Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Veja dicas para se livrar do branco na hora da prova

Publicado em 31 de maio de 2013 por - Um Comentário

apesar-do-preparo-nervosismo-faz-candidatos-terem-branco-na-hora-da-provaO “branco” já é bastante conhecido dos estudantes e muitos temem que ele apareça no momento mais impróprio: a hora da prova. Às vésperas dos principais exames do País, é importante que o concurseiro esteja preparado para encarar diversas situações, desencadeadas, muitas vezes pelo estresse mental.

Segundo Leonardo Fraiman, psicoterapeuta e mestre em psicologia educacional pela USP, quando o estresse atinge níveis exagerados, o cérebro aumenta a produção de adrenalina, que prepara o ser humano para lutar ou fugir daquilo que se apresenta como uma ameaça. “Esta reação, herança dos tempos primitivos, faz com que o homem reaja instintivamente às ameaças reais à sua sobrevivência, realizando tarefas simples e menos mentais, como correr, fugir, lutar”.

Assim, quando o estudante começa a pensar “minha vida vai acabar se eu não passar” começa a sentir um estado de tensão semelhante ao medo que sentiria diante de um animal feroz ou uma ameaça real. “Nestas horas o coração dispara (para podermos correr dos nossos inimigos), a pupila dilata (para podermos ver melhor) e acontece a vaso-constrição periférica, ou seja, nossa pele fica com menos fluxo de sangue, daí o nome ‘branco'”, afirma Fraiman.

O psicoterapeuta reuniu em seu livro “Guia Prático do Amadurescente – Da escola para a vida adulta, 100 dúvidas” algumas dicas que podem ajudar os jovens a lidar com o ‘branco’, caso ele ocorra durante a prova. Confira algumas:

– Antes de tudo, diferencie o ‘branco’ (que acontece quando você esquece tudo e não consegue lembrar de nenhuma matéria, o que dá aquela sensação de desorientação e grande confusão mental) de esquecer uma parcela da matéria;

– Procure se lembrar do contexto no qual aprendeu aquela matéria (pense no dia em que o professor ensinou, sua roupa, sua voz, o que estava escrito no quadro negro, o que você sentia naquele dia). Assim, sua mente tem mais facilidade para reencontrar as conexões necessárias para relembrar;

– Mantenha a calma, pois o desespero é uma ordem para sua mente desistir. Para isso, antes de qualquer coisa, respire fundo, pois seu cérebro pode precisar;

– Respeite o branco. Este é um sinal de que sua mente está sobrecarregada e precisa de um tempo. Faça uma pausa de cinco minutos de descanso e faça alguns desenhos na folha de papel (relaxe e distraia a mente). Não brigue consigo mesmo. Não vai adiantar;

– Caso sinta vontade, chore, ponha para fora o excesso de tensão;

– Despeje felicidade em seu cérebro – lembre-se de coisas boas -, pois assim ficará mais fácil relaxar;

– Se a tensão se mantiver, peça para ir ao banheiro, observe a paisagem. Chegando lá, lave demoradamente o rosto, abra os braços e oxigene seu corpo e mente. Se o estado de tensão persistir, faça mais um relaxamento, nem que seja no banheiro mesmo;

“O mais importante é manter a serenidade, pois o pânico, nessas horas, só aumenta a descarga excessiva de adrenalina na sua mente gerando ainda mais problemas para o seu cérebro”, completa Fraiman.

 

Fonte:
Terra (www.terra.com.br)


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Um comentário

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *