Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Edital Eletrobras Amazonas

Publicado em 14 de junho de 2013 por - Comentar

ELETROBRÁS AMAZONAS ENERGIA S/A

EDITAL Nº 001/2013

ALTERADO PELO EDITAL Nº 002/2013

 

Concurso Público para Provimento de Vagas e Formação de Cadastro de Reserva para cargos de Nível Superior e Nível Médio

A Eletrobras Amazonas Energia S/A – empresa controlada das Centrais Elétricas Brasileiras S/A – Eletrobras, com sede à Av. Sete de Setembro, 2.414, Cachoeirinha – Manaus – AM, CEP 69.065-170, no uso de suas atribuições legais, do Estatuto Social da Empresa, torna pública a realização de Concurso Público para provimento de vagas e formação de cadastro reserva para os cargos de Profissional de Nível Superior, com as formações de: Administração, Arquivologia, Ciências Contábeis, Ciências da Computação-Ênfase em Banco de Dados, Ciências da Computação-Ênfase em Infra-estrutura de Redes e Suporte, Ciências da Computação-Ênfase em Governança, Ciências Econômicas, Direito, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, para os cargos de Profissional de Nível Médio Operacional, com formação de: Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico em Telecomunicações e para os cargos de Profissional de Nível Médio Suporte, com formação de: Ensino Médio, Eletricista e Técnico em Informática, de acordo com a legislação pertinente e o aqui disposto.

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1. O Concurso Público será regido por este Edital, seus Anexos e eventuais retificações, caso existam, e será realizado sob a responsabilidade, organização e operacionalização da Fundação BIO-RIO, doravante denominada FBR, endereço eletrônico: http://concursos.biorio.org.br e E-mail: eae2013@biorio.org.br, com sede a Av. Carlos Chagas Filho, 791 – Cidade Universitária – Rio de Janeiro – RJ, CEP 21941-904, Caixa Postal 68042.

1.2. O concurso público visa à contratação e preenchimento de cadastro de reserva, conforme o número de vagas definido neste Edital (Anexo I).

1.3. O Anexo I – Tabela de Requisitos, Vagas, Jornada de Trabalho e Salário – apresenta a nome do cargo/formação, escolaridade/ pré-requisito mínimo exigido para execução do cargo/formação, carga horária semanal, salário definida para cada cargo/formação e número de vagas (AC – vagas de Ampla Concorrência, PCD – vagas reservadas a Pessoas com Deficiência, TOTAL – Total de Vagas oferecidas para pronta contratação e CR – vagas de Cadastro Reserva).

1.4. O Anexo II – Tabela de Distribuição de Vagas por Pólo de Opção – relaciona os códigos dos cargos/formação, os cargos/formação por Pólo de Opção/Município/Localidade de Abrangência onde há previsão de vagas.

1.5. O Anexo III – Quadro de Etapas – apresenta a relação dos cargos/formação, os tipos de etapas de seleção a serem realizadas pelos candidatos para cada cargo/formação, as disciplinas associadas a cada prova, a quantidade de questões por disciplina, o mínimo de pontos por disciplina e o mínimo de pontos do total de pontos para aprovação.

1.6. O Anexo IV – Conteúdos Programáticos – descreve os conteúdos programáticos de cada disciplina para cada cargo/formação.

1.7. O Anexo V – Avaliação de Títulos – Relação de Títulos e pontuação.

1.8. O Anexo VI – Relação de Cidades de Prova – Define as cidades onde poderão ocorrer as provas objetivas e Avaliação Física.

1.9. O Anexo VII – Cronograma dos Eventos – descreve as datas previstas para realizações de eventos do Concurso Público.

1.10. É de responsabilidade exclusiva do candidato acompanhar na página do Concurso Público, endereço eletrônico: http://concursos.biorio.org.br todas as etapas mediante observação do cronograma (Anexo VII) e das publicações disponibilizadas. Não será enviada nenhuma correspondência pelo Correio (ECT), por SMS ou por E-mail.

1.11. Antes de efetuar o recolhimento da taxa de inscrição, o candidato deverá certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos neste Edital.

1.12. Toda menção a horário neste Edital terá como referência o horário oficial de Brasília/DF.

2. DOS CARGOS

2.1. Os cargos que compõe o quadro de Vagas do Anexo I deste edital serão preenchidos de acordo com a necessidade da empresa para o Pólo de Opção, para qualquer um dos Municípios/Localidades de Abrangência.

2.2. Regime de Trabalho

2.2.1. O provimento dos respectivos cargos/formação deverá ser realizado nas cidades onde há previsão de vagas, conforme Anexo II, e em outras jurisdições, em sede de nova unidade que tenha sido criada ou desmembrada.

2.2.2. As relações de trabalho serão regidas pelos princípios constitucionais pertinentes (Constituição Federal de 1988), pela Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, bem como pela legislação complementar e normas internas vigentes na Eletrobras Amazonas Energia na data de admissão do candidato contratado e eventuais alterações nesses dispositivos legais e normativos.

2.2.3. O Regime de Trabalho será de jornada 220 horas mensal com carga horária semanal de 44 horas, obedecendo a Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, Regulamento de Pessoal e Acordos Coletivos do Trabalho, enquanto vigentes.

2.2.3. De acordo com as necessidades da Eletrobras Amazonas Energia, poderá ocorrer escala especial de trabalho, observadas as normas legais e regulamentares sobre o assunto, podendo os candidatos nomeados para os cargos/formação oferecidos serem submetidos ao regime de turnos, ou escala de revezamento, quando desenvolverem serviços que exijam atividades contínuas.

2.2.4. Os candidatos integrantes do cadastro de reserva serão convocados, conforme necessidade e conveniência da Eletrobras Amazonas Energia, de acordo com a classificação obtida, por formação por Pólo de Opção e Município/Localidade de Abrangência, e as regras de convocação descritas neste edital, para comprovação de requisitos exigidos, realização de Exames Médicos e demais procedimentos pré-admissionais, de caráter eliminatório, todos de responsabilidade da Eletrobras Amazonas Energia.

3. DAS VAGAS DESTINADAS A CANDIDATOS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA (PCD)

3.1. Das vagas destinadas a cada cargo/formação previstas no ANEXO I, e das que vierem a ser criadas durante o prazo de validade do concurso, 5% (cinco por cento) serão providas na forma do Decreto nº 3.298/99, de 20 de Dezembro de 1999, e suas alterações. As convocações estarão sujeitas às orientações oriundas de fiscalizações realizadas pelo Ministério do Trabalho.

3.1.1. O candidato que se declarar pessoa com deficiência (PCD) concorrerá em igualdade de condições com os demais candidatos.

3.2. Para concorrer a uma dessas vagas, o candidato deverá:

a) no ato da inscrição, declarar-se pessoa com deficiência (PCD);

b) encaminhar cópia simples do CPF e Laudo Médico (original ou cópia autenticada), emitido nos últimos doze meses, até o último dia de inscrição, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), bem como à provável causa da deficiência, na forma do subitem 3.2.1.

3.2.1. O candidato deverá entregar, até o dia 10 de Julho de 2013 (ÚLTIMO DIA PARA PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO), enviando por SEDEX, com Aviso de Recebimento (AR) (para a FBR – Concurso EAE 2013 (Laudo Médico), Av. Carlos Chagas Filho, 791 Cidade Universitária – Rio de Janeiro – RJ, CEP 21941-904, Caixa Postal 68042) ou entregar pessoalmente ou por terceiro, cópia simples do CPF e Laudo Médico (original ou cópia autenticada) referidos na alínea “b” do subitem 3.2, no Posto de Atendimento, localizado na Rua Havaí, 19 – Nova Esperança – Manaus – AM – CEP 69307-340 – telefone (92) 3086-2618, no horário das 9h às 12h e das 13h30min às 17h, de segunda à sexta-feira (exceto em feriado).

3.2.2. O fornecimento da cópia simples do CPF e do Laudo Médico (original ou cópia autenticada), por qualquer via acima citada, é de responsabilidade exclusiva do candidato. A Fundação BIO-RIO não se responsabiliza por qualquer tipo de extravio que impeça a chegada da documentação a seu destino.

3.3. O candidato que se declarou pessoa com deficiência (PCD) poderá requerer, na forma do subitem 5.4.9 deste edital, atendimento especial, no ato da inscrição, para o dia de realização das provas, indicando as condições de que necessita para a realização destas, conforme previsto no Artigo 40 parágrafos 1º e 2º, do Decreto nº 3.298/99 e suas alterações.

3.4. A cópia do CPF e o Laudo Médico (original ou cópia autenticada) terão validade somente para este concurso público e não serão devolvidos, assim como não serão fornecidas cópias desses documentos.

3.4.1. A relação dos candidatos que tiveram a inscrição deferida para concorrer na condição de pessoas com deficiência (PCD) será divulgada na Internet, no endereço eletrônicohttp://concursos.biorio.org.br, na ocasião da divulgação dos locais e horário de realização das provas.

3.5. A inobservância do disposto no subitem 3.2 acarretará a perda do direito ao pleito das vagas reservadas aos candidatos em tal condição e o não-atendimento às condições especiais necessárias.

3.6. Consideram-se pessoas com deficiência aquelas que se enquadram nas categorias relacionadas no Artigo 4º do Decreto Federal nº 3.298/99 e suas alterações, e a Súmula 377 do Superior Tribunal de Justiça – STJ.

3.7. Os candidatos que se declararem pessoas com deficiência (PCD), se não eliminados no concurso, serão convocados para se submeter à perícia médica promovida por equipe multiprofissional designada pela Eletrobras Amazonas Energia que verificará sobre a sua qualificação como deficiente ou não, bem como, no período de experiência, de 90 (noventa) dias, sobre a incompatibilidade entre as atribuições do cargo/formação e a deficiência apresentada, nos termos do artigo 43 do Decreto nº. 3.298/99 e suas alterações.

3.8. O candidato deverá comparecer à perícia médica, munido de Laudo Médico original ou cópia autenticada, emitido nos últimos doze meses, contados da data de publicação deste edital e de exames comprobatórios da deficiência apresentada, que atestem à espécie, grau ou nível de deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), conforme especificado no Decreto nº. 3.298/99 e suas alterações, bem como à provável causa da deficiência.

3.9. A não-observância do disposto no subitem 3.8, a reprovação na perícia médica ou o não comparecimento à perícia acarretará a perda do direito às vagas reservadas aos candidatos em tais condições.

3.10. O candidato, pessoa com deficiência (PCD), reprovado na perícia médica por não ter sido considerado deficiente, permanecerá somente na lista geral de classificação do cargo/formação/pólo de opção, deixando de figurar na lista específica dos candidatos com deficiência, sendo utilizada, para qualquer efeito, apenas a classificação geral do cargo/formação/pólo de opção. O candidato que não for considerado pessoa com deficiência, no momento da contratação, será desclassificado do certame, caso tenha sido aprovado em classificação superior ao limite estabelecido na lista geral.

3.11. O candidato, pessoa com deficiência (PCD), aprovado na perícia médica no decorrer do período de experiência, em virtude de incompatibilidade da deficiência com as atribuições do cargo/formação terá seu contrato extinto.

3.12. Os candidatos que, no ato da inscrição, se declararem pessoas com deficiência (PCD), se não eliminados no concurso e considerados pessoas com deficiência, terão seus nomes publicados em lista à parte e figurarão também na lista de classificação geral por cargo/formação/pólo de opção.

3.13. As vagas definidas no subitem 3.1 que não forem providas por falta de candidatos, pessoa com deficiência (PCD), aprovados serão preenchidas pelos demais candidatos, observada a ordem geral de classificação por cargo/formação/pólo de opção.

4. DA CONTRATAÇÃO NA ELETROBRAS AMAZONAS ENERGIA

4.1. A contratação do candidato classificado está sujeita ao cumprimento das seguintes exigências:

4.1.1. Ter sido aprovado no presente concurso;

4.1.2. Ser brasileiro, nato ou naturalizado, ou gozar das prerrogativas dos Decretos nº. 70.391/72 e 70.436/72 e do Artigo 12, § 1º da Constituição Federal;

4.1.3. Deverá apresentar os documentos, original e cópia, listados abaixo quando solicitado:

4.1.3.1. Carteira do Trabalho do MTPS (original) e uma (1) foto 3 x 4 (colorida);

4.1.3.2. Estar quite com as obrigações eleitorais; apresentando o último comprovante de votação ou a Certidão de Nada Consta da Justiça Eleitoral (original);

4.1.3.3. Estar quite com as obrigações militares, para os candidatos de sexo masculino (original e cópia simples);

4.1.3.4. Comprovar todos os pré-requisitos exigidos, através da apresentação de documentação original e cópia simples;

4.1.3.5. Ser considerado apto na Avaliação Médica Admissional;

4.1.3.6. Apresentar documento pessoal de identidade (original e cópia simples) e Cadastro de Pessoa Física da Receita Federal – CPF (original e cópia simples);

4.1.3.7. Certidão de nascimento (se for solteiro) ou de casamento (original e cópia simples);

4.1.3.8. Certidão de nascimento dos filhos menores de 21 anos (original e cópia simples);

4.1.3.9. PIS/PASEP (original e cópia simples);

4.1.3.10. Registro Conselho Profissional, no caso de formação superior ou técnica, se for o caso (original e cópia simples);

4.1.3.11. Comprovante de Pagamento da Anuidade do Conselho Profissional, no caso de formação superior, se for o caso (original e cópia simples);

4.1.3.12. Comprovante de pagamento de Contribuição Sindical (original e cópia simples);

4.1.3.13. Apresentar certidão negativa de antecedentes criminais (original);

4.1.3.14. Apresentar certidão negativa da Justiça Federal (original);

4.1.3.15. Certificado ou Diploma de Escolaridade (original e cópia simples);

4.1.3.16. Carteira Nacional de Habilitação Categoria B para os cargos de Profissional de Nível Superior para as formações de Engenheiro, todos os cargos/formação de Profissionais de Nível Médio Operacional e para o cargo Profissional de Nível Médio Suporte com formação em Eletricista.

4.1.4. Possuir idade mínima de 18 (dezoito) anos completados até a data da contratação;

4.1.5. Não ter sido demitido do serviço público, de acordo com o Artigo 137 da Lei 8.112/90 ou Artigo 482 da CLT;

4.1.6. Não ter sido aposentado pelo Serviço Público;

4.1.7. O empregado da Eletrobras Amazonas Energia que for aprovado no concurso público e for convocado para assumir o cargo, só poderá ingressar no novo cargo, após pedido de desligamento do cargo que estiver ocupando.

5. DAS INSCRIÇÕES NO CONCURSO PÚBLICO

5.1. Valores das Taxas de Inscrição:

Cargo / Nível de Escolaridade

Valor (R$)

Profissionais de Nível Superior

70,00

Profissionais de Nível Médio

50,00

5.1.1. Será admitida a inscrição somente via Internet, no endereço eletrônicohttp://concursos.biorio.org.br, solicitada no período entre 09 horas do dia 10 de Junho de 2013 e 23 horas e 59 minutos do dia 09 de Julho de 2013, observado o horário oficial de Brasília/DF.

5.1.2. A FBR não se responsabilizará por solicitação de inscrição não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados.

5.2. O candidato deverá efetuar o pagamento da taxa de inscrição obrigatoriamente por intermédio do boleto bancário gerado após a conclusão do preenchimento da ficha de solicitação de inscrição on-line.

5.2.1. O boleto bancário pode ser pago em qualquer banco, bem como nas casas lotéricas e Correios, obedecendo aos critérios estabelecidos nesses correspondentes bancários.

5.2.2. O pagamento da taxa de inscrição poderá ser efetuado até o dia 10 de Julho de 2013 (Último dia de pagamento).

5.2.3. As inscrições efetuadas somente serão acatadas após a comprovação de pagamento da taxa de inscrição.

5.2.4. O comprovante de inscrição do candidato estará disponível no endereço eletrônicohttp://concursos.biorio.org.br, após o acatamento da inscrição, sendo de responsabilidade exclusiva do candidato a obtenção desse documento.

5.3. Para os candidatos que não dispuserem de acesso à Internet, a FBR disponibilizará Posto de Atendimento com acesso à Internet, localizado à Rua Havaí, 19 – Nova Esperança – Manaus – AM – CEP 69307-340 – telefone (92) 3086-2618, com início às 10h do dia 10 de Junho de 2013 até às 17h, do dia 09 de Julho de 2013, somente nos dias úteis.

5.4. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS SOBRE A INSCRIÇÃO NO CONCURSO PÚBLICO

5.4.1. Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá conhecer o edital e certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos. No momento da inscrição, o candidato deverá optar pelo cargo/formação da vaga e o Pólo de Opção/Município/Localidade de Abrangência.

5.4.1.1. Uma vez efetivada a inscrição não será permitida, em hipótese alguma, a alteração da opção de cargo/formação escolhida para o Pólo de Opção/Município/Localidade de Abrangência.

5.4.2. O candidato poderá optar por realizar sua prova objetiva em qualquer das cidades de provas relacionadas no Anexo VI. Podendo alterar a cidade de prova até o dia 29 de Julho de 2013, no endereço eletrônico: http://concursos.biorio.org.br.

5.4.3. É vedada a inscrição condicional, a extemporânea, a via postal, a via fax ou a via correio eletrônico.

5.4.4. É vedada a transferência do valor pago a título de taxa para terceiros ou para outros concursos.

5.4.5. Para efetuar a inscrição, é imprescindível o número de Cadastro de Pessoa Física (CPF) do candidato.

5.4.6. As informações prestadas na solicitação de inscrição serão de inteira responsabilidade do candidato, dispondo a FBR do direito de excluir do concurso público aquele que não preencher o formulário de forma completa e correta.

5.4.7. O valor referente ao pagamento da taxa de inscrição não será devolvido em hipótese alguma, salvo em caso de cancelamento do certame por conveniência da Administração.

5.4.8. Não haverá isenção total ou parcial do valor da taxa de inscrição, exceto para os candidatos que declararem e comprovarem hipossuficiência de recursos financeiros para pagamento da referida taxa, nos termos do Decreto Federal nº 6.593/08, de 02 de Outubro de 2008. O candidato que desejar requerer a isenção da taxa de inscrição deverá preencher o formulário de pedido de isenção que estará disponível no endereço eletrônico http://concursos.biorio.org.br entre os dias 10 a 12 de Junho de 2013, informando o Número de Identificação Social (NIS), atribuído pelo CadÚnico.

5.4.8.1. A verificação da condição para a isenção de taxa de inscrição será confrontada com os dados geridos pelo Ministério do Desenvolvimento Social/SISTAC.

5.4.9. O comprovante de inscrição ou o comprovante de pagamento da taxa de inscrição deverá ser mantido em poder do candidato.

5.4.10. O candidato que necessitar de Atendimento Especial para a realização das provas deverá indicar, na solicitação de inscrição, os recursos especiais necessários e, ainda, enviar, até o dia 10 de Julho de 2013 (ÚLTIMO DIA PARA PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO), via SEDEX, para a Central de Atendimento da FBR – Concurso EAE 2013 (Laudo Médico), Av. Carlos Chagas Filho, 791 – Cidade Universitária, Caixa Postal 68042, CEP 21941-904 – Rio de Janeiro – RJ, cópia simples do CPF e do Laudo Médico que justifique o atendimento especial solicitado, podendo também ser entregue no Posto de Atendimento localizado na Rua Havaí, 19 – Nova Esperança – Manaus – AM – CEP 69307-340 – telefone (92) 3086-2618. Após esse período, a solicitação será indeferida.

5.4.10.1. O fornecimento do Laudo Médico (original ou cópia autenticada) e da cópia do CPF, é de responsabilidade exclusiva do candidato. A FBR não se responsabiliza por qualquer tipo de extravio que impeça a chegada da documentação a seu destino.

5.4.10.2. A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas, além de solicitar atendimento especial para tal fim, deverá encaminhar declaração que justifique a solicitação até o dia 10 de Julho de 2013 (ÚLTIMO DIA PARA PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO), e deverá levar um acompanhante, que ficará em sala reservada para essa finalidade e que será responsável pela guarda da criança. Não haverá compensação de tempo de amamentação ao tempo de prova da candidata. A candidata que não levar acompanhante não poderá realizar as provas.

5.4.10.3. A cópia simples do CPF e o Laudo Médico (original ou cópia autenticada) valerão somente para este concurso, não serão devolvidos e não serão fornecidas cópias dessa documentação.

5.4.10.4. A relação dos candidatos que tiveram o seu atendimento especial deferido será divulgada na Internet, no endereço eletrônico http://concursos.biorio.org.br, na ocasião da divulgação do edital de locais e horário de realização das provas.

5.4.10.5. A solicitação de condições ou recursos especiais será atendida, em qualquer caso, segundo os critérios de viabilidade e de razoabilidade.

5.4.11. O candidato deverá declarar, na solicitação de inscrição, que tem ciência e aceita que, caso aprovado, deverá entregar os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos para o cargo/formação por ocasião da contratação.

5.4.12. Os candidatos no ato da inscrição deverão escolher o Pólo de Opção e o cargo/formação, podendo a Eletrobras Amazonas Energia no ato da convocação para contratação, disponibilizar a vaga para quaisquer Municípios/Localidades de Abrangência pertencentes ao Pólo de Opção escolhido (Anexo II), conforme conveniência da empresa.

6. DO CARTÃO DE CONVOCAÇÃO PARA A ETAPA (CCE)

6.1. O Cartão de Convocação para a Etapa (CCE) será disponibilizado no endereçohttp://concursos.biorio.org.br na data prevista no cronograma (Anexo VII) do concurso. Os candidatos que realizarem sua inscrição pelo Posto de Atendimento ou os que não tenham e-mail poderão receber seu CCE, via Correios, encaminhado para o endereço indicado pelo candidato conforme informação no ato da inscrição.

6.1.1. O Cartão de Convocação para a Etapa (CCE) do candidato inscrito via Internet estará disponível no endereço eletrônico http://concursos.biorio.org.br, sendo de responsabilidade exclusiva do candidato a obtenção desse documento.

6.1.2. Para obter esta informação o candidato deverá acessar a páginahttp://concursos.biorio.org.br, e obrigatoriamente imprimir o seu CCE, onde constarão informações referentes ao seu número de inscrição, cargo/formação, data, horário da prova, local de prova, endereço completo do local de prova, sala de prova, tempo de duração, dentre outras informações, a partir do dia 02 de Agosto de 2013, no Box “Suporte ao Candidato” onde poderá acessar o serviço de “Convocação para a Etapa – CCE”.

6.2. É obrigação do candidato, conferir na Confirmação de Inscrição (após finalizar o ato de inscrição), no Boleto de pagamento da Taxa de Inscrição ou na página da FBR na Internet, os seguintes dados: nome, número do documento de identidade, sigla do órgão expedidor e Estado emitente, CPF, data de nascimento, sexo, cargo/formação, nome da mãe, nome do pai, nível de escolaridade, endereço completo, telefone, celular, e-mail e, quando for o caso, a informação de tratar-se de Pessoa com Deficiência (PCD) que demande condição especial para a realização das provas e/ou esteja concorrendo às vagas reservadas à pessoa com deficiência (PCD).

6.3. Caso haja inexatidão em relação à sua eventual condição de pessoa com deficiência (PCD) que tenha optado por concorrer às vagas reservadas ou solicitado condição de Atendimento Especial para realização das provas, o candidato deverá entrar em contato com a FBR, pelo telefone (21) 3525-2480 e pelo telefone (92) 3086-2618, das 9 às 18 horas, horário de Brasília/DF, nos dias 26 a 29 de Julho de 2013, conforme orientações constantes no endereço eletrônicohttp://concursos.biorio.org.br.

6.4. Caso candidato tenha realizado uma consulta aos seus dados de inscrição e tenha detectado algum tipo de inconsistência ou falta de alguma informação, este poderá acessar na página do concurso o Box “Suporte ao Candidato” onde poderá acessar o serviço de “Alterar Dados Cadastrais”.

6.4.1. O candidato não poderá alterar os seguintes dados, cargo/formação/pólo para o qual concorre, seu nome, seu CPF, nome da mãe e sua data de nascimento, os demais dados poderão ser alterados pelo candidato utilizando o serviço disponível na página do concurso.

6.4.2. Os eventuais erros de digitação no nome, CPF, data de nascimento, deverão ser corrigidos somente no dia das respectivas provas mediante solicitação ao fiscal de sala para que anote no campo próprio da Ata de Sala o campo a ser alterado.

6.5. O candidato que fez sua inscrição no Posto de Atendimento e não receber o Cartão de Convocação para a Etapa (CCE) até 12 de Agosto de 2013, deverá entrar em contato com a FBR, pelo telefone (21) 3525-2480 e pelo telefone (92) 3086- 2618, das 09 às 18 horas (horário de Brasília/DF), nos dias 13 e 14 de Agosto de 2013.

6.6. As informações sobre os respectivos locais de provas e a relação de candidatos por local de prova, estarão disponíveis, também, no endereço eletrônico http://concursos.biorio.org.br, sendo o documento impresso por meio do acesso à página na Internet, válido como Cartão de Convocação para a Etapa (CCE).

6.7. O candidato não poderá alegar desconhecimento dos locais de realização das provas como justificativa de sua ausência. O não comparecimento às provas, qualquer que seja o motivo, será considerado como desistência do candidato e resultará em sua eliminação do concurso público.

7. DAS ETAPAS DO CONCURSO PÚBLICO

7.1. O Concurso Público será composto de:

a) Prova Objetiva (PO), de caráter eliminatório e classificatório, para os candidatos a todos os cargos/formação;

b) Avaliação de Títulos (AT), de caráter classificatório, para os candidatos aos cargos/formação de Profissional de Nível Superior;

c) Avaliação Física (AF), de caráter eliminatório, para os candidatos aos cargos/formação de Profissional de Nível Médio Operacional (todas as formações) e ao cargo/formação de Profissional de Nível Médio Suporte, com formação no curso de eletricista;

d) Avaliação Médica Admissional, para todos os candidatos, de caráter eliminatório;

e) Checagem de Pré-Requisitos e Comprovação de Documentos, para todos os candidatos, de caráter eliminatório.

8. DAS ETAPAS (PROVAS OBJETIVAS/AVALIAÇÃO DE TÍTULOS/AVALIAÇÃO FÍSICA)

8.1. Da Etapa das Provas Objetivas (PO)

8.1.1. A Prova Objetiva (PO), para os candidatos a todos os cargos/formações, será composta de questões do tipo múltipla escolha.

8.1.2. Cada questão conterá 5 (cinco) opções de resposta e somente uma correta.

8.1.2.1. Será atribuída NOTA ZERO à questão da Prova Objetiva que não corresponder ao gabarito oficial ou que contiver emenda, rasura ou mais de uma ou nenhuma resposta assinalada.

8.1.3. A quantidade de questões por disciplina, o valor de cada questão e o máximo de pontos por prova estão descritos no Anexo III, deste Edital.

8.1.4. O candidato NÃO poderá levar seu Caderno de Questões (Prova) da Prova Objetiva. Será disponibilizado, no dia seguinte a aplicação da prova objetiva, os exemplares de todas as provas para todos os cargos/formação.

8.1.4. O candidato deverá transcrever as respostas das provas objetivas para o Cartão de Respostas, que será o único documento válido para a correção das provas. O preenchimento do Cartão de Respostas será de inteira responsabilidade do candidato, que deverá proceder em conformidade com as instruções específicas contidas neste edital e no Cartão de Respostas. Em hipótese alguma haverá substituição do Cartão de Respostas por erro do candidato.

8.1.5. Serão de inteira responsabilidade do candidato os prejuízos advindos do preenchimento indevido do Cartão de Respostas. Serão consideradas marcações indevidas as que estiverem em desacordo com este edital ou as instruções de preenchimento no Cartão de Respostas, tais como marcação rasurada ou emendada ou campo de marcação não-preenchido integralmente.

8.1.6. O candidato não deverá amassar, molhar, dobrar, rasgar, manchar ou, de qualquer modo, danificar o seu Cartão de Respostas, sob pena de arcar com os prejuízos advindos da impossibilidade de realização da leitura óptica.

8.1.7. O candidato é responsável pela conferência de seus dados pessoais, em especial seu nome, seu número de inscrição, cargo/formação que optou e o número de seu documento de identidade.

8.1.8. O candidato NÃO poderá anotar seus assinalamentos (copiar suas respostas) de seu Cartão de Resposta, sob pena de ser eliminado do concurso.

8.1.9. A FBR divulgará a imagem do Cartão de Respostas dos candidatos que realizaram as provas objetivas, exceto dos candidatos eliminados na forma do subitem 9.1.11. deste edital, no dia 20 de Agosto de 2013, com seus assinalamentos que poderá ser impresso, sendo entretanto acessado somente pelo candidato mediante sua senha de acesso.

8.1.10. O Conteúdo Programático está disponível no Anexo IV.

8.2. Da Etapa de Avaliação de Títulos (AT)

8.2.1. Todos os candidatos aos cargos/formação de Profissional de Nível Superior deverão entregar cópia simples dos documentos a serem considerados para a Avaliação de Títulos (AT), conforme Anexo V, no mesmo dia e local de realização da Prova Objetiva.

8.2.1.1. O candidato que não apresentar as cópias simples dos documentos para a Avaliação de Títulos, no prazo estabelecido no subitem 8.2.1. deste Edital, receberá nota 0 (zero) na Avaliação de Títulos.

8.2.1.2. As cópias dos documentos encaminhadas para a Avaliação de Títulos fora do prazo estabelecido no subitem 8.2.1. deste Edital não serão analisadas.

8.2.1.3. Não serão pontuadas as cópias dos documentos relacionados aos pré-requisitos do cargo/formação.

8.2.2. Serão selecionados para a Avaliação de Títulos os candidatos classificados dentro do número de vagas para pronta contratação mais as vagas de cadastro de reserva sendo aproveitados os candidatos empatados na última nota do total geral da linha de corte.

8.2.3. Os candidatos que não selecionados na fase preliminar para a Avaliação de Títulos, mesmo que aprovados na prova objetiva não serão aproveitados sendo eliminados do concurso público.

8.2.4. As cópias dos documentos entregues não precisarão estar autenticadas em cartório. As cópias dos documentos entregues não serão devolvidas.

8.2.5. A Avaliação de Títulos será feita de acordo com os critérios estabelecidos neste item e no Anexo V deste Edital.

8.2.6. Para a comprovação da conclusão do curso de pós-graduação Stricto Sensu em nível de mestrado ou doutorado, será aceito o diploma ou certificado/ declaração (este último acompanhado obrigatoriamente de histórico escolar que permita identificar o número de créditos obtidos, as disciplinas cursadas e a indicação do resultado do julgamento da dissertação ou tese) de conclusão do curso.

8.2.7. Para a comprovação da conclusão do curso de pós-graduação Lato Sensu, será aceito o certificado de conclusão do curso, nos moldes do Artigo 7º da Resolução CNE/CES no 01/07, de 08 de Junho de 2007.

8.2.7.1. Caso o certificado não contenha as informações definidas pela resolução citada no subitem anterior, será aceita uma declaração da instituição (a declaração deverá ser emitida em papel timbrado e com o carimbo de CNPJ da instituição responsável pelo curso) informando que o curso atende as exigências da referida resolução, anexando a esta, obrigatoriamente, o histórico escolar que permita identificar a quantidade total de horas do curso, as disciplinas cursadas e a indicação da aprovação ou não no curso, contendo inclusive o resultado do trabalho final ou monografia.

8.2.7.2. Não será considerado como curso de pós-graduação Lato Sensu o curso de pós-graduação Stricto Sensu em nível de mestrado ou doutorado cujas disciplinas estejam concluídas e o candidato ainda não tenha realizado a dissertação ou tese, ou obtido o resultado do julgamento das mesmas.

8.2.8. Todos os documentos deverão ser oriundos de instituições reconhecidas pelo MEC ou devem ser registrados pelo MEC, conforme o caso.

8.2.9. Os documentos relativos a cursos realizados no exterior só serão considerados quando atendida a legislação nacional aplicável.

8.2.10. Somente serão aceitos certificados/declarações das instituições referidas nos subitens anteriores nas quais seja possível efetuar a identificação das mesmas e constem de todos os dados necessários à sua perfeita comprovação.

8.2.11. O mesmo diploma ou certificado/declaração será considerado uma única vez.

8.2.12. A comprovação de tempo de serviço será feita por meio da apresentação de:

a) Para contratados pela CLT (por tempo indeterminado): cópia simples da Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS (folha de identificação onde constam número, foto e série, folha da identificação civil e folha onde constam os contratos de trabalho) e acompanhada obrigatoriamente de declaração do empregador, em papel timbrado e com o CNPJ, onde conste claramente a identificação do serviço realizado (contrato), o período inicial e o final (de tanto até tanto ou de tanto até a data atual, quando for o caso) do mesmo e descrição das atividades executadas e cópia simples dos documentos relacionados como pré-requisitos que comprove estar habilitado para o exercício da profissão (diploma, certificado de conclusão, etc);

b) Para servidores/empregados públicos: cópia simples de certidão de tempo de serviço ou declaração (em papel timbrado e com o CNPJ e nome e registro de quem assina), no caso de órgão público/empresa pública, informando claramente o serviço realizado, o período inicial e final (de tanto até tanto ou de tanto até a data atual, quando for o caso) e acompanhada obrigatoriamente de declaração do órgão/empresa pública, em papel timbrado e com o CNPJ, onde conste claramente a identificação do serviço realizado, o período inicial e o final (de tanto até tanto ou de tanto até a data atual, quando for o caso) do mesmo com descrição das atividades executadas e cópia simples dos documentos relacionados como pré-requisitos que comprove estar habilitado para o exercício da profissão (diploma, certificado de conclusão, etc);

c) Para prestadores de serviço com contrato por tempo determinado: cópia simples do contrato de prestação de serviços ou contrato social ou cópia simples do contra-cheque (demonstrando claramente o período inicial e final de validade no caso destes dois últimos) e acompanhado obrigatoriamente de declaração do contratante ou responsável legal, onde consta claramente o local onde os serviços foram prestados, a identificação do serviço realizado, o período inicial e final (de tanto até tanto ou de tanto até a data atual, quando for o caso) do mesmo e descrição das atividades executadas e cópia dos documentos relacionados como pré-requisitos que comprove estar habilitado para o exercício da profissão (diploma, certificado de conclusão, etc);

d) Para autônomo: cópia simples do contra cheque ou recibo de pagamento de autônomo – RPA (cópia do RPA referente ao mês de início de realização do serviço e ao mês de término de realização do serviço) referente ao mês de início de realização do serviço e ao mês de término de realização do serviço e acompanhada obrigatoriamente de declaração da cooperativa ou empresa responsável pelo fornecimento da mão de obra, em papel timbrado com o CNPJ, onde consta claramente o local onde os serviços foram prestados, a identificação do serviço realizado, o período inicial e final (de tanto até tanto ou de tanto até a data atual, quando for o caso) do mesmo e descrição das atividades executadas e cópia simples dos documentos relacionados como pré-requisitos que comprove estar habilitado para o exercício da profissão (diploma, certificado de conclusão, etc).

8.2.13. Os documentos relacionados no subitem 8.2.12. deste Edital, opções “a”, “b” e “d”, deverão ser emitidos pelo setor de pessoal ou recursos humanos ou por outro setor da empresa, devendo estar devidamente datados e assinados, sendo obrigatória a identificação do cargo/formação e da pessoa responsável pela assinatura.

8.2.14. Os documentos relacionados no subitem 8.2.12. deste Edital que fazem menção a períodos deverão permitir identificar claramente o período inicial e final da realização do serviço, não sendo assumido implicitamente que o período final seja a data atual.

8.2.15. Serão desconsiderados os documentos relacionados nos subitens 8.2.12., 8.2.13. e 8.2.14. que não contenham todas as informações relacionadas e/ou não permitam uma análise precisa e clara da experiência profissional do candidato.

8.2.16. Não será aceito como experiência profissional o tempo de estágio, de bolsa de estudo ou de monitoria.

8.2.17. Cada título será considerado uma única vez (para todos os tipos de categoria de títulos descritos no Anexo V).

8.2.18. Para efeito do cômputo de pontuação relativa a tempo de experiência não será considerada mais de uma pontuação no mesmo período.

8.3. Da Etapa de Avaliação Física (AF)

8.3.1. Serão convocados para a Avaliação Física (AF) os candidatos aos cargos/formação de Profissional de Nível Médio Operacional e ao cargo/formação de Profissional de Nível Médio Suporte, com formação no curso de Eletricista, considerados aprovados na etapa de provas objetivas e que estejam classificados e selecionados dentro do número de vagas para contratação imediata mais a quantidade de vagas de cadastro de reserva, acrescidos em 50% (cinquenta), mais os candidatos empatados na última nota da linha de corte.

8.3.2. Os candidatos aos cargos/formação de Profissional de Nível Médio Operacional e ao cargo/formação de Profissional de Nível Médio Suporte, com formação no curso de eletricista, convocados para a Avaliação Física deverão apresentar Atestado Médico, emitido por um médico com especialidade, preferencialmente, em cardiologia ou medicina esportiva, podendo ser datado, no máximo, com 90 (noventa) dias que antecederem a data especificada para a realização da Avaliação Física. O Atestado Médico deve especificar que o candidato “ESTÁ APTO PARA REALIZAR OS ESFORÇOS FÍSICOS PREVISTOS NO SUBITEM 8.3.3. DO EDITAL Nº. 001/2013 DO CONCURSO PÚBLICO DA ELETROBRAS AMAZONAS ENERGIA ”

8.3.2.1. O atestado a ser apresentado deve vir acompanhado por exame de eletrocardiograma e Laudo Médico. Os documentos devem estar em nome do candidato (Laudo Médico e Exame de Eletrocardiograma) com a data em que foi realizado, nome do médico, CRM do mesmo e assinatura com o respectivo carimbo.

8.3.2.2. O Atestado Médico, com o Laudo e o Exame eletrocardiograma, deverá ser entregue no ato do credenciamento e verificação das condições para participação no teste físico, sendo retido junto com sua ficha de Avaliação Física (não será devolvido).

8.3.2.3. O candidato que não apresentar o atestado médico ou apresentar atestado médico em desacordo com o estabelecido no item 8.3. será considerado eliminado no Concurso Público.

8.3.3. A Avaliação Física consistirá na realização de teste de esforço físico composto pelos exercícios físicos descritos conforme abaixo, cada um dos quais de caráter eliminatório.

Exercícios

Candidatos do Sexo Masculino

Candidatos do Sexo Feminino

Tempo

Tentativas

Índice mínimo p/ aprovação

Índice mínimo p/ aprovação

I

Impulsão Horizontal

1,70 m ou mais

1,20 m ou mais

Livre

Duas

II

Flexão de Braços na Barra Fixa

3 (três) repetições

Livre

Duas

III

Flexão Isométrica na Barra Fixa

10 (dez) segundos em suspensão

10 (dez) segundos

Duas

IV

Flexão Abdominal

22 (vinte e duas) ou mais repetições

19 (dezenove) ou mais repetições

1 (um) minuto

Duas

V e VI

Teste de apoio de frente sobre o Solo

20 (vinte) ou mais repetições

15 (quinze) ou mais repetições

Livre

Uma

VII

Corrida em 12 min.

2.100 m ou mais

1.700 m ou mais

12 (doze) minutos

Uma

8.3.3.1. Descrição dos Testes:

8.3.3.1.1. Impulsão Horizontal (Masculino/Feminino)

8.3.3.1.1.1. A metodologia para preparação e execução do exercício consistirá em:

a) posição inicial: em pé, parado, com os pés paralelos entre si e atrás da linha de medição inicial marcada no solo, sem tocá-la;

b) execução: quando autorizado, o candidato saltará à frente, devendo ultrapassar, com os dois pés, a distância mínima exigida demarcada sobre o solo.

8.3.3.1.2. Não será permitido ao candidato:

a) qualquer tipo de ajuda física;

b) utilizar equipamento, aparelho ou material de auxílio à impulsão.

8.3.3.1.3. O candidato invalidará o salto caso pise nas linhas demarcatórias, não sendo permitida outra tentativa além das previstas;

8.3.3.1.4. O local de aplicação terá superfície plana, com piso apto à prática de atividades desportivas (quadra, ginásio, etc.).

8.3.3.2. Prova de Flexão de Braços na Barra Fixa (Masculino)

8.3.3.2.1. A metodologia para preparação e execução do exercício consistirá em:

a) posição inicial: o candidato deverá dependurar-se na barra, segurando-a com as mãos em posição de pronação, mantendo seu corpo em suspensão com os membros superiores totalmente estendidos e, quando autorizado, deverá iniciar a execução;

b) execução: após assumir a posição inicial, o avaliado deverá elevar seu corpo até que o queixo ultrapasse o nível da barra, retornando a posição inicial, sendo assim, considerado um movimento completo.

8.3.3.2.2. Não será permitido ao candidato:

a) qualquer movimento pendular do quadril ou pernas, com o objetivo de auxiliar o exercício;

b) tocar com o(s) pé(s) no solo após o início do exercício;

c) utilizar luvas ou qualquer outro artifício para proteção das mãos;

d) apoiar o queixo na barra.

8.3.3.2.3. Somente será validado o exercício executado corretamente.

8.3.3.3. Prova de Flexão Isométrica na Barra Fixa (Feminino)

8.3.3.3.1. A metodologia para preparação e execução do exercício consistirá em:

a) posição inicial: a candidata deverá dependurar-se na barra, segurando-a com as mãos em posição de pronação ou supinação, mantendo seus braços flexionados e o queixo acima da parte superior da barra, podendo receber ajuda para atingir esta posição;

b) execução: após assumir a posição inicial, o avaliador inicia, imediatamente, a cronometragem do tempo, devendo a candidata permanecer na posição até expirar o tempo mínimo necessário.

8.3.3.3.2. Não será permitido à candidata:

a) utilizar luvas ou qualquer outro artifício para proteção das mãos;

b) após o início da cronometragem, receber qualquer tipo de ajuda física;

c) ceder à sustentação, deixando o queixo ficar abaixo da parte superior da barra, antes do tempo mínimo necessário;

d) apoiar o queixo na barra.

8.3.3.3.3. Somente será validado o exercício executado corretamente.

8.3.3.4. Flexão Abdominal (Masculino/Feminino)

8.3.3.4.1. A metodologia para preparação e execução do exercício consistirá em:

a) posição inicial: o candidato na posição deitada em decúbito dorsal, com as pernas unidas e estendidas e braços estendidos atrás da cabeça, tocando o solo;

b) execução: ao comando determinado para iniciar, o candidato flexionará simultaneamente o tronco e membros inferiores na altura do quadril, lançando os braços à frente de modo que a sola dos pés se apóie totalmente no solo e a linha dos cotovelos coincida com a linha dos joelhos e, em seguida, voltará à posição inicial (decúbito dorsal), completando uma repetição.

8.3.3.4.2. Deverá ser realizado o número mínimo de repetições, do correto movimento descrito, dentro do tempo determinado.

8.3.3.4.3. Os movimentos incompletos não serão contabilizados.

8.3.3.5. Teste de Apoio de Frente Sobre o Solo (Masculino)

8.3.3.5.1. A metodologia para preparação e execução do teste levará em consideração as seguintes orientações:

a) Posição inicial: o candidato deverá ficar na posição de quatro apoios – as duas mãos no prolongamento dos ombros com os dedos voltados para frente e os dois pés unidos apoiados no solo com o corpo em extensão e os cotovelos estendidos.

b) Ao comando “em posição, iniciar”, o candidato deverá realizar a flexão dos cotovelos até que estes fiquem ao nível dos ombros, mantendo a coluna reta e alinhada com o quadril e as pernas. Em sequência, o candidato deverá estender novamente os cotovelos, elevando seu corpo até a posição inicial.

c) O movimento completo, finalizado com retorno à posição inicial, corresponderá a uma unidade de execução.

d) Só será computada a repetição realizada completa e corretamente, começando e terminando sempre na posição inicial.

e) O movimento só será considerado completo após a total extensão dos cotovelos.

f) Durante o teste, cada candidato será acompanhado por um avaliador, que fará a respectiva contagem do número de flexões realizado corretamente.

g) Quando o exercício não atender ao previsto no Edital, o avaliador retomará a contagem da última repetição realizada corretamente.

h) A não extensão total dos cotovelos, antes do início de uma nova execução, será considerado um movimento incorreto, não sendo computada pontuação ao candidato.

i) Caso seja ultrapassado o limite máximo de 10 (dez) segundos sem que seja realizada uma tentativa completa de flexão dos braços, o teste será considerado encerrado, e o candidato será considerado reprovado no teste e consequentemente eliminado do Concurso Público.

8.3.3.6. Teste de Apoio de Frente Sobre o Solo (Feminino)

8.3.3.6.1. A metodologia para preparação e execução do teste levará em consideração as seguintes orientações:

a) Posição inicial: a candidata deverá ficar na posição de quatro apoios – as duas mãos no prolongamento dos ombros com os dedos voltados para frente e os dois joelhos unidos apoiados no solo com o corpo em extensão e os cotovelos estendidos;

b) Ao comando “em posição, iniciar”, a candidata deverá realizar a flexão dos cotovelos até que estes fiquem ao nível dos ombros, mantendo a coluna reta e alinhada com o quadril. Em sequência, a candidata deverá estender novamente os cotovelos, elevando seu corpo até a posição inicial.

c) O movimento completo, finalizado com retorno à posição inicial, corresponderá a uma unidade de execução.

d) Só será computada a repetição realizada completa e corretamente, começando e terminando sempre na posição inicial.

e) O movimento só será considerado completo após a total extensão dos cotovelos.

f) Durante o teste, cada candidata será acompanhada por um avaliador, que fará a respectiva contagem do número de flexões realizado corretamente.

g) Quando o exercício não atender ao previsto no Edital, o avaliador retomará a contagem da última repetição realizada corretamente.

h) A não extensão total dos cotovelos, antes do início de uma nova execução, será considerado um movimento incorreto, não sendo computada pontuação ao candidato.

i) Caso seja ultrapassado o limite máximo de 10 (dez) segundos sem que seja realizada uma tentativa completa de flexão dos braços, o teste será considerado encerrado, e candidato será considerado reprovado no teste e consequentemente eliminado do Concurso Público.

8.3.3.7. Corrida em 12 minutos (Masculino/Feminino)

8.3.3.7.1. A metodologia para preparação e execução do exercício consistirá em:

a) o candidato percorrer a distância mínima exigida no tempo máximo de 12 (doze) minutos;

b) o candidato durante os doze minutos poderá deslocar-se em qualquer ritmo, correndo ou caminhando, podendo, inclusive, parar e depois prosseguir.

8.3.3.7.2. O início e o término da prova se farão com um silvo longo de apito, quando o cronômetro será acionado/interrompido.

8.3.3.7.3. Não será permitido ao candidato:

a) depois de iniciado o teste, abandonar o circuito antes da liberação do examinador;

b) dar ou receber qualquer tipo de ajuda física.

8.3.3.7.4. Ao sinal de término da prova, o candidato deverá interromper a trajetória da corrida, evitando ultrapassar a linha de chegada ou abandonar a pista e aguardar sua liberação por parte do examinador. A não obediência a esta orientação acarretará na eliminação do candidato do certame.

8.3.4. Considerações Gerais:

a) Recomenda-se que o candidato, para realização dos exercícios, tenha feito sua última refeição com uma antecedência mínima de 2 (duas) horas.

b) Para a realização da Avaliação Física, o candidato deverá comparecer ao local designado com trajes adequados, a saber: calção de ginástica (ou malha, para o sexo Feminino), tênis e camiseta.

c) Ficará a cargo do candidato o aquecimento para a realização dos exercícios.

d) Os casos de alterações físicas, psíquicas ou orgânicas, mesmo que temporárias (gravidez, estados menstruais, indisposições, câimbras, contusões, luxações, fraturas, etc.), que impossibilitem a realização da Avaliação Física, na data marcada, ou diminuam ou limitem a capacidade física do candidato, não serão levados em consideração, não sendo concedido qualquer tratamento diferenciado ou adiamento da Avaliação Física.

e) O candidato que vier a acidentar-se em qualquer um dos exercícios da Avaliação Física estará automaticamente eliminado no Concurso Público, não cabendo nenhum recurso contra esta decisão.

f) O candidato que deixar de comparecer na data, local e horário estipulado ou não realizar a Avaliação Física em sua totalidade, independente do motivo, será considerado eliminado no Concurso Público.

8.3.5. O candidato não habilitado para esta etapa será eliminado do Concurso.

9. DAS CONDIÇÕES DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS

9.1. Das Condições de realização das Provas Objetivas

9.1.1. As Provas Objetivas serão realizadas no dia 18 de Agosto de 2013, nas cidades relacionadas no Anexo VI. As provas objetivas terão duração de 4 (quatro) horas, iniciando as 09 horas, horário oficial de Brasília/DF, devendo o candidato chegar com 1 (uma) hora de antecedência.

9.1.2. Os locais de prova objetiva serão informados no endereço eletrônicohttp://concursos.biorio.org.br, cabendo ao candidato acompanhar a divulgação dos mesmos.

9.1.3. O candidato deverá comparecer ao local designado para prestar as provas, munido de caneta esferográfica de tinta indelével preta ou azul e de documento oficial e original de identidade, devendo chegar com antecedência de 60 (sessenta) minutos do horário estabelecido para o fechamento dos portões de acesso ao local da Prova Objetiva;

9.1.3.1. Serão considerados documentos oficiais de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares (ex-Ministérios Militares), pelas Secretarias de Segurança, pelos Corpos de Bombeiros, pelas Polícias Militares e pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordens, Conselhos, etc.); passaporte; carteiras funcionais do Ministério Público e Magistratura; carteiras expedidas por órgão público que, por Lei Federal, valem como identidade; e Carteira Nacional de Habilitação.

9.1.3.2. Os documentos deverão estar em perfeitas condições, de forma a permitir, com clareza, a identificação do candidato e de sua assinatura.

9.1.3.2.1. O candidato será submetido à identificação especial caso seu documento oficial de identidade apresente dúvidas quanto à fisionomia ou assinatura.

9.1.3.3. O candidato que não apresentar documento oficial de identidade não realizará as provas.

9.1.3.3.1. Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar documento oficial de identidade, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá apresentar documento que comprove o registro do fato em órgão policial, expedido no máximo em 30 dias, sendo o candidato submetido à identificação especial.

9.1.4. Não haverá, sob pretexto algum, segunda chamada para as provas. O não comparecimento, qualquer que seja a alegação, acarretará a eliminação automática do candidato.

9.1.5. É vedado ao candidato prestar as provas fora do local, data e horário pré-determinados pela organização do Concurso Público.

9.1.6. Não será permitido ao candidato entrar no local de realização das provas após o horário previsto para o fechamento dos portões ou após o horário estabelecido para o seu início.

9.1.7. Não será permitido ao candidato entrar na sala de prova portando (carregando consigo, levando ou conduzindo) armas ou aparelhos eletrônicos (mp3 ou mp4, telefone celular (mesmo que desligados ou mesmo sem a fonte de energia), qualquer tipo de relógio com mostrador digital, pager, agenda eletrônica, notebook, palmtop, tablet (ipad, etc.), receptor, gravador, tocador de música (ipod, etc.), fone de ouvido, pen drive, máquina fotográfica, etc.). Caso o candidato leve alguma arma e/ou algum aparelho eletrônico, estes deverão ser entregues à Coordenação e somente serão devolvidos ao final da prova. No caso do candidato ter autorização de portar arma, este deverá procurar a coordenação para deixar sob custodia, devendo este ser responsável por desmuniciá-la e colocar em envelope de segurança que ficará na sala de coordenação até o final da prova do candidato.

9.1.7.1. A organizadora não se responsabilizará por perdas ou extravios de objetos e/ou equipamentos eletrônicos ocorridos durante a realização da prova, nem por danos neles causados.

9.1.7.2. O descumprimento do descrito no subitem 9.1.7., deste Edital, implicará na eliminação do candidato, constituindo tentativa de fraude.

9.1.8. Da Aplicação das Provas Objetivas:

9.1.8.1. Após assinar a Lista de Presença na sala de prova, o candidato receberá do fiscal o Cartão de Respostas da Prova Objetiva.

9.1.8.1.1. O candidato deverá conferir as informações contidas neste e assinar seu nome em local apropriado.

9.8.1.2. Caso o candidato identifique erros durante a conferência das informações contidas no Cartão de Respostas da Prova Objetiva, estes devem ser informados ao fiscal de sala, que procederá na anotação em campo próprio na Ata de Sala.

9.1.8.1.2.1. Não é permitida a solicitação de alteração de cargo/formação para o qual o candidato concorre e/ou o tipo de vaga escolhida (vaga de Ampla Concorrência (AC) ou vaga reservada a Pessoa com Deficiência (PCD)) e o Pólo de Opção, seja qual for o motivo alegado.

9.1.8.1.3. O candidato deverá transcrever, utilizando caneta esferográfica de tinta indelével preta ou azul, as respostas da Prova Objetiva para o Cartão de Respostas, que será o único documento válido para a correção eletrônica. O preenchimento do Cartão de Respostas será de inteira responsabilidade do candidato que deverá proceder em conformidade com as instruções contidas na capa de prova e nas instruções no cartão.

9.1.8.1.4. Em hipótese alguma haverá substituição do Cartão de Respostas por erro do candidato.

9.1.9. Da Aplicação da Avaliação Física

9.1.9.1. O candidato deverá desenvolver as tarefas e/ou procedimentos definidos, seguindo as orientações do avaliador.

9.1.9.2. Após assinar a Lista de Presença no dia/horário e local determinado para comparecimento da Avaliação Física, o candidato deverá aguardar seu encaminhamento para o local de realização do teste físico.

9.1.9.3. O Atestado Médico, com o Laudo e o Exame eletrocardiograma, deverá ser entregue no ato do credenciamento, sendo retido junto com sua ficha de Avaliação Física não sendo devolvido.

9.1.9.4. O candidato deverá realizar o teste físico conforme o estabelecido neste Edital.

9.1.10. Por motivo de segurança os procedimentos a seguir serão adotados:

a) a organizadora procederá, no ato da aplicação das provas, a coleta da impressão digital de cada candidato;

b) após ser identificado, nenhum candidato poderá retirar-se da sala de prova ou do local de espera, sem autorização e acompanhamento da fiscalização;

c) somente depois de decorrida uma hora do início das provas, o candidato poderá entregar seu Caderno de Questões (Prova) e seu Cartão de Respostas e retirar-se da sala de prova. O candidato que insistir em sair da sala de prova, descumprindo o aqui disposto, deverá assinar o Termo de Ocorrência, declarando sua desistência do Concurso Público, que será lavrado pelo Coordenador do local, sendo eliminado por desistência do concurso;

d) ao candidato não será permitido levar seu Caderno de Questões (Prova) da Prova Objetiva, pois será disponibilizado um exemplar da prova no endereço eletrônico http://concursos.biorio.org.br, no dia seguinte à realização da prova objetiva, bem como o gabarito oficial preliminar;

e) será terminantemente vedado ao candidato copiar seus assinalamentos feitos no Cartão de Respostas, a imagem do seu cartão resposta será disponibilizada no endereço eletrônicohttp://concursos.biorio.org.br, no quarto dia útil (dia 20 de Agosto de 2013) após a realização da prova;

f) ao terminar as provas o candidato entregará, obrigatoriamente, ao fiscal de sala, o seu Caderno de Questões (Prova) e o seu Cartão de Respostas, solicitando a devolução do seu documento de identidade, que se encontra em poder do fiscal de sala, porém sempre visível, desde o momento do seu ingresso na sala;

g) os três últimos candidatos deverão permanecer na sala de prova e somente poderão sair juntos do recinto, após a aposição em Ata de suas respectivas assinaturas.

9.1.11. Será eliminado do Concurso Público o candidato que:

a) chegar ao local de prova após o fechamento dos portões ou após o horário estabelecido para o início da Prova Objetiva e Avaliação Física, ou realizar as provas/avaliações em local diferente do designado;

b) durante a realização da prova, for surpreendido em comunicação com outro candidato ou pessoa não autorizada;

c) for surpreendido durante o período de realização de sua prova portando, (carregando consigo, levando ou conduzindo) armas ou aparelhos eletrônicos (mp3 ou mp4, telefone celular, qualquer tipo de relógio com mostrador digital, bip, agenda eletrônica, notebook, palm top, receptor, gravador, máquina fotográfica, etc), quer seja, na sala de prova ou nas dependências do seu local de prova;

d) utilizar-se de livros, códigos, impressos, máquinas calculadoras e similares, pagers, telefones celulares ou qualquer tipo de consulta durante o período de realização de sua prova, quer seja na sala de prova ou nas dependências do seu local de prova;

e) fizer, em qualquer documento, declaração falsa ou inexata;

f) desrespeitar membro da equipe de fiscalização, assim como o que proceder de forma a perturbar a ordem e a tranqüilidade necessária à realização da prova;

g) descumprir qualquer das instruções contidas na capa da prova;

h) não realizar a prova, ausentar-se da sala de prova ou do local de espera sem justificativa ou sem autorização, após ter assinado a Lista de Presença, portando ou não, o Cartão de Respostas;

i) não devolver o Caderno de Questões (Prova) e Cartão de Respostas;

j) deixar de assinar o Cartão de Respostas e/ou a Lista de Presença;

k) não atender às determinações do presente Edital e de seus Anexos;

l) quando, após a prova, for constatado – por meio eletrônico, estatístico, visual ou grafológico – ter o candidato se utilizado de processos ilícitos.

10. DA CLASSIFICAÇÃO, RESULTADO FINAL E HOMOLOGAÇÃO

10.1. A nota final do candidato será calculada, considerando-se que NF é a nota final, NO é a nota da Prova Objetiva, AF é a situação da Avaliação Física e AT é a nota da Avaliação de Títulos, da seguinte forma:

a) Para os candidatos aos cargos de Profissional de Nível Médio Operacional, todas as formações, e para o cargo de Profissional de Nível Médio Suporte, com formação Curso de Eletricista:

NF [Nota Final] = NO [Nota da Prova Objetiva] e AF [situação da Avaliação da Física]

b) Para os candidatos aos cargos/formação de Profissional de Nível Médio Suporte, exceto o cargo com formação curso Eletricista:

NF [Nota Final] = NO [Nota da Prova Objetiva]

c) Para os candidatos aos cargos/formação de Profissional de Nível Superior (todos):

NF [Nota Final] = NO [Nota da Prova Objetiva] + AT [Nota da Avaliação de Títulos]

10.2. Os candidatos considerados aprovados, segundo os critérios estabelecidos no Anexo III deste Edital, serão ordenados e classificados segundo a ordem decrescente da nota final, conforme o cargo/formação e o tipo de vaga (vaga de Ampla Concorrência (AC) ou vaga reservada à Pessoa com Deficiência (PCD)) para o qual concorreu por Pólo de Opção.

10.3. Em caso de igualdade na nota final, para fins de classificação, para todos os cargos/formação, na situação em que nenhum dos candidatos empatados possua idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, completos até o último dia de inscrição, o desempate se fará da seguinte forma:

1º) maior pontuação na Prova Objetiva;

2º) maior pontuação nas questões da Disciplina de Conhecimento Específicos da Prova Objetiva;

3º) maior pontuação nas questões da Disciplina de Língua Portuguesa da Prova Objetiva;

4º) maior pontuação nas questões da Disciplina de Raciocínio Lógico da Prova Objetiva; e,

5º) maior idade.

10.4. Em caso de igualdade na nota final, para fins de classificação, para todos os cargos/formação, na situação em que pelo menos um dos candidatos empatados possua idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, completos até o último dia de inscrição, o desempate se fará da seguinte forma:

1º) maior idade dentre os de idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos;

2º) maior pontuação na Prova Objetiva;

3º) maior pontuação nas questões da Disciplina de Conhecimento Específicos da Prova Objetiva;

4º) maior pontuação nas questões da Disciplina de Língua Portuguesa da Prova Objetiva;

5º) maior pontuação nas questões da Disciplina de Raciocínio Lógico da Prova Objetiva; e,

6º) maior idade.

11. DOS RECURSOS ADMINISTRATIVOS

11.1. Serão disponibilizados na página formulários eletrônicos para cada um dos recursos administrativos previstos e relacionados aos eventos que só ficarão disponíveis no intervalo de dias, sempre das 09 horas do primeiro até as 23:59 do último dia previsto no edital.

11.2. Serão permitidos recursos contra a Relação Preliminar da Isenção de Taxa, contra a Relação Preliminar de Candidatos Inscritos, Contra as Questões das Provas Objetivas, Contra a Nota Preliminar da correção das Provas Objetivas, Contra a Nota Preliminar da Avaliação de Títulos e Contra o Resultado Preliminar da Avaliação Física.

11.2.1. No caso da Prova Objetiva, admitir-se-á um único recurso, por questão, para cada candidato, relativamente ao gabarito, à formulação ou ao conteúdo das questões, desde que devidamente fundamentado e instruído com material bibliográfico.

11.2.1.1. Após o julgamento dos recursos interpostos, os pontos correspondentes às questões, porventura anuladas, serão atribuídos a todos os candidatos.

11.3. O Formulário para Recurso poderá ser encontrado no endereço eletrônico:http://concursos.biorio.org.br.

11.4. No caso dos recursos administrativos para os eventos de Relação Preliminar de Candidatos Isentos, Relação Preliminar de Candidatos Inscritos, Contra a Nota Preliminar da correção das Provas Objetivas, Contra a Nota Preliminar da Avaliação de Títulos e Contra o Resultado Preliminar da Avaliação Física, admitir-se-á um único formulário de recurso.

11.5. Será indeferido liminarmente o pedido de recurso apresentado fora do prazo e da forma diferenciada dos estipulados neste Edital.

11.6. A decisão final da Banca Examinadora será soberana e irrecorrível, não existindo desta forma recurso contra resultado de recurso.

12. DA COMPROVAÇÃO DE REQUISITOS E CONTRATAÇÃO

12.1. O candidato aprovado e classificado até o limite das vagas definidas para este Concurso Público, será convocado através do endereço eletrônico da FBR: http://concursos.biorio.org.bre na página da Eletrobras Amazonas Energia S/A e pela empresa, e sendo enviada correspondência por Telegrama ou Carta com Aviso de Recebimento (AR), cabendo ao candidato acompanhar a divulgação dos resultados.

12.2. Os candidatos que não compareceram no primeiro chamamento serão contatados, pela Eletrobras Amazonas Energia S/A, por uma segunda convocação por Telegrama ou Carta com Aviso de Recebimento (AR).

12.3. O não comparecimento do candidato e/ou o não atendimento a todos os pré-requisitos associados ao cargo/formação, no prazo estabelecido pela Eletrobras Amazonas Energia, resultará na sua eliminação do Concurso.

12.4. Não será contratado o candidato que deixar de comprovar qualquer um dos requisitos para sua contratação no cargo/formação, estabelecidos no item 4, deste Edital.

12.5. As despesas decorrentes da participação em todas as etapas e procedimentos do concurso de que trata este Edital, correrão por conta dos candidatos, os quais não terão direito a ressarcimento de despesas de qualquer natureza.

12.6. Não serão aceitos protocolos dos documentos exigidos.

13. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

13.1. O candidato poderá obter informações e orientações sobre o Concurso Público, tais como Editais, Manual do Candidato, pedido de isenção de taxa, processo de inscrição, local de prova, gabaritos, notas das Provas Objetivas, Resultado da Avaliação Física, resultados dos recursos e resultado final na página do Concurso no endereço eletrônico http://concursos.biorio.org.br ou pela Central de Atendimento da FBR, das 9h às 18h, pelo telefone (21) 3525-2480 e pelo telefone (92) 3086-2618.

13.2. Todas as publicações oficiais referentes ao Concurso Público de que trata este Edital serão feitas no Diário Oficial da União (DOU).

13.3. Durante a execução do concurso, não serão fornecidos atestados, certificados ou certidões, relativos à classificação ou notas de candidatos, valendo para tal fim os resultados publicados no Diário Oficial da União (DOU).

13.4. Não serão fornecidos atestados, cópia de documentos, certificados ou certidões relativos a notas de candidatos faltosos/reprovados/eliminados.

13.5. A legislação e alterações em dispositivos legais e normativos, com entrada em vigor após 31 de Maio de 2013, não serão objeto de avaliação nas provas deste Concurso Público.

13.6. Os candidatos classificados, excedentes às vagas ofertadas, serão mantidos em cadastro reserva durante o prazo de validade do Concurso Público e poderão ser contratados em função da disponibilidade de vagas.

13.7. Para os candidatos aprovados e classificados no Cadastro de Reserva do Concurso Público não é assegurado o direito de ingresso automático no cargo/formação, mas apenas a expectativa de ser nele contratado segundo a ordem classificatória, ficando a concretização deste ato condicionada à oportunidade e conveniência da Administração, a qual se reserva o direito de proceder às contratações, em número que atenda ao seu interesse e às suas necessidades.

13.8. Os candidatos em cadastro de reserva que se declararam como pessoas com deficiência, optando por concorrer nas duas listas de Ampla Concorrência (AC) e vagas Reservadas a Pessoas com Deficiência (PCD), serão chamados obedecendo, dentro do prazo de validade do concurso, na proporção de 5% (cinco por cento) serão providas na forma do Decreto nº 3.298/99, de 20 de Dezembro de 1999, e suas alterações, para as vagas que surgirem. As convocações estarão sujeitas às orientações oriundas de fiscalizações realizadas pelo Ministério do Trabalho.

13.9. Não havendo candidatos aprovados para as vagas de preenchimento imediato, em determinada localidade (conforme Pólo de Opção/Município/Localidade de Abrangência) poderá haver eventual remanejamento do candidato aprovado para outra localidade objetivando atender necessidade da empresa;

13.10. Os candidatos convocados para contratação, após comprovarem os requisitos previstos no Anexo I, e da realização do Exame Médico, serão informados do Município/Localidade de Abrangência onde serão lotados, de acordo com a exclusiva conveniência da empresa. Caso o candidato aprovado não aceite, por qualquer motivo, ficar lotado e laborar no Município/Localidade designado, ter-se-á por imediata sua desistência da vaga e do cargo/formação/pólo de opção para o qual prestou concurso e foi aprovado, lavrando-se Termo de Desistência, assinado pelo ex-candidato e/ou por duas testemunhas, caso este se recuse a assinar. Aceitando a designação, será lavrado Termo de Concordância, assinado pelo candidato, indicando a alocação do Pólo de Opção para o Município onde foi disponibilizada a vaga.

13.11. Ao ser convocado, o candidato que não residir em Manaus arcará com todo custo de seu deslocamento durante o processo de contratação.

13.12. O prazo de validade deste concurso será de 01 (um) ano, contado a partir da data da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado ou não por igual período, a critério da Administração.

13.13. Após a homologação do resultado final do concurso, o candidato aprovado e classificado neste Concurso Público deverá manter atualizado seu endereço e telefone junto à Eletrobras Amazonas Energia, no Departamento de Gestão de Pessoas – DGP, Av. Sete de Setembro, 2.414, Cachoeirinha – Manaus – AM – CEP 69.065-170, das 9h às 17h (Hora do fuso horário do Estado do Amazonas), devendo o candidato comparecer ou enviar por SEDEX os documentos que comprovem a alteração. Serão de exclusiva responsabilidade do candidato os prejuízos decorrentes da não-atualização dessas informações.

13.14. Incorporar-se-ão a este Edital, para todos os efeitos, quaisquer editais complementares, avisos e convocações, relativos a este Concurso Público, que forem publicados pela Eletrobras Amazonas Energia.

13.15. Os casos omissos serão resolvidos conjuntamente pela Eletrobras Amazonas Energia e pela Fundação BIO-RIO, no que tange à realização deste Concurso Público.

Manaus, 04 de Junho de 2013.

Luís Hiroshi Sakamoto
Diretor de Gestão

Anexo I – Tabela de Requisitos, Vagas, Jornada de Trabalho e Salário

Cargo

Formação

Requisitos Exigidos

Salário Básico Inicial

Vagas

CR

AC

PCD

Profissional de Nível Superior Administração Diploma de Graduação Concluída (bacharelado) e Registro no Conselho de Classe

R$ 3.901,46

3

0

100

Profissional de Nível Superior Arquivologia Diploma de Graduação Concluída (bacharelado) e Registro no Conselho de Classe

R$ 3.901,46

1

0

50

Profissional de Nível Superior Ciências Contábeis Diploma de Graduação Concluída (bacharelado) e Registro no Conselho de Classe

R$ 3.901,46

2

0

100

Profissional de Nível Superior Ciências da Computação ou/ Tecnologia em Redes de Computadores ou/ Tecnologia em Processamento de Dados – Ênfase na área de Infra-estrutura de Redes e Suporte Técnico de Informática Diploma de Graduação Concluída e Registro no Conselho de Classe (se for o caso de acordo com a formação) com atuação na área de Infra-estrutura de Redes e Suporte Técnico de Informática

R$ 3.901,46

3

0

50

Profissional de Nível Superior Ciências da Computação ou/ Tecnologia em Redes de Computadores ou/ Tecnologia em Processamento de Dados – Ênfase em Banco de Dados Diploma de Graduação Concluída e Registro no Conselho de Classe (se for o caso de acordo com a formação) com atuação na área de Sistemas de Informação e Administração de Banco de Dados

R$ 3.901,46

2

0

50

Profissional de Nível Superior Ciências da Computação ou/ Análise de Sistemas ou/ Sistemas de Informação ou/ Tecnologia em Processamento de Dados – Ênfase em Governança Diploma de Graduação Concluída e Registro no Conselho de Classe (se for o caso de acordo com a formação)

R$ 3.901,46

1

0

50

Profissional de Nível Superior Ciências Econômicas Diploma de Graduação Concluída (bacharelado) e

Registro no Conselho de Classe

R$ 3.901,46

1

0

50

Profissional de Nível Superior Direito Diploma de Graduação Concluída (bacharelado) em Direito e Registro no Conselho de Classe

R$ 3.901,46

2

0

50

Profissional de Nível Superior Engenharia Ambiental Diploma de Graduação Concluída (bacharelado) e

Registro no Conselho de Classe, Carteira Nacional de Habilitação na categoria B

R$ 5.815,23

1

0

50

Profissional de Nível Superior Engenharia Civil Diploma de Graduação Concluída (bacharelado), Registro no Conselho de Classe, Carteira Nacional de Habilitação na categoria B

R$ 5.815,23

1

0

50

Profissional de Nível Superior Engenharia Elétrica Diploma de Graduação Concluída (bacharelado), Registro no Conselho de Classe, Carteira Nacional de Habilitação na categoria B

R$ 5.815,23

6

1

150

Profissional de Nível Superior Engenharia Mecânica Diploma de Graduação Concluída (bacharelado), Registro no Conselho de Classe, Carteira Nacional de Habilitação na categoria B

R$ 5.815,23

1

0

50

Profissional de Nível Médio Operacional Técnico em Segurança do Trabalho Diploma/ Certificado de Conclusão de Ensino Médio e Certificado de Conclusão em Curso Técnico em Segurança do Trabalho com Registro no Ministério do Trabalho, Carteira Nacional de Habilitação na categoria B

R$ 1976,93

1

0

50

Profissional de Nível Médio Operacional Técnico em Eletrotécnica Diploma/ Certificado de Conclusão de Ensino Médio e Certificado de Conclusão em Curso Técnico em Eletrotécnica, Registro no Conselho de Classe, Carteira Nacional de Habilitação na categoria B

R$ 1.976,93

8

0

400

Profissional de Nível Médio Operacional Técnico em Telecomunicações Diploma/ Certificado de Conclusão de Ensino Médio e Certificado de Conclusão em Curso Técnico de Telecomunicações, Registro no Conselho de Classe, Carteira Nacional de Habilitação na categoria B

R$ 1.976,93

1

0

50

Profissional de Nível Médio Suporte Eletricista Diploma/ Certificado de Conclusão de Ensino Médio e Certificado de Conclusão em Curso de Eletricista de Rede de Distribuição, com carga horária mínima de 90 horas/aula devidamente reconhecido pelo MEC, Carteira Nacional de Habilitação na categoria B

R$ 1.809,19

7

0

400

Profissional de Nível Médio Suporte Ensino Médio Diploma/ Certificado de Conclusão de Ensino Médio

R$ 1.809,19

8

3

400

Profissional de Nível Médio Suporte Técnico em Informática Diploma/ Certificado de Conclusão de Ensino Médio e Certificado de Conclusão em Curso Técnico em Informática para atuação na área de Infra-estrutura de Redes e Suporte Técnico de Informática

R$ 1.809,19

1

0

50

Total de Vagas

54

2.200

* Os cargos que compõe o quadro de Vagas deste Anexo I, serão preenchidas, de acordo com a necessidade da empresa para o Pólo de Opção, para qualquer um dos Municípios/Localidades de Abrangência descritos no Anexo II.

Anexo II – Tabela de Distribuição de Vagas por Pólo de Opção

Macropolo

Pólo de Opção

Municípios/Localidades de Abrangência

Código

Cargo

Formação

Vagas

PCD

Total de Vagas

CR

1º Regional: Médio e Baixo Amazonas Parintins Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Caburi, Cametá, Itapeaçu, Maués, Mocambo, Nhamundá, Parintins, Pedras, Vila Amazônia, Vila Augusto Montenegro, Zé Açu. ERD24 Profissional de Nível Médio Suporte Eletricista

1

0

1

50

Itacoatiara/ Parintins Itacoatiara, Itapiranga, Lindóia, Novo Remanso, Rio Preto da Eva, Santana, São Sebastião do Uatumã, Silves, Urucurituba, Urucará, Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Caburi, Cametá, Itapeaçu, Maués, Mocambo, Nhamundá, Parintins, Pedras,Vila Amazônia, Vila Augusto Montenegro, Zé Açu. EMD30 Profissional de Nível Médio Suporte Ensino Médio

1

0

1

50

TET16 Profissional de Nível Médio Operacional Técnico em Eletrotécnica

1

0

1

50

2º Regional: Rio Negro e Baixo Solimões Manacapuru Anamã, Anori, Arara, Autazes, Beruri, Caapiranga, Campinas, Careiro da Várzea, Castanho, Caviana, Iranduba, Jacaré, Manacapuru, Manaquiri, Nova Olinda do Norte, Novo Céu, Parauá, Sacambu, Tuiué, Vila Urucurituba ERD25 Profissional de Nível Médio Suporte Eletricista

1

0

1

50

Manacapuru / São Gabriel da Cachoeira Anamã, Anori, Arara, Autazes, Beruri, Caapiranga, Campinas, Careiro da Várzea, Castanho, Caviana, Iranduba, Jacaré, Manacapuru, Manaquiri, Nova Olinda do Norte, Novo Céu, Parauá, Sacambu, Tuiué, Vila Urucurituba, Barcelos, Carcoeiro, Cucuí, Iauretê, Moura, Novo Airão, Santa Izabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira. EMD31 Profissional de Nível Médio Suporte Ensino Médio

1

0

1

50

TET17 Profissional de Nível Médio Operacional Técnico em Eletrotécnica

1

0

1

50

3º Regional: Rio Madeira / Purus / Juruá Humaitá Apuí, Auxiliadora, Axinim, Borba, Humaitá, Manicoré, Novo Aripuanã, Sucunduri. ERD26 Profissional de Nível Médio Suporte Eletricista

1

0

1

50

Eirunepé Carauari, Eirunepé, Envira, Ipixuna, Itamarati, Juruá, Matupi ERD27 Profissional de Nível Médio Suporte Eletricista

1

0

1

50

Humaitá/ Boca do Acre/ Eirunepé Apuí, Auxiliadora, Axinim, Borba, Humaitá, Manicoré, Novo Aripuanã, Sucunduri, Belo Monte, Boca do Acre, Canutama, Lábrea, Pauini, Tapauá, Carauari, Eirunepé, Envira, Ipixuna, Itamarati, Juruá, Matupi. EMD32 Profissional de Nível Médio Suporte Ensino Médio

1

0

1

50

TET18 Profissional de Nível Médio Operacional Técnico em Eletrotécnica

1

0

1

50

4º Regional: Médio Solimões Coari/ Tefé Alvarães, Caiambé, Coari, Codajás, Fonte Boa, Japurá, Jutaí, Limoeiro, Maraã, Murituba, Tefé Uarini, Vila Bitencourt. TET19 Profissional de Nível Médio Operacional Técnico em Eletrotécnica

1

0

1

50

ERD28 Profissional de Nível Médio Suporte Eletricista

1

0

1

50

EMD33 Profissional de Nível Médio Suporte Ensino Médio

1

0

1

50

5º Regional: Alto
Solimões
Tabatinga/ Benjamin Constant Amaturá / Atalaia do Norte / Belém do Solimões / Benjamin Constant/ Betânia / Estirão do Equador / Feijoal / Ipiranga / Palmeiras / Santa Rita do Well / Santo Antônio do Içá / São Paulo de Olivença Tabatinga / Tonantins. TET20 Profissional de Nível Médio Operacional Técnico em Eletrotécnica

1

0

1

50

ERD29 Profissional de Nível Médio Suporte Eletricista

1

0

1

50

EMD34 Profissional de Nível Médio Suporte Ensino Médio

1

0

1

50

Manaus Manaus Manaus/ Balbina/ Presidente Figueiredo ADM01 Profissional de Nível Superior Administração

2

0

2

50

ARQ02 Profissional de Nível Superior Arquivologia

1

0

1

50

CON03 Profissional de Nível Superior Ciências Contábeis

1

0

1

50

ARS05 Profissional de Nível Superior Ciências da Computação ou/ Análise de Sistemas ou/ Sistemas de Informação ou/ Tecnologia em Processamento de Dados – Ênfase em Infra-estrutura de Redes e Suporte Técnico em Informática

3

0

3

50

ABD06 Profissional de Nível Superior Ciências da Computação ou/ Tecnologia em Redes
de Computadores ou/ Tecnologia em Processamento de Dados – Ênfase em Banco de Dados

2

0

2

50

CEC07 Profissional de Nível Superior Ciências Econômicas

1

0

1

50

DIR08 Profissional de Nível Superior Direito

2

0

2

50

ERD37 Profissional de Nível Médio Suporte Eletricista

1

0

1

100

EAB09 Profissional de Nível Superior Engenharia Ambiental

1

0

1

50

ECV10 Profissional de Nível Superior Engenharia Civil

1

0

1

50

EEL12 Profissional de Nível Superior Engenharia Elétrica

2

0

2

100

EMC14 Profissional de Nível Superior Engenharia Mecânica

1

0

1

50

EMD35 Profissional de Nível Médio Suporte Ensino Médio

2

3

5

100

TET21 Profissional de Nível Médio Operacional Técnico em Eletrotécnica

1

0

1

100

TIN36 Profissional de Nível Médio Suporte Técnico em Informática

1

0

1

50

TST15 Profissional de Nível Médio Operacional Técnico em Segurança do Trabalho

1

0

1

50

TTL23 Profissional de Nível Médio Operacional Técnico em Telecomunicações

1

0

1

50

Brasília Brasília Brasília ADM38 Profissional de Nível Superior Administração

1

0

1

50

CON40 Profissional de Nível Superior Ciências Contábeis

1

0

1

50

AST04 Profissional de Nível Superior Ciências da Computação ou/ Análise de Sistemas ou/ Sistemas de Informação ou/ Tecnologia em Processamento de Dados – Ênfase em Governança

1

0

1

50

EEL13 Profissional de Nível Superior Engenharia Elétrica

4

1

5

50

EMD39 Profissional de Nível Médio Suporte Ensino Médio

1

0

1

50

TET22 Profissional de Nível Médio Operacional Técnico em Eletrotécnica

2

0

2

50

Total de vagas por Pólo de Opção

50

4

54

2.200

Anexo III – Quadro de Etapas

Cargo

Tipo de Etapa

Disciplina

Total de
Questões

Pontos por Questão

Mínimo de Pontos Exigido

Na disciplina

No Total da Prova

Profissional de Nível Superior (Todos, exceto para as formações de: Ciências da Computação ou/ Tecnologia em Redes de Computadores ou/ Tecnologia em Processamento de Dados) Prova Objetiva Língua Portuguesa

10

01

04

42,0

Raciocínio Lógico

10

01

04

Conhecimentos de Informática

10

01

04

Legislação do Setor Elétrico

05

01

01

Conhecimentos Específicos

25

02

20

Avaliação de Títulos Veja Anexo V

20,0

Profissional de Nível Superior para as formações de: Ciências da Computação ou/ Tecnologia em Redes de Computadores ou/ Tecnologia em Processamento de Dados Prova Objetiva Língua Portuguesa

10

01

04

47,0

Raciocínio Lógico

10

01

04

Legislação do Setor Elétrico

05

01

02

Conhecimentos Específicos

35

02

28

Avaliação de Títulos Veja Anexo V

20,0

Profissional de Nível Médio Operacional com formação de: Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Telecomunicações, Técnico em Segurança do Trabalho e Profissional de Nível Médio Suporte, com formação de: Eletricista Prova Objetiva Língua Portuguesa

10

01

04

32

Raciocínio Lógico

10

01

04

Conhecimentos de Informática

10

01

04

Legislação do Setor Elétrico

05

01

01

Conhecimentos Específicos

15

02

12

Avaliação Física Item 8.3
Profissional de Nível Médio Suporte (exceto com formação em Eletricista) Prova Objetiva Língua Portuguesa

10

01

04

32

Raciocínio Lógico

10

01

04

Conhecimentos de Informática

10

01

04

Legislação do Setor Elétrico

05

01

01

Conhecimentos Específicos

15

02

12

Anexo IV – Conteúdos Programáticos

CARGO: PROFISSIONAL DE NÍVEL SUPERIOR

Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA (comum a todos os cargos)

Compreensão e Interpretação de textos; Aspectos lingüísticos: variações lingüísticas e funções da linguagem; Tipologia textual. Morfologia: classes de palavras variáveis e invariáveis: conceito, classificação e cargo; sintaxe do período simples e composto; concordância nominal e verbal; regência nominal e verbal; Semântica: sinonímia, antonímia, homonímia, paronímia; conotação e denotação; figuras de sintaxe, de pensamento e de linguagem.

Disciplina: RACIOCÍNIO LÓGICO (comum a todos os cargos)

Avaliação da habilidade do candidato em entender a estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, coisas ou eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas, e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. As questões das provas observarão os requisitos de escolaridade dos cargos e especialidade e poderão tratar das seguintes áreas: estruturas lógicas; lógica de argumentação; diagramas lógicos; álgebra e geometria básica.

Disciplina: CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA (comum a todos os cargos)

Hardware: Arquitetura básica de um microcomputador: componentes básicos e seu funcionamento; principais periféricos; unidades de armazenamento; Software: Sistemas operacionais Microsoft Windows (Windows XP e Windows 7): Configuração e utilização básica, utilitários padrão, principais comandos e funções; Sistemas de arquivos, Operações com arquivos, permissões e segurança de arquivos; Noções de utilização dos aplicativos Microsoft Word e Microsoft Excel; Edição e formatação de textos; Criação e uso de planilhas de cálculos; Segurança: cópias de segurança e backup; vírus e antivírus;Conceitos básicos relacionados a redes de computadores; utilitários básicos para configuração e verificação de redes; conceitos de utilização de Internet e intranet; uso de navegadores; uso e configuração de correio eletrônico; uso de ferramentas de busca e pesquisa na Internet.

Disciplina: LEGISLAÇÃO DO SETOR ELÉTRICO (comum a todos os cargos)

Resolução da ANEEL 414/10, de 09 de Setembro de 2010.

Disciplina: CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Formação em: ADMINISTRAÇÃO

1. Gestão Organizacional: Fundamentos. Teorias e escolas de Administração. Planejamento. Cultura e Clima Organizacional. Estruturas organizacionais. Análise e melhoria de processos. Administração de mudanças. Administração e Tecnologia da Informação; 2. Gestão de Pessoas: Planejamento de pessoal. Gestão por Competências. Avaliação de Desempenho. Treinamento e Desenvolvimento. Sistemas de Salário. Relacionamento Interpessoal. Qualidade de Vida. Motivação e Liderança; 3. Marketing: Conceitos. Processos. Comunicação Integrada. Relacionamento com Clientes. Controle das Atividades de Marketing; 4. Produção, Operações e Logística: Sistemas de Produção: Capacidade e Localização; Produto e Processo; Arranjos Físicos e Fluxo; Tecnologia de Processo. Planejamento e Controle de Produção. Qualidade: Planejamento; Controle; Métodos e Processos. Processos: Processos em Manufatura; Processos em Operações de Serviços; Matriz Produto-Processo. Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos (supply chain management). Gestão de Estoques e Patrimônio; 5. Ética e Responsabilidade Socioambiental: Conceito de Responsabilidade Social Corporativa: Evolução e Visões. Dimensões da Responsabilidade Social Corporativa. Ética, Valores e Cultura e sua Relação com a Responsabilidade Social. Sustentabilidade e Governança Corporativa. Conceitos básicos de Gestão Ambiental; 6. Gestão de Projetos; 7. Administração Financeira e Orçamentária. Matemática Financeira. Conceitos Básicos sobre Valor do Dinheiro no Tempo. Risco e Retorno. Análise das Demonstrações Financeiras. Análise de Investimentos. Alavancagem e Endividamento. Planejamento Financeiro e Orçamentário. Administração do Capital de Giro. Fontes de Financiamento a Longo Prazo; 8. Lei de Responsabilidade Fiscal e Administração do Serviço Público; 9. Licitações, Contratos e Convênios.

Formação em: ARQUIVOLOGIA

Conceituação – Arquivos: origem, histórico, classificação e princípios; Função Arquivística; Órgãos de documentação; características dos acervos; Ciclo vital dos documentos: teoria das idades; Classificação dos documentos: natureza, tipologia e suporte físico; Gerenciamento da informação; uso dos documentos; política de acesso; Terminologia arquivística; Noções básicas de preservação e conservação de documentos; Gestão de Documentos – Sistemas de arquivamento; Métodos de arquivamento; Análise, avaliação e seleção dos documentos; Descrição e arranjo de documentos; princípios; Elaboração de Tabelas de Temporalidade de Documentos (TTD); Transferência e Recolhimento; Eliminação; Protocolo; Arquivos Especiais; Aplicação de novas tecnologias (GED), microformas, digitalização.

Formação em: CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Contabilidade Geral: 1. Noções gerais: conceito, objeto e finalidade; técnicas e campo de aplicação. 2. Patrimônio: conceito patrimônio público; componentes; bens; bens públicos, capital e patrimônio: disposição gráfica; situação líquida. 3. Demonstração contábil: balancetes; balanço patrimonial; demonstração do resultado do exercício; inventários. Contabilidade Pública: 1. Noções gerais: conceito de contabilidade pública; campo de atuação; abrangência. 2. Orçamento público: conceito; princípios; processo; ciclo orçamentário; orçamento por programas. Subvenções sociais; Planos Plurianuais; Lei Orçamentária; Execução orçamentária; Exercício financeiro; Créditos adicionais – classificação, definição, características. 3. Receita e despesa pública: conceitos; classificação funções e programas; categoria econômica; restos a pagar; estágios da receita e despesa; licitações; escrituração; tipos de empenhos; reservas de contingência; transferências; dívida ativa. 4. Balanços orçamentário, financeiro e patrimonial: conceitos; formas; demonstrações das variações patrimoniais. 6. Dívida pública: definições; classificações: dívida flutuante; dívida fundada. 6. Lei de Responsabilidade Fiscal – impactos na contabilidade pública. 7. Controle interno – aspectos gerais, funções, relatórios. 8. Auditoria: princípios gerais de auditoria contábil. Contabilidade de Custos: Terminologia Contábil e Implantação de Sistema de Custos, Fundamentos dos Custos; Ciclos dos Custos; Princípios Contábeis Aplicados a Custos; Departamentalização dos Custos; Critérios de Acumulação dos Custos e Custos para Controle de Estoques. 9. Matemática Financeira.

Formação em: Ciências da Computação ou/ Tecnologia em Redes de Computadores ou/ Tecnologia em Processamento de Dados – Ênfase na área de INFRA-ESTRUTURA DE REDE E SUPORTE TÉCNICO

1. Sistemas Operacionais – Windows XP/7 BR, Windows 2003, Windows 2008, Linux e sistemas operacionais .NIX; Ambientes de “Alta Disponibilidade” (Conceitos e diferentes implementações de “Cluster”; Instalação, “Backup”, “Storages” e Armazenamento de Dados, Configuração e Administração Exchange 2003 e 2007 em “Cluster”; Instalação, Configuração e Administração de servidores WEB (Microsoft IIS) em “Cluster”. 2. Redes e Web – conceitos, características, comunicação de dados, tecnologias, meios de transmissão, topologias, protocolos, padrões, Modelo OSI/ISO, equipamentos de interconexão, arquitetura TCP/IP, máscara de rede, wireless, DNS, NAT. Redes Wireless. Internet X Intranet X Extranet. Browsers. HTML, XHTML, CSS. JavaScript. PHP. 3. MS IIS. 4. Serviços de Colaboração Eletrônica, MS Exchange 2003/2007, Sistemas de Segurança Antivírus/AntiSpam/AntiSpoof, Colaboração Eletrônica. 5. Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados – conceitos, geração de ambiente de integração na plataforma alta (NATURAL). Oracle 10g ou superior. SQL Server – conceitos, versões, características, domínio do uso. 6. ERP – Sistema de Gestão Integrada (baseado no SAP­ERP – versão superior à 4.7), Administração de serviços on-line (OSS e SOLUTION MANAGER). 7. Gestão de Projetos (alinhamento com PMBOK do PMI) – PMI/PMBoK – conceitos, características, processos, gerenciamento, uso. 8. Tecnologia da Informação – conceitos, Governança de TI, Fundamentos da ITIL (Versão 3), Gestão de Relacionamento com Clientes (CRM), Ferramentas de Gerenciamento de Serviço – Especificação, implantação e parametrização. 9. Gestão da Segurança da informação – conceitos, características, classificação de informações, políticas de segurança da informação, Análise de vulnerabilidade, Plano de Continuidade de Negócio, Gestão de pessoas em segurança da informação, Normas e procedimentos de segurança, Controle de acesso lógico e físico, Normas ISO27001/27002, Ambientes de controles internos, Noções da Lei Sarbanes Oxley – SOX, artigo 404. 10. Computação em Grid X Computação em Nuvem. 11. Software de Virtualização. 12. Segurança da Informação – conceitos, identificação de tipos de códigos maliciosos (vírus, worms, phishing, spam, adware) e outras técnicas como phishing e spam, firewalls e regras de isolamento e proteção de redes, blindagem e Hardening de servidores, Sistema de detecção de intrusão (IDS) e Sistema de prevenção de intrusão (IPS), Virtual Private Network (VPN), Autenticação de rede 802.1x. Criptografia – conceitos, algoritmos, protocolos de criptografia: RSA, DES, 3DES, MD5, SHA1, SHA256, AES, Certificação Digital. Assinatura digital. Infraestrutura de Chaves Públicas, ICP Brasil, Proteção Web: proxy, filtro de conteúdo, proxy reverso, firewall de aplicação Web, Ataques em redes e aplicações corporativas: DDOS, DOS, spoofing, port scan, session hijacking, buffer overflow, SQL Injection, cross-site scripting, Métodos de autenticação: LDAP, Kerberos, Single sign-on.

Formação em: Ciências da Computação ou/ Tecnologia em Redes de Computadores ou/ Tecnologia em Processamento de Dados – Ênfase em SISTEMA DE INFORMAÇÃO E BANCO DE DADOS

1. Hardware – conceitos, características, tipos, componentes e funções, mídias, dispositivos e equipamentos de microinformática (microcomputadores, impressoras, scanners, etc.). 2. Software – conceitos, características, tipos. Softwares básicos. Sistemas operacionais – conceitos, Windows XP/7BR e UNIX/Linux. Noções de softwares aplicativos (planilhas eletrônicas, editores de texto, etc.). MSOffice 2010 BR. 2. Teoria da computação, Algoritmos e Programação – conceitos, características, estruturas de controle, Procedures, Funções, Passagem de parâmetros, Programação Estruturada, Programação Orientada a Objetos, Linguagens de Programação: Pascal, Java, JavaScript. PHP. 4. Redes de Computadores X Web X Segurança: conceitos, características, componentes e transmissão de dados, protocolos de comunicação, tecnologias, topologias, meios de transmissão, modelo OSI/ISO, arquitetura TCP/IP – conceitos, endereçamento, protocolos: IP, ARP, UDP e TCP; Serviços Telnet, DNS, DHCP, FTP, SSH, SMTP e HTTP, NAT). Internet X Intranet X Extranet. Browsers. HTML, XHTML, CSS. Segurança de equipamentos, em redes e na internet – conceitos, criptografia, firewall. 6. Engenharia de Software: conceitos, características. Estudo de Viabilidade. Especificação e requisitos. Modelos. Análise, Projeto e Desenvolvimento de Sistemas. Análise Estruturada. Análise Essencial. Análise Orientada a Objetos. POO. UML. Implementação, Testes e implantação. 7. Bancos de dados: fundamentos, características, modelos, componentes e funcionalidades. Projeto de Banco de Dados: conceitual, lógico e físico. Modelagem. Modelo relacional e modelo entidade-relacionamento. Normalização – conceitos e técnicas. Oracle 10g ou superior X SQL Server. SQL – conceitos, DDL X DML, DCL, uso. Formas de utilização em linguagens de programação. Integração com a Web. 8. ERP – Sistema de Gestão Integrada (baseado no SAP-ERP – versão superior a 4.7).

Formação em: Ciências da Computação ou/ Análise de Sistemas ou/ Sistemas de Informação ou/ Tecnologia em Processamento de Dados – Ênfase em GOVERNANÇA

1. Sistemas de Informação X Tecnologia da Informação – conceitos, características, gestão, Business Intelligence (BI). 2. Gestão de Projetos (alinhamento com PMBOK do PMI) – PMI/PMBoK – conceitos, características, processos, gerenciamento, uso. 3. Governança de TI – COBIT 4.1 (Control Objectives for Information and related Technology) – COBIT como framework de governança de TI, Domínios de processos do COBIT, Modelo de maturidade para o COBIT. 4. ITIL (Information Technology Infrastructure Library), Operação de Serviço ITIL (Versão 3), Gestão de mudança, Gestão do conhecimento, Conhecimento de ISO 9000, Gestão de Relacionamento com Clientes (CRM), Ferramentas de Gerenciamento de Serviço – Especificação, implantação e parametrização. 5. Gestão da Segurança da informação – conceitos, classificação de informações, Políticas de segurança da informação, Análise de vulnerabilidade, Plano de Continuidade de Negócio, Gestão de pessoas em segurança da informação, Normas e procedimentos de segurança, Controle de acesso lógico e físico, Normas ISO27001/27002, Ambientes de controles internos, Noções da Lei Sarbanes Oxley – SOX, artigo 404. 6. Gestão de processos de negócio, Modelagem de processos, Técnicas de mapeamento de processos (modelos AS-IS), Técnicas de modelagem de processos (modelos TO-BE), Melhoria de processos, Integração de processos, Construção e mensuração de indicadores de processos, Notações EPC e BPMN. 7. Gestão estratégica, Noções e metodologias de planejamento estratégico, Alinhamento estratégico de TI com o negócio, Balanced Scorecard (BSC), Matriz SWOT, Análise de cenários, Análise de referências ou Benchmarks, Medição de desempenho. 8. ERP – Sistema de Gestão Integrada (baseado no SAP-ERP – versão superior a 4.7).

Formação em: CIÊNCIAS ECONOMICAS

1. Análise Microeconômica: Determinação das Curvas de Procura. Curvas de Indiferença. Equilíbrio do Consumidor. Efeitos Preço, Renda e Substituição. Elasticidade da Procura. Fatores de Produção. Produtividade Média e Marginal. Lei dos Rendimentos Decrescentes e Rendimentos de Escala. Custos de Produção no Curto e Longo Prazo. Custos Totais, Médios e Marginais, Fixos e Variáveis. Firma no Curto e Longo Prazo. Elasticidade da Oferta. Estrutura de Mercado: Concorrência Perfeita, Concorrência Imperfeita, Monopólio, Oligopólio. Dinâmica de Determinação de Preços e Margem de Lucro. Padrão de concorrência. Análise de Competitividade. Análise de Indústrias e da Concorrência. Vantagens Competitivas. Cadeias e Redes Produtivas. Competitividade e Estratégia Empresarial; 2. Análise Macroeconômica: Sistemas de Contas Nacionais. Sistema de Contas Nacionais no Brasil. Análise de Determinação da Renda – Macroeconomia Neoclássica: curva de oferta de produto e de demanda de trabalho, teoria quantitativa da moeda e o equilíbrio de pleno cargo. Modelo keynesiano simples, o modelo IS-LM e o modelo keynesiano completo. Abordagem de expectativas racionais. Determinantes do consumo e do investimento. Análise de política monetária e fiscal em economias fechadas e abertas sob diferentes regimes cambiais. Dinâmica Econômica. Funções da Moeda. Conceitos de Oferta e Demanda Monetária. Taxa de Juros. Sistema Financeiro Nacional. Instrumentos de Política Monetária. Teorias da Inflação. Crescimento Econômico: modelos de crescimento exógeno e endógeno; 3. Economia Internacional: Teoria do Comércio Internacional: Vantagens Comparativas, Modelo Heckscher-Ohlin; Comércio e Desenvolvimento; Regimes Cambiais: fixo, flutuante e regimes intermediários; Balanço de Pagamentos: estrutura, saldos e formas de financiamento; Instrumentos de Política Comercial: tarifas, subsídios e cotas; Globalização, blocos econômicos regionais e acordos multilateral e bilateral de comércio exterior; O Mercado de Capital Global; Organismos Internacionais: FMI, BIRD, BID, OMC; 4. Economia do Setor Público: Conceito de bem público. Funções governamentais. Conceitos gerais de tributação. Tendências gerais da evolução do gasto público no mundo. Conceitos básicos da contabilidade fiscal: NFSP, conceitos nominal e operacional e resultado primário. “Curva de Laffer monetária” e o financiamento através de senhoriagem. Noção de sustentabilidade do endividamento público. Evolução do déficit e da dívida pública no Brasil a partir dos anos 80. Previdência Social. Sistema tributário. Federalismo. Privatização e regulação no Brasil; 5. Economia Brasileira Evolução da economia brasileira e da política econômica desde o período do “Milagre Econômico”.Reformas estruturais da década de 90. Economia brasileira no pós-Plano Real: concepções, principais problemas, conquistas e desafios. O ajuste de 1999; 6. Desenvolvimento Econômico e Social: Transformações do papel do Estado nas sociedades contemporâneas e no Brasil. Desigualdades socioeconômicas da população brasileira. Distribuição da renda: aspectos nacionais e internacionais. O papel das principais agências de fomento no Brasil (BNDES, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, agências de fomento estaduais). Noções de Economia do Meio Ambiente; 7. Análise de Projetos e Elementos de Finanças: Estudo de mercado. Previsões de receitas e custos. Métodos de cálculo de depreciação. Projeção de lucros e perdas. Ponto de nivelamento. Investimentos fixos. Projeção de capital de giro. Cronograma financeiro. Esquema de financiamento dos investimentos. Projeção de fluxo de caixa. Critérios de avaliação de investimentos. Taxas de desconto e fator de risco. Análise de custos e benefícios sociais. Capitalização, valor presente e taxa interna de retorno, equivalência de fluxo de caixa, precificação e avaliação de ativos financeiros, modelagem de estrutura a termo de taxa de juros, “duration”. Análise de projetos estruturados (Project Finance): análise de viabilidade do projeto, arranjos de garantia, estrutura jurídica e plano de financiamento. Instrumentos financeiros dos mercados bancário, de seguros, de ações e de derivativos; 8. Métodos Quantitativos: Conceitos básicos de probabilidade e estatística. Variáveis aleatórias. Distribuição de probabilidade, distribuição de freqüência e distribuição acumulada. Estatística descritiva. Estimação pontual e por intervalos. Testes de hipótese. Princípios de álgebra matricial. Regressão. Conceitos básicos e aplicações de números índices, medidas de distribuição de renda e concentração industrial; 9. Finanças Corporativas: Mensuração de Risco e Retorno de Ativos. Teoria de Portfólios. Mercados de Capitais Eficientes. O Modelo CAPM. Estrutura de Capital. Custo Médio Ponderado de Capital. Decisões de Investimento e de Financiamento. Política de Dividendos. O teorema de Modigliani-Miller. Opções de compra e de venda, Contratos Futuros, Contratos a Termo, Swaps. Obrigações Conversíveis. Opções reais em projetos. Avaliação do valor da Firma e do valor das ações. Fusões e Aquisições. Governança Corporativa.

Formação em: DIREITO

Direito Administrativo:

Conceito – fontes – princípios constitucionais – interpretação. Administração Pública: atividade administrativa – princípios básicos – poderes e deveres do administrador público – poderes vinculado, discricionário, hierárquico, disciplinar, de polícia – uso e abuso de poder. Estrutura da Administração Pública: centralização e descentralização – administração direta e administração indireta – órgãos e entidades – autarquias – fundações públicas – sociedades de economia mista – empresas públicas. Controles da Administração Pública: controle interno – controle externo – controle parlamentar – controle pelo Tribunal de Contas – controle jurisdicional. Atos Administrativos: conceito – perfeição – validade e eficácia – requisitos – elementos – pressupostos – atributos – classificação – espécies – invalidação e convalidação – atos inexistentes, atos nulos e atos anuláveis. Atos da Administração. Cargos públicos: criação, extinção, classificação, provimento. Servidores públicos: regime jurídico – titulares de cargos e ocupantes de cargos públicos – direitos e vantagens – deveres – responsabilidades. Sindicância e processo administrativo disciplinar. Lei nº 8.112/90, de 11 de Dezembro de 1990. Regime jurídico das licitações: Lei nº 8.666/93, de 21 de Junho de 1993 (com suas alterações). Contratos administrativos. Serviços públicos: concessão, permissão e autorização. Lei nº 8.987/95, de 13 de Fevereiro de 1995 (com suas alterações). Desapropriação: desapropriação por utilidade pública e desapropriação por interesse social: diferenciação; forma de indenização. O Decreto-Lei 3.365/41, de 21 de Junho de 1941 e a Lei 4.132/62, de 10 de Setembro de 1962. Ação Civil Pública: A Lei 7.347/85, de 24 de Julho de 1985; Mandado de Segurança: Lei 12.016/09, de 7 de Agosto de 2009 e Ação Popular: Lei 4.717/65, de 29 de Junho 1965. Bens públicos: noções gerais; espécies; gestão. Utilização dos bens públicos: restrições – limitações administrativas – uso do solo. Terras devolutas.

Direito Constitucional:

Constituição: Conceito, objeto e elementos. Supremacia da Constituição. O controle de constitucionalidade. A Constituição Federal de 1988 e suas Emendas: Dos Princípios Fundamentais; Dos Direitos e Garantias Fundamentais; Da Organização do Estado; Da Organização dos Poderes; Da Defesa do Estado e das Instituições Democráticas; Da Tributação e do Orçamento; Da Ordem Econômica e Financeira; Da Ordem Social; Das Disposições Constitucionais gerais; Ato das Disposições Constitucionais Transitórias.

Direito Civil:

A PESSOA NATURAL: Personalidade e capacidade. A PESSOA JURÍDICA: Disposições gerais. NEGÓCIO JURÍDICO: Defeitos do negócio jurídico. Atos jurídicos lícitos. Atos ilícitos. Invalidade do negócio jurídico. Prescrição e decadência. OBRIGAÇÕES: Modalidades. Adimplemento e extinção das obrigações. Inadimplemento das obrigações. DOS CONTRATOS EM GERAL: Disposições gerais. Da extinção do contrato. DAS VÁRIAS ESPÉCIES DE CONTRATO. DA RESPONSABILIDADE CIVIL. Da obrigação de indenizar. Da indenização. POSSE: classificação; aquisição; efeitos; perda. PROPRIEDADE: aquisição; perda. CÓDIGO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR (Lei nº 8.078/90, de 11 de Setembro de 1990, com suas alterações).

Direito Processual Civil:

JURISDIÇÃO: Conceito e espécies de jurisdição. Jurisdição voluntária. Organização judiciária. Juizados Especiais Cíveis e Criminais (Lei nº 9.099/95, de 26 de Setembro de 1995). COMPETÊNCIA: Conceito, classificação e critérios determinativos. Competência absoluta e relativa. Modificações de competência. Declaração de Incompetência. ATOS PROCESSUAIS: Forma, tempo e lugar dos atos processuais. Prazos. Comunicações dos Atos. Nulidades. Outros Atos Processuais. Preclusão. AÇÃO E EXCEÇÃO: Ação e sua natureza jurídica. Elementos da ação. Condições e pressupostos da ação. Classificação das ações. Exceção. Fundamento do direito de defesa. PROCESSO: Processo e procedimento. Relação jurídica processual. Pressupostos processuais e requisitos de validade do processo. PARTES DO PROCESSO: Sujeitos do processo. Juiz e partes. Substituição processual. Litisconsórcio e assistência. Intervenção de terceiros. FORMAÇÃO E EXTINÇÃO DO PROCESSO: Formação, suspensão e extinção do processo. Processo de conhecimento. Processo de execução. Processo cautelar. PROCEDIMENTO: Procedimento comum: rito ordinário, sumário, procedimento especial. O pedido. Petição inicial. Cumulação de pedidos. Resposta do réu. Revelia. Providências preliminares. Reconhecimento do pedido. Ação declaratória incidental. JULGAMENTO: Julgamento conforme o estado do processo. Prova: conceito, objeto, ônus, valoração. Provas em espécie. Audiência. Conciliação. Sentença. Coisa julgada. Limites objetivos e subjetivos da coisa julgada. Duplo grau de jurisdição. RECURSOS: Disposições gerais sobre recursos. Apelação. Agravos. Embargos. Recursos para o Supremo Tribunal Federal e o Superior Tribunal de Justiça. Uniformização de jurisprudência. Ordem dos Processos no Tribunal. EXECUÇÃO: Execução em geral: espécies e procedimento. Execução contra a Fazenda Pública. Embargos à execução. Execução por quantia certa contra devedor insolvente.

Direito do Trabalho:

Relação de cargo. Contrato Individual de Trabalho (urbano e rural): sujeitos, caracterização e modalidades. Alteração do Contrato de Trabalho. Suspensão do Contrato e Interrupção da Prestação de Serviços. Salário. Duração do trabalho. Repouso semanal remunerado. Férias anuais remuneradas. Cessação do Contrato de Trabalho. Normas tutelares: Higiene e Segurança no Trabalho. Trabalho da Mulher. Trabalho do Menor.

Direito Processual do Trabalho:

Organização e funcionamento da Justiça do Trabalho. Competência da Justiça do Trabalho. Atos, Termos e Prazos Processuais. Distribuição e Custas. As Partes, sua Representação e seus Procuradores. Nulidades. Dissídios Individuais: Fases Postulatória e Conciliatória. Fase Probatória. Suspensão e Extinção (Antecipada) do Processo. Fase Decisória. Procedimentos Especiais. Rito Sumário. Procedimentos Cautelares. Dissídios Coletivos. Recursos. Fase Preliminar da Execução: Liquidação da Sentença. Execução: Parte Geral. Modalidades e Reforma da Execução. Discussão e Trâmites Finais da Execução.

Formação em: ENGENHARIA AMBIENTAL

Sistemas Brasileiro de Licenciamento Ambiental (EIA, RIMA). Metodologias utilizadas para o planejamento ambiental, legislação e requisitos regulatórios. Legislação ambiental. Conhecimentos básicos de mapeamento e fotointerpretação. Conhecimentos básicos de técnicas de uso de agrotóxicos e de conservação de solos. Identificação e caracterização de matas nativas, planícies de inundação, áreas com restrições ambientais. Água e suas impurezas; Classificação; Uso e cargos; Tratamento químico e biológico; Equipamentos empregados; Aeração; Sedimentação, floculação, filtração, esterilização, dealcalização, desmineralização; Sistemas de resfriamento de produção de vapor; Caracterização física e química dos efluentes industriais; Normas gerais de amostragem e amostras; Tratamento primário, gradeamento e caixa de areia; Separadores de óleo; Sistemas de flotação; Sedimentação, decantação, neutralização e respectivos equipamentos; Tratamento químico; Coagulação e precipitação; Resinas trocadoras de íons; Oxidação e densificação; Osmose inversa; Eletrodiálise; Técnicas analíticas instrumentais. Análise ambiental de empreendimentos.

Formação em: ENGENHERIA CIVIL

Projetos de obras civis: arquitetônicos, civis, estruturais, fundações elétricos e hidrosanitários, ar condicionado, telefonia, prevenção e combate a incêndio. Especificação de materiais e serviços de engenharia. Planejamento e programação de obras: orçamento e composição de custos unitários, parciais e totais, BDI e encargos sociais, levantamento de quantidades, planejamento e cronograma físico-financeiro PERT-COM e histograma de mão-de-obra. Operação e controle de obra: procedimentos gerenciais e acompanhamento de obras, elaboração de termos de referência e projetos básicos. Fiscalização: acompanhamento da aplicação de recursos (medições, emissão de fatura e afins), controle de materiais, de execução de obras e serviços, documentação da obra (diários e documentos de legalização). Vistorias e elaboração de pareceres técnicos.

Formação em: ENGENHEIRIA ELÉTRICA

1. Conceitos básicos de Circuitos Elétricos. Circuitos de Corrente Contínua. Circuitos de Corrente Alternada. Leis Fundamentais. Elementos de Circuitos. Grandezas fasoriais: tensão e corrente. Impedância. Potências ativa, reativa e aparente. Fator de potência. Energia. Medição de grandezas elétricas. 2. Conceitos básicos de sistemas trifásicos. Grandezas de linha e de fase. Potência Trifásica. Fator de potência e compensação de potência reativa. Conexões trifásicas de geradores, cargas e transformadores. 3. Modelagem de sistemas elétricos de potência. Geradores. Transformadores. Linhas de transmissão. Cargas. 4. Conversão Eletromecânica de Energia. Circuitos Magnéticos, Transformadores, máquinas de corrente contínua, motores de indução e máquinas síncronas. 5. Análise de sistemas elétricos de potências. Geração, transmissão e distribuição. Sistemas trifásicos equilibrados e desequilibrados. Valores por Unidade. Componentes simétricas. Cálculo de Curto-circuito simétricos e assimétricos. Fluxo de carga. Matriz de admitância nodal. Noções de estabilidade. 6. Instalações Elétricas.Características de cargas elétricas. Fator de demanda e de carga. Cálculo e correção do fator de potência. Proteção de sistemas elétricos: Relés e Disjuntores. Acionamento Elétrico. Conservação de Energia. 7. Conservação de energia elétrica. Aplicações. Fontes alternativas de energia. Programas governamentais e legislação. Usos finais de energia. Conceitos, panorama e estrutura do setor eletroenergético brasileiro. 8. Eletrônica de potência: elos de corrente contínua e noções de FACTS. 9. Sistemas de controle: função de transferência, diagramas de blocos, realimentação e análise de estabilidade.

Formação em: ENGENHARIA MECÂNICA

Sequenciamento de Processos. Acompanhamento e Controle da Produção. Sistema Kanban. Mecânica Estática. Equilíbrio dos Corpos Rígidos. Análise de Estruturas. Esforços em barras, vigas, eixos e cabos. Cargas distribuídas. Diagramas de momentos fletores e forças cisalhantes. Geometria das áreas. Atrito. Mecânica Dinâmica: Cinemática das máquinas. Análise de esforços em máquinas. Dinâmica da Partícula. Cinemática e Dinâmica de Corpo Rígido. Energia e Quantidade de Movimento. Mecanismos. Sistemas Articulados. Engrenagens Cilíndricas de Dentes Retos. Trem de Engrenagens. Cinemática e Dinâmica de Mecanismos. Resistência dos Materiais. Tensão e Deformação. Equações Constitutivas dos Materiais. Solicitações Axiais em Barras. Flexão e Cisalhamento em Vigas. Deslocamentos em Vigas. Torção em Eixos. Vasos de Pressão. Esforços Combinados. Transformação de Tensão e Deformação. Círculo de Mohr. Critérios de Resistência. Fadiga. Elementos de Máquinas. Parafusos. Rebites. Eixos e árvores de transmissão. Molas. Engrenagens. Rolamentos. Juntas Soldadas. Vibrações Mecânicas. Definições e Leis constitutiva dos elementos básicos: mola e amortecedor. Instrumentação, Aquisição e Tratamento do Sinal Vibratório. Vibrações Livres e Forçadas com um Grau de Liberdade. Mecânica dos Fluidos. Estática dos Fluidos. Análise de Escoamentos. Leis Básicas para Sistemas e Volumes de Controle. Escoamentos Incompressíveis. Tubulações Industriais. Termodinâmica. Propriedades das substâncias puras. Primeira e Segunda Leis da Termodinâmica. Ciclos motores e de refrigeração. Materiais de Construção Mecânica: Diagrama de equilíbrio ferrocarbono. Propriedades Mecânicas dos materiais. Diagramas de transformação tempo temperatura. Temperabilidade. Tratamentos térmicos e termoquímicos. Aços carbono comuns e aços de baixa liga. Ferros fundidos. Tecnologia mecânica: Fundição. Conformação mecânica. Usinagem. Soldagem. Ensaios de materiais – Destrutivos e não destrutivos. Máquinas de Fluxo: Princípios de funcionamento e operação de ventiladores, bombas centrífugas, compressores alternativos, compressores centrífugos, compressores axiais, turbinas a vapor e a gás. Aspectos termodinâmicos associados aos processos desenvolvidos por essas máquinas. Manutenção: Manutenção industrial. As diferentes formas de manutenção. Gerência e planejamento de manutenção – PERT – caminho crítico, nivelamento de mão de obra. Eletrotécnica: Conceitos básicos de eletrotécnica. Motores de corrente alternada polifásicos e monofásicos. Transformadores. Lubrificação e lubrificantes. Princípios básicos de lubrificação. Lubrificação de equipamentos e componentes mecânicos. Corrosão: Corrosão química e eletroquímica. Métodos de proteção anticorrosiva. Máquinas Térmicas: Motores a combustão interna, combustíveis e combustão, refrigeração e ar condicionado, caldeiras, equipamentos e instalações. Máquinas de levantamento e transporte: Equipamentos para transporte horizontal, vertical e inclinado. Geração de vapor. Propriedades termodinâmicas do vapor. Manuseio de diagramas de Mollier e similares

CARGO: PROFISSIONAL DE NÍVEL MÉDIO OPERACIONAL E PROFISSIONAL DE NÍVEL MÉDIO SUPORTE

Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA (comum a todos os cargos)

Compreensão e Interpretação de textos; Aspectos lingüísticos: variações lingüísticas e funções da linguagem; Tipologia textual. Morfologia: classes de palavras variáveis e invariáveis: conceito, classificação e cargo; sintaxe do período simples e composto; concordância nominal e verbal; regência nominal e verbal; Semântica: sinonímia, antonímia, homonímia, paronímia; conotação e denotação; figuras de sintaxe, de pensamento e de linguagem.

Disciplina: RACIOCÍNIO LÓGICO (comum a todos os cargos)

Avaliação da habilidade do candidato em entender a estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, coisas ou eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas, e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. As questões das provas poderão tratar das seguintes áreas: estruturas lógicas; lógica de argumentação; diagramas lógicos; álgebra e geometria básica.

Disciplina: CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA (comum a todos os cargos)

Hardware: Arquitetura básica de um microcomputador: componentes básicos e seu funcionamento; principais periféricos; unidades de armazenamento; Software: Sistemas operacionais Microsoft Windows (Windows XP e Windows 7): Configuração e utilização básica, utilitários padrão, principais comandos e funções; Sistemas de arquivos, Operações com arquivos, permissões e segurança de arquivos; Noções de utilização dos aplicativos Microsoft Word e Microsoft Excel; Edição e formatação de textos; Criação e uso de planilhas de cálculos; Segurança: cópias de segurança e backup; vírus e antivírus;Conceitos básicos relacionados a redes de computadores; utilitários básicos para configuração e verificação de redes; conceitos de utilização de Internet e intranet; uso de navegadores; uso e configuração de correio eletrônico; uso de ferramentas de busca e pesquisa na Internet.

Disciplina: LEGISLAÇÃO DO SETOR ELÉTRICO (comum a todos os cargos)

Resolução da ANEEL 414/10, de 09 de Setembro de 2010.

Formação em: TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

Acidentes do trabalho e doenças ocupacionais, definições, taxas de freqüência e gravidade, analise e investigação de acidentes, comunicação e registro. Gestão de riscos no ambiente de trabalho, definições, analise de riscos, reconhecimento, estimativa de riscos e aceitabilidade, probabilidade e gravidade, matriz de riscos. Normas Regulamentadoras, Portaria 3.214/78 do Ministério do Trabalho e Cargo e alterações, serviços especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho, comissão interna de prevenção de acidentes, equipamentos de proteção individual – EPI, programas de controle médico de saúde ocupacional, edificações, programas de prevenção de riscos ambientais, segurança em instalações e serviços em eletricidade, transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de materiais, atividades e operações insalubres, atividades e operações perigosas, ergonomia, programa de condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção, explosivos, líquidos combustíveis e inflamáveis, trabalho a céu aberto, proteção contra incêndios, condições sanitárias e de conforto nos locais de trabalho, resíduos industriais, sinalização de segurança, norma regulamentadora de segurança e saúde no trabalho na agricultura, pecuária silvicultura, exploração florestal e aquicultura, segurança e saúde no trabalho em estabelecimentos de saúde, segurança e saúde no trabalho em espaços confinados, inspeção prévia, embargo e interdição. Higiene Ocupacional, definições, agentes físicos, agentes químicos, agentes biológicos, limites de tolerância e exposição, indicadores biológicos de exposição (BEI), reconhecimento, avaliação e controle, programa de conservação auditiva (PCA), programa de proteção respiratória (PPR), normas de higiene ocupacional (NHO), Fundacentro. FISQP (ficha de informação de segurança de produtos químicos). Perfil profissiográfico, fator acidentário de prevenção, Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário – NTEP. Ergonomia, organização do trabalho, conforto ambiental nos locais de trabalho, biomecânica. Legislação aplicada, previdenciária, constitucional, responsabilidade civil e criminal em acidentes do trabalho.

Formação em: TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA

Corrente contínua, potência e energia. Lei de Ohm. Associação série, paralela e mista de resistores. Leis de Kirchhoff para as tensões e correntes, Teorema de Thèvenin e Norton. Corrente alternada monofásica, potência e impedância. Potência Ativa, Reativa e Aparente. Fator de Potência. Sistemas polifásicos em estrela e triângulo equilibrados. Relés de sobre-corrente (51). Redutores de medidas. TC e TP. Dispositivos de Proteção. Redes de distribuição aérea. Instalações elétricas Prediais. Diodos Semicondutores. Diodo para corrente contínua. Diodo para corrente alternada: Retificadores monofásicos. Diodo como limitador. Diodo Zener como regulador de tensão. Transistor de Junção Bipolar. Amplificadores de Pequenos Sinais: Configuração Emissor Comum, Configuração Base Comum, Configuração Coletor Comum. Técnicas de Polarização dos circuitos com transistores. Sistemas Digitais: Sistemas de Numeração, Portas Lógicas, Álgebra de Boole, Lógica Combinacional, Lógica Seqüencial, Flip-Flops, Contadores. Circuitos elétricos; Medidas elétricas: medição e unidades de medida; Materiais elétricos; Máquinas elétricas (Motores e geradores); Equipamentos elétricos (transformadores, disjuntores, chaves seccionadoras, pára-raios, banco de capacitores); Eletromagnetismo; Sistemas trifásicos; Aterramento; Sistema Internacional de Unidades e conversões; Acionamentos e controles elétricos; Instalações elétricas de alta e baixa tensão; Iluminação.

Formação em: TÉCNICO EM TELECOMUNICAÇÕES

Fundamentos de Eletricidade, Materiais e Circuitos Elétricos e Eletrônicos. Fontes de tensão e corrente. Teoremas de Thevenin e Norton. Semicondutores: Conceito, Tipos, Dopagem, Polarização e Ruptura. Diodos, transistores e amplificadores operacionais: Fundamentos. Transdutores e sensores: conceitos e tipos. Análise de Circuitos. Medidas elétricas, magnéticas e óticas. Instrumentação Eletro-Eletrônica. Análise de Sinais. Sinais elétricos: tipos e denominação. Sinal periódico: parâmetros de referência, unidades de medida, função harmônica simples, séries de Fourier e análise espectrográfica. Sinais analógicos: obtenção, sinais senoidal e co-senoidal. Sinais digitais: conceito e geração dos bits. Sistemas Analógicos e Sistemas Digitais. Amplificadores, atenuadores, acopladores, filtros e osciladores. Sistemas de numeração binário e hexadecimal: conversões e operações aritméticas. O Código numérico BCD, 8421, ASCII e UNICODE. Funções e portas lógicas. Circuitos Lógicos. Álgebra de Boole: Postulados, Propriedades e Teoremas. Conversores digitais-analógicos e análógicos-digitais: Fundamentos e Aplicações. Sistemas Digitais de Supervisão e Controle. Fundamentos de sistemas de Telecomunicações Classificação dos sistemas. Espectro eletromagnético. Plano de atribuição, destinação e distribuição de faixas de freqüências. Conceitos de banda passante e canal. Taxa de transmissão dos componentes de sistemas de comunicação, suas funcionalidades e parâmetros. Conceitos e tipos de aplicações no sistema de telecomunicações. Conceitos de transmissão e recepção. Conceitos de modulação analógica e digital. Conceitos de multiplexação e de múltiplo acesso. Propagação e antenas. Fundamentos de linhas de transmissão e de antenas. Onda estacionária e coeficiente de reflexão. Tipos básicos de antenas. Propagação no espaço livre. Noções de interferência. Conceitos de potência de transmissão. Conceitos de equipamentos e métodos de medições de parâmetros técnicos e análise espectral. Conceitos de plataformas. Telefonia fixa. Comunicações móveis. Comunicações, via Satélite. Comunicações ópticas. Sistemas de comunicações VHF, UHF e por microondas. Técnicas de manutenção de sistemas de comunicações. Fundamentos de redes de comunicação. Redes LAN, MAN, WAN e Internet. Tecnologias de implantação, aplicações suportadas, interconexões, topologia de redes/hierarquização. Protocolos. Redes de pacotes X.25, Frame-relay e ATM. Rede digital de serviço integrado, RDSI. Equipamentos utilizados em Redes de Comunicações. Noções de Cabeamento estruturado. Fundamentos de voz sobre IP – VoIP. Gestão de contratos.

Formação em: ELETRICISTA

Eletrotécnica; Instalações Elétricas Industriais e Prediais; Desenho Técnico; Comandos Elétricos; Instrumentação; Medidas Elétricas; Segurança em instalações e serviços em eletricidade; NR10 MTE; Norma NBR5410/2004;

Formação em: ENSINO MÉDIO

Administração Geral: Definição de Administração. Funções Administrativas. Desempenho Organizacional. Habilidades Administrativas. Tipos de Gerência. Bases Históricas da Administração. Ambiente da Administração: Ambiente Interno e Externo. Cultura Corporativa. Administração e Ambiente Global. Ética Administrativa e Responsabilidade Social Corporativa. Planejamento. Organização. Liderança e Controle. Administração de Recursos Humanos, Financeiros, Recursos Materiais e Patrimoniais: Administração de Estoques. Armazenagem e Controle. Planejamento da Produção. Suprimentos. Distribuição e Transporte. Gestão da Qualidade: Evolução da Qualidade. Gurus da Qualidade. Definições, Enfoques e Dimensões da Qualidade. Conceitos de Qualidade na Série ISO 9000. Princípios de Gestão da Qualidade. Estratégia de Implementação da ISO 9001:2008. Sistema de Gestão da Qualidade. Responsabilidades. Gestão de Recursos. Realização do Produto. Medição, Análise e Melhoria. Melhoria Contínua. Noções de administração de materiais e financeira; noções de arquivamento e organização de trabalho; relações humanas.

Formação em: TÉCNICO EM INFORMÁTICA

Conceitos gerais de informática e microinformática. Conceitos fundamentais sobre processamento de dados; Hardware: Arquitetura de microcomputadores e funcionamento de seus principais componentes, unidade central de processamento, memórias, unidades periféricas e dispositivos de entrada e saída. Características dos principais periféricos e dispositivos de armazenamento de massa; Montagem de microcomputadores, tipos de slots, tipos de conectores, tipos de cabos, tipos de interfaces; formatos e tipos de placas; Software: Instalação, configuração e administração de sistemas Microsoft Windows; Permissões de acesso a computadores e arquivos; Instalação, suporte e uso de aplicativos Microsoft Office e BrOffice (editores de textos e planilhas eletrônicas); Modalidades de processamento, tipos de sistemas e aplicações dos computadores. Redes de Computadores: Conceitos de comunicação de dados; Configuração de ambiente de rede em estações de trabalho Windows; Configuração e protocolos de correio eletrônico em ambiente Windows; Utilitários de resolução de problemas de redes; Modelos OSI e TCP/IP; Tipos e arquiteturas de redes: cliente/servidor, topologias, protocolos e tecnologias de redes. Redes locais e remotas; Componentes de Redes: servidores, switches, hubs, roteadores, bridges, repetidores, conectores, modems e cabeamento estruturado; Segurança de Redes; uso de Internet e Intranet; Servidores DNS e DHCP; Firewall, Proxy e VPN; Administração, armazenamento e segurança de Dados: Organização lógica e física de arquivos; conceitos de armazenamento de dados: tipos e estruturas de dados, organização e tipos de arquivos, técnicas de armazenamento e métodos de acesso. Conceito, tipos e políticas de backup; Conceito, tipos e configurações de RAID; Vírus, programas maliciosos e antivírus;

Anexo V – Avaliação de Títulos

Categoria

Descrição

Valor Unitário em Pontos

Valor Máximo em Pontos

Titulação Curso de Pós-Graduação “Stricto Sensu” em nível de Doutorado, na área ou na formação específica relacionada ao cargo/formação.

4,0

4,0

Curso de Pós-Graduação “Stricto Sensu” em nível de Mestrado, na área ou na formação específica relacionada ao cargo/formação.

3,0

3,0

Curso de Pós-Graduação “Lato Sensu” em nível de Especialização, com carga horária acima de 540 h, na área ou na formação específica relacionada ao cargo/formação.

1,5

3,0

Curso de Pós-Graduação “Lato Sensu” em nível de Especialização, com carga horária entre 360 e 540 h, na área ou na formação específica relacionada ao cargo/formação.

1,0

2,0

Pontuação Máxima da Titulação

12,0

Cursos de Aperfeiçoamento Curso de Aperfeiçoamento, com carga horária entre 240 e 360 horas (exclusive), na especialidade específica a que concorre. Máximo de 2 (dois) Títulos.

1,0

2,0

Curso de Aperfeiçoamento, com carga horária acima de 120 horas, na especialidade específica a que concorre. Máximo de 2 (dois) Títulos.

0,5

1,0

Pontuação Máxima do Curso de Aperfeiçoamento

3,0

Experiência Profissional Dias de trabalho como profissional na formação exigida

1,0 para cada 180 dias

5,0

Pontuação Máxima da Experiência Profissional

5,0

Pontuação Máxima na Avaliação de Títulos

20,0

Anexo VI – Relação de Cidades de Prova (Prova Objetiva e Avaliação Física)

CIDADE DE PROVA

Benjamin Constant – AM

Boca do Acre – AM

Brasília – DF

Coari – AM

Eirunepé – AM

Humaitá – AM

Itacoatiara – AM

Manacapuru – AM

Manaus – AM

Parintins – AM

São Gabriel da Cachoeira – AM

Tabatinga – AM

Tefé – AM

ANEXO VII – CRONOGRAMA DE EVENTOS

Atividades

Datas

Publicação do Edital no Diário Oficial

04/06/2013

Período de Isenção de Taxa de Inscrição

10 a 12/06/2013

Resultado preliminar das isenções de taxas

20/06/2013

Recurso contra o resultado preliminar das isenções de taxas

21 e 24/06/2013

Julgamento dos Recursos contra o resultado preliminar das isenções de taxas

Até dia 01/07/2013

Disponibilização das imagens com as respostas dos Recursos contra o resultado preliminar das isenções de taxas

01/07/2013

Homologação das Isenções de Taxas

01/07/2013

Período de Inscrição do Concurso Público

10/06 a 09/07/2013

Data limite para pagamento dos Boletos de Taxa de Inscrição

10/07/2013

Relação Preliminar de Candidatos Inscritos

16/07/2013

Recurso contra a Relação Preliminar de Candidatos Inscritos

17/07 a 18/07/2013

Julgamento dos Recursos contra a Relação Preliminar de Candidatos Inscritos

22/07/2013

Disponibilização das imagens com as respostas dos Recursos contra a Relação Preliminar de Candidatos Inscritos

23/07/2013

Homologação Final das Inscrições

24/07/2013

Divulgação dos inscritos e dos locais de prova

31/07/2013

Retirar Cartão Confirmação de Inscrição pela Internet e envio pelo Correio

A partir de 02/08/2013

PROVAS OBJETIVAS/RECEBIMENTO DE TÍTULOS (Domingo)

18/08/2013

Divulgação dos Gabaritos Preliminares das Provas Objetivas

19/08/2013

Divulgação dos Exemplares dos Cadernos de Questões (Provas) das Provas Objetivas

19/08/2013

Disponibilização das Imagens dos Cartões Respostas das Provas Objetivas

20/08/2013

Interposição de Recursos contra as questões das Provas Objetivas

21 a 22/08/2013

Julgamento dos Recursos contra as questões das Provas Objetivas

Até o dia 29/08/2013

Disponibilização das Imagens dos Recursos contra as questões das Provas Objetivas

30/08/2013

Resultado dos Recursos contra as questões das Provas Objetivas

30/08/2013

Divulgação dos Gabaritos Definitivos das Provas Objetivas

30/08/2013

Resultado Preliminar da correção das Provas Objetivas (Notas)

30/08/2013

Interposição de Recursos contra as Notas Provas Objetivas

02 a 03/09/2013

Julgamento dos Recursos contra as Notas Provas Objetivas

Até o dia 06/09/2013

Disponibilização das Imagens dos Recursos contra as Notas Provas Objetivas

09/09/2013

Resultado dos Recursos contra as Notas Provas Objetivas

09/09/2013

Relação Final da correção das Provas Objetivas

09/09/2013

Divulgação dos candidatos a terem os títulos avaliados

09/09/2013

Divulgação do Resultado da Prova Objetiva (Homologação para os cargos que terão apenas Provas Objetivas)

09/09/2013

Convocação para a Avaliação Física

09/09/2013

ANÁLISE DE TÍTULOS

Até o dia 09/09/2013

AVALIAÇÃO FÍSICA (Sábado e/ou Domingo)

14 e/ou 15/09/2013

Divulgação da notas da Análise de Títulos

17/09/2013

Divulgação do resultado da Avaliação Física

18/09/2013

Interposição de Recursos Contra a Avaliação Física

18 e 19/09/2013

Interposição de recurso Contra a Análise de Títulos

19 e 20/09/2013

Disponibilização das Imagens dos Recursos Contra a Análise de Títulos

25/09/2013

Disponibilização das Imagens dos Recursos Contra a Avaliação Física

26/09/2013

Divulgação dos resultados de Recurso da Avaliação Física e Análise de Títulos

26/09/2013

Divulgação do Resultado da Prova Objetiva/Avaliação de Títulos (Homologação para os cargos quem terão Avaliação de Títulos)

27/09/2013

Divulgação do Resultado da Prova Objetiva/ Avaliação Física

30/09/2013

Divulgação/Publicação do Resultado Final para os cargos com previsão de Prova Objetiva e Avaliação Física.

30/09/2013

Homologação Final do Concurso

01/10/2013

Envio de arquivo com classificados do concurso para todos os cargos. 04/10/2013

 

 Prepare-se para o concurso da Eletrobras Amazonas com o Aprova Concursos!


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *