civil – Assunto trabalhado amplamente em aula

29. Uma Lei Ordinária Municipal, publicada em 1º de setembro de 2013, aumentou:

– à alíquota do Imposto sobre Transmissão de Bens Intervivos – ITBI; e
– o valor venal dos imóveis para fins de cálculo do Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU.
De acordo com a legislação tributária, o município poderá cobrar os tributos com base na lei aprovada, em setembro de 2013, a partir de:


a)
 1º de setembro de 2013.
b) 1º de outubro de 2013;
c)  1º de dezembro de 2013;
d) 1º de janeiro de 2014;

Resposta: D

 

   

 


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

22 comentários

  • EDSON

    Parabéns pela iniciativa, estamos ansiosos pelo resultado oficial, e vcs, pela competência já demonstrada, nos dão a possibilidade de sabermos se atingimos o nível necessário para passar neste exame. Mais uma vez Parabéns pela iniciativa!!

  • Vilson Riegel

    Boa noite,

    As demais questões do Técnico, da 30 a 50, serão publicadas quando?

    Obrigado!

  • Luciana

    Adorei … tem previsão para sair o restante das questões ?

  • Denis

    Por que a questão 13 não pode ser feita por soma dos dígitos crescente?
    pois assim: 1/15 *90 000 + 2/15 * 90 000 = 18 000

    assim teríamos a letra A como resposta também….

  • Marli

    Excelente iniciativa, estamos ansiosos d+!
    Por favor, vcs tem alguma previsão para a publicação das questões 30 a 50?
    Obrigada,
    Aguardo resposta

  • ´PRISCILA

    ART . 227 A incorporação é a operação pela qual uma ou mais sociedades são absorvidas por outra, que lhes sucede em todos os direitos e obrigações.

    § 1º A assembléia-geral da companhia incorporadora, se aprovar o protocolo da operação, deverá autorizar o aumento de capital a ser subscrito e realizado pela incorporada mediante versão do seu patrimônio líquido, e nomear os peritos que o avaliarão
    § 2º A sociedade que houver de ser incorporada, se aprovar o protocolo da operação, autorizará seus administradores a praticarem os atos necessários à incorporação, inclusive a subscrição do aumento de capital da incorporadora.
    § 3º Aprovados pela assembléia-geral da incorporadora o laudo de avaliação e a incorporação, extingue-se a incorporada, competindo à primeira promover o arquivamento e a publicação dos atos da incorporação.

    DE ACORDO COM ESTE ARTIGO A RESPOSTA DA QUESTÃO 29 É:
    C

  • Tatiane

    Parabéns pela iniciativa…mas por favor acabem com nossa aflição, quando vai sair a 2º parte??

  • Paulo José

    Pessoal poderiam analisar a questão 28, a resposta correta não seria “Incorporação” letra B?

    Lei 6.404/76

    Art. 227 – A incorporação é a operação pela qual uma ou mais sociedades são
    ABSORVIDAS por outra, que lhes sucede em todos os direitos e obrigações.

    Como está no enunciado da questão …”foi aprovada a deliberação sobra a aquisição
    integral das ações da Companhia A, que seria na sequência absorvida, integralmente,
    pela sociedade compradora….”

  • Felipe Carvalho

    Boa Tarde!

    Gostaria de saber a previsão para o restante das questões da prova para técnico ?

    Desde já agradeço.

    No aguardo.

  • JULIANNE

    Pessoal uma duvida só pra descargo. Na minha prova algumas questoes estão em ordem invertida, assim como as respostas!!! Isso é normal? Pois sempre achei que o exame as provas eram idênticas!!!

  • MAIRA BERNARDI

    Olá! Na número 2 eu marquei a letra A conforme sua a correção, mas já no gabarito oficial publicado hoje, a alternativa correta é a letra C… A mesma situação ocorreu na questão 39, onde marcamos a letra D e o gabarito diz ser a C… Será qual é a correta? Cabe eu entrar com recurso? Obrigado

    • Aprova Concursos

      Olá Maira!
      Vale tentar o recurso sim!
      Abs.

    • Tatiane

      Olá!!..A 2 foi respondida a letra C e está correta..veja que a ordem das respostas estão alteradas do Bacharel e Técnico..prestem atenção!!Não cabe recurso..Conforme a resposta de vcs a 22 seria a A mas está correto no gabarito oficial a B (notem estoque final de produtos em processo..teria que descontar ..tb cai nessa e respondi A mas está errada!…e a 28 é INCORPORAÇÃO ..a empresa foi absorvida integralmente pela compradora..abraços!!

  • Cristiane

    Pessoal que fez a prova nível técnico, pelo menos 50% da prova era idêntica a prova de bacharel. certo?

    Vcs acham válido entrar com recurso?
    Pois cada prova deveria ser conforme seu grau de instrução.correto?

    Aguardo opiniões.

    Abraço

  • Aline Rodrigues

    Peço que divulguem:
    a prova do exame de suficiência de técnico em contabilidade, teve 37 das questões idênticas a prova de bacharel. os candidatos, que quiserem, devem entrar com recurso, questão por questão e informar que: as perguntas são de Nível de Bacharel, não atendendo aos conteúdos do curso Técnico, pois a Grade Curricular e Carga Horária não são compatíveis para o nivel da prova ser o mesmo.

    são as questões: 1,2,3,4,5,6,7,8,9,10,11,12,13,14,15,16,17,18,22,23,24,25,26,28,29,33,34,36,37,38,39,42,44,45,48,49,50

    o prazo para recurso é até amanhã as 18h e está disponível no acompanhamento de inscrição pelo site do cfc: http://www.fbc.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=111&Itemid=107

    Obrigada!

  • A questao 20 esta com resposta errada. De acordo com o gabarito, a resposta correta e letra C. Valor de R$ 4.650.

  • Favor desconsiderar comentario anterior. A resposta correta e letra B.
    Obrigado

  • AMANDA

    Alguem poderia colocar detalhadamente a resposta do exercicio 27 por favor?

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *