Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Gabarito Ibama comentado

Publicado em 23 de outubro de 2012 por - 17 Comentários

Uma super equipe de professores corrigiu algumas questões da prova do Ibama, realizada no dia 21/10/2012. Confira abaixo o gabarito comentado (não oficial):

Língua Portuguesa, professor Odilei França

A sociedade atual não pode passar sem as indústrias. Talvez fosse possível, porém, conter o ritmo descontrolado de seu crescimento, se o homem moderno conseguisse abandonar o consumismo que o caracteriza.

O consumismo é um processo eticamente condenável, pois faz que as pessoas comprem mais coisas do que realmente necessitam. Com sistemas complexos de propaganda, que envolvem sutilezas psicológicas e recursos espetaculares, industriais e produtores em geral convencem a população a adquirir sempre os novos modelos de carros, geladeiras, relógios, calculadoras e outras utilidades, levando-a a lançar fora o que já possui. Esse processo garante aos fabricantes uma venda muito maior de seus produtos, o que permite a ampliação contínua das instalações industriais.

O consumismo não gera apenas os impactos ambientais decorrentes da necessidade crescente de energia e ado próprio processo industrial, mas é causa de outro grave problema: o esgotamento de recursos naturais não renováveis,. Isto é, daqueles que, uma vez consumidos, não podem ser novamente repostos, como, por exemplo, o petróleo e os minérios em geral.

Samul M. Branco. O meio ambiente em debate. São Paulo: Moderna, 1998, p 42-3 (com adaptações)


A respeito das ideias e estruturas linguísticas desse texto, julgue os itens de 1 a 8.

1. O referente do sujeito da forma verbal “levando” (l. 11) é a expressão “industriais e produtores em geral” (l.9), que exerce a função de sujeito da forma verbal “convencem” (l.9).

POSSÍVEL RECURSO. Considerando que o sujeito de “levando” está oculto, porque “levando” está em outra oração, então seu referente textual é “industriais e produtores em geral”.
Por outro lado, considerando-se o entendimento do texto, poder-se-ia considerar ERRADA, pois se poderia afirmar que o sujeito de ambos é “industriais e produtores em geral”.

2. Mantendo-se a coerência do texto, a expressão “o que” (l.13) poderia ser substituída por qualquer uma das seguintes: fato que, procedimento que, artifício que.

CERTO. Pois a expressão “o que” retoma “ uma venda muito maior de seus produtos” e posso considerar isso um fato, procedimento ou artifício, portanto mantém a coerência do texto.

3. De acordo com o texto, o vertente do capitalismo que justifica o desenvolvimento econômico a qualquer preço contrapõem-se à que defendo o consumo continuado de bens e produtos para manter a indústria aquecida e o emprego em alta.

ERRADO. Pois o texto fala de consumismo e não de capitalismo. Fala de uma sociedade que não pode viver sem indústrias pois consome descontroladamente.

4. O segundo período do primeiro parágrafo do texto poderia ser corretamente reescrito da seguinte forma: Quando for possível, porém, o homem moderno contiver o ritmo descontrolado de seu crescimento, ele conseguirá abandonar o consumismo que o caracteriza.

CERTO. Pois é proposta apenas a reescrita correta desse período. Talvez o que possa confundir o candidato  é o fato de a conjunção “porém” estar deslocada no período e a mudança dos tempos e modos verbais. Vejam: Porém quando for possível o homem moderno contiver o ritmo descontrolado de seu crescimento, ele conseguirá abandonar o consumismo que o caracteriza.

Gabarito Cespe: ERRADO

5. Sem prejuízo para o sentido original do período, o trecho “pois faz que as pessoas comprem mais coisas do que realmente necessitam” (l.6-7) poderia ser corretamente reescrito da seguinte maneira: pois faz as pessoas comprarem mais coisas que elas realmente necessitam.

ERRADO. Reparem que não pode mudar o sentido original do texto, e a reescrita proposta altera o sentido original do texto criando uma incoerência.

6. Não acarretaria prejuízo para a correção gramatical do texto a inserção de vírgula imediatamente após a forma verbal “gera”, na linha 15, tendo o sinal de pontuação, nesse caso, a função de realçar o advérbio “apenas”.

ERRADO. A forma correta de realçar a função do advérbio seria inserir uma vírgula antes e outra depois de “apenas” pois encontra-se no meio da oração, portanto inserir apenas uma das vírgulas acarreta erro de pontuação.

7. O termo “daqueles” (l.9), que retoma a expressão “dos recursos naturais não renováveis (l.18), exerce a função de sujeito do predicado “não podem ser novamente repostos” (l.19-20).

ERRADO. A palavra “daqueles”  é  apenas referente do sujeito de “não podem ser novamente repostos”.

8. Sem prejuízo para os sentidos do texto, na linha 12, o vocábulo “fabricantes” poderia ser substituído por fábricas, sendo, nesse caso, necessário substituir “aos”, em “garante aos fabricantes”, por às.

CERTO. Pois o verbo “garantir” é no texto transitivo direto e indireto e rege preposição “a” para seu objeto indireto. A palavra “fábricas” é seu objeto indireto, provocando assim a ocorrência de crase: preposição a mais  o artigo as de fábricas.

 

Poluição

No meio da mata
o monstro soltando
seus uivos de raiva
veneno e poeira.

Em volta, os arbustos
cobertos de cinza,
virando farrapos
sem eira nem beira.

Mais longe, as moradas
com pele do pó,
cadeias do homem,
fazendo-o mais só.

No céu, cabisbaixo,
o sol a dizer:
“as leis do progresso,
Quem pode entender?!”

Maria Dinorah, In: Ver de ver. São Paulo, FTP, 1992, p.10

Em relação aos sentidos e aspectos gramaticais do poema acima, julgue os próximos itens.

9. As palavras “pó”, “só” e “céu” são acentuadas de acordo com a mesma regra de acentuação gráfica.

ERRADO. As palavras “pó” e “só” pertencem à regra dos monossílabos tônicos e a palavra “céu” dos ditongos abertos.

10. As palavras do texto são escolhidas e organizadas para transmitir, além dos sentidos referenciais, o ritmo, a sonoridade, as imagens.

CERTO. As palavras escolhidas e aplicadas em uma poesia tem essa função.

11. O monstro é, no texto, aquilo que, em nome do progresso, pode destruir ou fazer grande mal ao meio ambiente.

CERTO. A última estrofe deixa isso claro.

 

Informática, professor Ricardo Beck

Acerca de componentes de informática e dos sistemas operacionais Linux e Windows, julgue os itens a seguir.

18. Quando se liga um computador, o sistema operacional é acionado, possibilitando inicializar e gerenciar o hardware e tornando possível sua utilização pelo usuário. O Linux e o Windows são sistemas operacionais distintos e possuem comandos diferentes para executar uma mesma tarefa, como listar arquivos de um diretório, por exemplo.

CERTO. Quando inicializamos o computador o processo de inicialização denomina-se boot, este processo consiste em “carregar” na memória principal o sistema operacional, que tem por principal finalidade fazer a interface entre o usuário e a máquina (hardware). O Linux e o Windows são sistemas operacionais distintos como cita a questão, e possuem sim comandos diferentes para executar uma mesma tarefa, no caso de listar conteúdo de diretório por padrão, em linha de comando (prompt de comando) podemos utilizar no Windows o comando “dir” e no Linux o comando “ls”. Porém existem comandos que são parecidos ou até mesmo iguais entre as versões, como o “cd”, para acessar diretórios (pastas).

Recurso: difícil interpor recurso uma vez que a questão está bem aberta, caso o elaborador comenta-se que todos os comandos são diferentes caberia o recurso, mas não é o caso.

19. Ao contrário de um software proprietário, o software livre, ou de código aberto, permite que o usuário tenha acesso ao código-fonte do programa, o que torna possível estudar sua estrutura e modificá-lo. O GNU/Linux é exemplo de sistema operacional livre usado em servidores.

CERTO: Um software proprietário ou licenciado tem a necessidade de aquisição da licença de utilização, já os softwares livres, eventualmente denominados de código aberto (opensource) por ser uma de suas principais características, são gratuitos e ainda, como menciona a questão, possibilita sua análise e alterações no código fonte (uma vez que é aberto). O GNU/Linux, também denominado Linux, é um exemplo sim de software livre e além de ser utilizado no ambiente doméstico, também é utilizado em servidores, que consistem em computadores que gerenciam determinadas demandas de uma rede de computadores.

Recurso: a questão não oferece recurso, uma vez que cita corretamente o fundamento e exemplo de software livre.

20. Equipamentos de hardware incluem componentes como monitor de vídeo, placa-mãe, mouse, teclado e caixas de som, ao passo que equipamentos de software compreendem editores de texto e planilhas eletrônicas.

CERTO. Esta questão analisa fundamentos da informática diferenciando os termos hardware e software, quando fala em equipamentos de hardware podemos afirmar que é a parte concreta do computador, entre eles podemos citar o monitor de vídeos, placa-mãe, mouse, teclado e caixas acústicas e na segunda parte da questão analisa o software parte do pensamento do computador, não concreta, apesar de utilizar o termo “equipamentos”, precisamos compreender que um computador pode estar equipado com softwares específicos, neste contexto editores de texto e planilhas eletrônicas representam bem o grupo softwares, portanto questão correta.

Recurso: a questão não oferece recurso.

21. POP (post Office protocol) e HTTP (hypertext transfer protocol) são protocolos utilizados para receber e enviar emails, enquanto o protocolo FTP (flie transfer protocol), é utilizado para transferir arquivos.

ERRADO. Esta questão poderia até causar certa confusão, porém vamos analisar os protocolos na sua essência e no contexto da questão: o protocolo POP é responsável pelo recebimento de mensagens e o HTTP é o protocolo responsável pela navegação na Internet, também analisado como protocolo de hipertextos. Na Internet encontramos recursos como o Webmail que acaba gerenciando o envio e recebimento de mensagens (ligado ao usuário) pelo protocolo HTTP, porém a questão tende a informar que os protocolo POP é para o recebimento e o SMTP para o envio. O final da questão está correta onde indica que o protocolo FTP tem a finalidade de transferência de arquivos. Portanto o erro fica no protocolo de envio de emails, necessário alterar HTTP para SMTP, para a questão ficar perfeita.

Recurso: difícil de ser interposto, de uma forma geral, lembre-se “geral”, os protocolos POP e HTTP têm uma certa participação na troca de e-mails, a única forma é entender o protocolo HTTP como um protocolo que é utilizado pelo serviço de e-mail webmail, onde possibilidade as duas funções envio e recebimento, mas a questão quer a função do protocolo em si, e o HTTP não tem a função de enviar e-mails na sua essência, portanto o recurso não procederá.

22. As redes locais denominadas LANs (local área network) viabilizam o compartilhamento de informações entre os módulos processadores componentes de determinado hardware, por meio de protocolos de comunicação como o TCP/IP (transfer control protocol/internet protocol), garantindo a independência das várias estações de processamento e armazenamento. As taxas de transmissão e de erro dessas redes geralmente são baixas.

ERRADO. Essa questão deu um pouco de trabalho, vamos analisar algumas situações, as redes locais LAN´s, analisando quanto ao alcance são redes que podem interligar computadores a 10 metros ou em alguns casos até 10 km, mas vamos analisar como uma rede pequena perto da Internet que é uma WAN (wide area network), onde o termo wide deriva de “larga”. As LAN´s como cita a questão pode sim compartilhar informações entre “módulos processadores componentes de determinado hardware”, talvez um computador como exemplo. E sim podemos utilizar o protocolo TCP/IP para redes locais, porém quando como sobre independência de várias estações de processamento e armazenamento foge um pouco do conceito de redes locais, mas vamos pensar em servidores na rede. Mas não podemos deixar de perceber que apesar do seu nome aparecer em toda documentação como (transmission control protocol/ internet protocol) o elaborador indicou como (transfer control protocol/ internet protocol), mais uma situação de possível erro. Até que chegamos no finalda questão realmente a taxa de erro geralmente são baixas, porém as redes locais LAN´s podem apresentar altas taxas de transmissão. Portanto questão incorreta.

Recurso: difícil deixar esta questão correta, ele mistura alguns termos e acaba escrevendo de forma diferente dos principais manuais de redes que encontramos.

23. A intranet, geralmente, é empregada em corporações e nem sempre utiliza protocolos TCP/IP, como no caso da Internet. Com a transferência de dados nem sempre restrita ao ambiente institucional, é possível realizar aplicações típicas de intranet, como inclusão, exclusão e alterção de dados nos bandos de dados da corporação, relações de empregados com informações de aniversários, compartilhamento de arquivos e conexão com a Internet.

ERRADO. Logo no início da questão indica que uma intranet “nem sempre” utiliza os protocolos TCP/IP, aí já encontramos o erro, a intranet é como a Internet, usa a mesma estrutura porém é implementada para um determinado grupo, diferente da Internet que é pública. O restante da questão só apresenta questões de uma possível rede de computadores tentando indicar a relação de grupo e tarefas específicas, até com fundamento, porém o erro no início da questão anula o restante. A intranet utiliza sempre o conjunto de protocolos TCP/IP.


Julgue os próximos itens, a respeito da segurança e gerenciamento da informação.

24. Uma das maneiras de prevenir ameaças e danos futuros aos dados de aplicações de uma rede é criar uma cópia de segurança dos programas executáveis, conhecida como becape, que pode ser efetuada somente com uma cópia de recuperação automática do sistema em cada nó do cluster, copiando-se os discos do cluster a partir de cada nó. Tal procedimento assegura uma adequada restauração do conteúdo copiado.

ERRADO. O termo becape, também é denominado backup (em inglês), porém a questão indica, de forma errada e confusa, comenta que para garantir a segurança dos dados precisa realizar cópias dos programas executáveis, os programas executáveis são facilmente reinstalados em caso de situações problemáticas, o importante é realizar cópias dos arquivos dos usuários e das bases de dados.

Além desta situação afirma que apenas pode ser efetuado com uma cópia de recuperação automática, o que é falso. O termo becape está relacionado com cópias de segurança de dados a fim de garantir que, no caso de falhas, exista uma cópia dos dados. Ainda continua a questão informando o termo cluster , tal termo tem entre os seus significados “agrupamento”, por exemplo, em um sistemas de arquivos os dados são gravados em clusters que são conjunto de setores do disco, este termo também pode ser utilizado para o compartilhamento de recursos em uma rede, como um aglomerado de servidores, porém em ambas as situações não esclarecem corretamente o conceito de becape (backup).

25. O Windows 7, por meio de bibliotecas, permite ao usuário reunir arquivos de diferentes pastas em um mesmo local, sem movê-las das pastas de origem.

CERTO. Esta é realmente a função das bibliotecas no Windwos 7, ter a possibilidade de, em um lugar só, verificar conteúdos de locais distintos. Podemos observar a documentação diretaente no site da Microsoft por meio do endereço: http://windows.microsoft.com/pt-BR/windows7/products/features/libraries

O site indica o texto seguinte:

“As Bibliotecas – novo recurso do Windows 7 – tornam mais fácil localizar, trabalhar e organizar arquivos espalhados por seu PC ou pela rede. Uma biblioteca reúne suas coisas em um lugar – sem importar onde realmente elas estão armazenadas. O resultado? Você se torna mais produtivo.

Digamos que você esteja montando um álbum de família a partir de instantâneos armazenados em um disco rígido externo, no PC do seu cônjuge e no seu laptop do trabalho. Antes, procurar fotos específicas teria sido uma chatice. No Windows 7, você simplesmente cria uma biblioteca, fornece um nome a ela (como “Fotos da Família”) e informa ao Windows que pastas distantes sua nova biblioteca deve incluir. Suas fotos ainda estão fisicamente localizadas em três locais diferentes – mas agora elas são exibidas em uma única janela.

O Windows 7 vem com bibliotecas para documentos, músicas, fotos e vídeos. Mas você pode personalizá-las ou criar suas próprias bibliotecas, com apenas alguns cliques. E isso não é tudo. Também é possível classificar rapidamente e mudar suas bibliotecas de lugar – por exemplo, documentos por tipo, fotos por data em que foram tiradas ou música por gênero. E compartilhe facilmente as bibliotecas com pessoas em uma rede local (consulte Grupo Doméstico).”


Daniel é estagiário da área de recursos humanos de determinado órgão. Maurício, chefe de Daniel, determinou que todos os emails trocados entre os funcionários do setor sejam enviados para o seu endereço eletrônico, sem que outros destinatários saibam disso. Outro estagiário, Torres, pediu a Daniel que enviasse determinada planilha de Excel para seu email e que a encaminhasse, também, para a secretária Beatriz.

Considerando essa situação hipotética, julgue os itens que se seguem, acerca de ferramentas e aplicativos de navegação e de editores de textos.

26. Para atender a todas as exigências requeridas, ao enviar o email para Torres, Daniel deverá adicionar o email de Beatriz como Cco e o de Maurício como Cc.

ERRADO. Segundo o texto antes da questão podemos observar que Daniel precisa enviar a mensagem sempre com cópia oculta para o seu chefe (Maurício), o cabeçalho destinado para este envio é o Cco:, e os cabeçalhos Para: e Cc: não “escondem” os e-mails dos destinatários, ou seja, uma das respostas válidas seria enviar o e-mail para Torres e colocar no Cc: o e-mail de Beatriz e como Cco: o e-mail de seu chefe Maurício. A questão inverte esta última situação, portanto questão errada.

27. A fim de otimizar seu tempo no trabalho, ao editar textos no Microsoft Office Word, Daniel pode mudar o tamanho e a fonte de caracteres por meio do atalho de teclado Ctrl + Shift + P, que o leva diretamente à tela de escolha desses parâmetros.

CERTO, POSSIBILIDADE DE RECURSO. Esta questão foi realmente covardia, realmente esta combinação de teclas leva à janela de formatação de tamanho e fonte por meio da combinação de teclas CTRL+SHIFT+P, analisando o Microsoft Office Word 2010, outra forma de acessar tal área é por meio da combinação CTRL+D, conforme indica a ajuda. Observe:


Porém se tentarmos utilizar a versão do Microsoft Office Word 2003, tal combinação de teclas apenas habilita a caixa de alteração do tamanho da fonte, na versão antiga tal combinação não tem a mesma funcionalidade, e como nem no edital e nem na prova foi indicada a versão do software a questão deve ser anulada.

Observe o conteúdo contemplado no edital, não é indicada a versão do software.


Recurso: Se a versão do editor for a 2010 a tecla tem realmente a funcionalidade e estaria correta, porém como o elaborador não indica a versão, no caso da versão 2003 tal funcionalidade não é verificada, portanto a questão deve ser anulada por falta de informações que levem ao julgamento da questão como certa ou errada.

Atualidades, pelo professor Láercio de Mello

Apontada por ambientalistas como a “caixa d’água” do Pantanal, a região das nascentes do Rio Paraguai, em Mato Grosso, sofre há quarenta anos um processo de degradação que pode ser alvo de investigação. O Instituto Homem Pantaneiro (IHP) denunciou ao Ministério Público Federal a ameaça ao bioma que se mantém como o mais preservado do país, com quase 85% de sua área original. O IHP comprovou o desmatamento ilegal nas áreas próximas às cabeceiras e acusou os efeitos da extração mineral e do uso intensivo do solo para agropecuária, mesmo em área de proteção ambiental.

O estado de S.Paulo, 2/9/2012, 9. A25 (com adaptações)

Tendo o texto acima como referência inicial e considerando aspectos relativos ao meio ambiente, ao desenvolvimento sustentável e à ecologia, julgue os itens seguintes.

28. A degradação das nascentes mencionada no texto coloca em risco a bacia do Rio Paraguai, que é de fundamental importância para a hidrologia do Pantanal.

CERTO. Note que o enunciado já ajuda a responder. A degradação de nascentes não é um problema só no Pantanal, é um problema de todos os rios. As nascentes devem sim ser preservadas, inclusive esse é um dos pontos tratados no Código Florestal e que já foi tema no Aprova Atualidades.

29. O exemplo do rio Taquari, no extremo sul de Mato Grosso, é usado como alerta para o que pode ocorrer com o rio Paraguai: o termo “taquarização” surgiu para evidenciar os efeitos da degradação de nascentes, processo assinalado pelas grandes erosões e do qual decorreram o comprometimento do lençol freático e a perda de hidrologia da região.

ERRADO.A questão está errada pelo no seguinte ponto: a degradação das nascentes não está relacionada com o lençol freático, mas sim com o desmatamento tanto das nascentes como de toda a mata ciliar. Lembramos que esse ponto também é tratado no Código Florestal.

Gabarito Cespe: CERTO

30. A recente decisão do governo brasileiro de abandonar a ideia de editar o Código Florestal, tomada devido à difícil e complexa tramitação da matéria no Congresso Nacional, possivelmente resultará no avanço da degradação de áreas de nascentes dos rios, não apenas na região do Pantanal.

Essa questão é dúbia, tanto para certa ou errada, é uma questão temporal.

PASSÍVEL DE RECURSO. O argumento da dubiedade está no fato de afirmar “a recente decisão do governo brasileiro de abandonar a ideia de editar o Código Florestal (…)”. Pense, quando o governo abandonou? Não existe essa indicação. Apenas fala que é recente. Se é recente, poderia ser citado a data ou o ato desse abandono. Está no Diário Oficial da União de quinta-feira (18 /10), que a presidente Dilma Rousseff vetou nove itens da proposta que foi aprovada pelo Congresso Nacional. Note que o texto é atual, do dia 02/09/2012, mas no dia 18/10/2012 o governo retoma sua posição e o efeito de “abandonar” citado na questão foi anulado.

Obs.: Aqui você tem uma prova da importância de acompanhar o nosso programa que sempre está fazendo relações entre as notícias publicadas nos mais diversos jornais.

Gabarito Cespe: ERRADO

31. Com vistas a respeitar e preservar a biodiversidade marinha, a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em uma decisão ratificada individualmente pelos Estados que a integram, veda aos grandes barcos pesqueiros jogar suas redes turbinadas com chumbo ao mar, ou seja, a tradicional prática de pesca de arrasto.

ERRADO. Os ambientalistas estão travando uma grande luta para que realmente a pesca de arrasto seja proibida e realmente se faz necessário uma decisão da ONU a esse respeito. Mesmo na Rio + 20 esse tema ficou em segundo plano. Veja o que publicou o jornal O Globo sobre o tema:

“Os avanços, desde então, foram muito menores do que o desejado. A dimensão econômica da proposta entrou na balança e mereceu mais considerações do que o impacto ambiental da pesca. Prova disso é o final frustrante debate sobre os oceanos na Rio+20, em junho — que, acreditava-se, traria algum avanço. Em vez de uma legislação para os mares internacionais, os países-membros da ONU contentaram-se, no documento final, com termos vagos como “tomada de ações urgentes” e “consideração de um debate”. Fonte: http://oglobo.globo.com/ciencia/leito-dos-oceanos-devastado-pelas-redes-da-pesca-de-arrasto-5990321


Considerando o quadro de conflitos na Síria, iniciados em 2011, julgue os itens subsequentes.

32. As principais causas do conflito atual na Síria incluem a derrubada do regime ditatorial de Bashar al-Assad, no poder desde 2000, e a luta por direitos civis.

CERTO. Esse tema nos já debatemos no Aprova Atualidades: o conflito na Síria tem como objetivo principal a derrubada do poder do ditador Bashar al-Assad e a busca pelos direitos civis.

33. O conflito na Síria inaugurou o processo histórico conhecido como Primavera Árabe.

ERRADO. Quem está acompanhado o aprova atualidades viu que eu já expliquei que a a origem dos fatos  que deram origem à “Primavera Árabe” estão ligados à Tunísia e não à Síria. Veja o texto que explica:

“Em dezembro de 2010 um jovem tunisiano, desempregado, ateou fogo ao próprio corpo como manifestação contra as condições de vida no país. Ele não sabia, mas o ato desesperado, que terminou com a própria morte, seria o pontapé inicial do que viria a ser chamado mais tarde de Primavera Árabe. Protestos se espalharam pela Tunísia, levando o presidente Zine el-Abdine Ben Ali a fugir para a Arábia Saudita apenas dez dias depois. Ben Ali estava no poder desde novembro de 1987”. Fonte:  http://topicos.estadao.com.br/primavera-arabe

34. Kofi Annan, ex-secretário geral da ONU, é o atual mediador da Liga Árabe e também da ONU para os conflitos na Síria, entre o regime do presidente Bashar al-Assad e os rebeldes que querem destruí-lo do poder.

CERTO. Essa não deu tempo de profetizarmos, mas é verdade que o ex-secretario da ONU era o mediador da liga Árabe. Lembre-se que cinco meses depois de assumir a mediação do conflito na Síria, o enviado especial da Liga Árabe e da ONU, Kofi Annan, renunciou ao cargo por não concordar com o andamento das negociações.

Gabarito Cespe: ERRADO.

Questões 35 a 41 não terão correção

Matemática, professor Emerson Furtado

Comentário sobre a Prova de Matemática – IBAMA:

A prova não apresentou erros conceituais nem questões ambíguas. De um nível intermediário, procurou explorar tópicos recorrentes tais como números racionais (operações com frações), matemática financeira (juros simples), equações do 1º grau e números proporcionais (proporção e porcentagens). Estes tópicos são extremamente frequentes em diversos concursos, sobretudo neste nível de seleção. Apesar de a quantidade de itens não ser muito grande, a abrangência poderia ser melhorada, uma vez que alguns itens apresentaram raciocínio similar.

Um órgão de controle, ao aplicar sanções contra empresas petroleiras cujas atividades resultem em agressão ao meio ambiente, determina o valor da multa, em reais, de modo proporcional ao volume de petróleo derramado, em barris, ao tempo de duração do derramamento, em semanas, e à área da região afetada, em quilômetros quadrados. Assim, se determinada empresa petroleira deixar vazar, por três semanas, quatro mil barris de petróleo bruto, causando a contaminação de 950 km2 de superfície marítima, será, em decorrência disso, multada em R$ 5.000.000,00. Com base nessas informações, julgue os itens seguintes.

42. Caso, depois de estancado um vazamento, o petróleo derramado avance por uma área correspondente a 10% da área inicialmente afetada, o valor da multa recebida pela empresa aumentará 10% em relação ao valor que seria estabelecido no momento do estanque.

CERTO. Se o valor da multa é diretamente proporcional à medida da área afetada, um aumento da área em 10% acarretará um aumento de 10% no valor da multa.

43. Considere que, após o acidente com um navio petroleiro, que resultou no derramamento de dezenove mil barris de petróleo, afetando uma área de 120 km2, os técnicos da empresa à qual esse navio pertence tenham levado uma semana para contar o derramamento. Nessa situação, a multa a ser aplicada a ser aplicada pelo órgão de controle será superior a R$ 900.000,00.

CERTO. Vamos organizar as informações em uma tabela e encontrar o valor da multa utilizando uma regra de três composta:

Multa
(em milhões de reais)

Tempo
(em semanas)
Nº de barris
(por mil)

Área
(em km2)

5

3 4 950
x 1 19

120

Se o valor da multa é diretamente proporcional ao número de semanas, ao número de barris e à área, então é diretamente proporcional ao produto destas grandezas. Assim, podemos escrever:

x = 1

Logo, como x = 1, conclui-se que a multa seria igual a R$ 1.000.000,00 e, portanto, superior a R$ 900.000,00.


Sabendo que o governo federal ofereceu aos servidores públicos uma proposta de reajuste salarial de 15,8% parcelado em três vezes, com a primeira parcela para 2013 e as demais para os anos seguintes, julgue os itens a seguir.

44. Um servidor federal com salário de R$ 10.000,00 em 2012, passará a receber, em 2015, após a concessão da última parcela de reajuste, salário inferior a R$ 11.500,00.

ERRADO. Se o reajuste total é de 15,8% e será recebido integralmente somente em 2015, então o salário em 2012 (R$ 10.000,00) terá sofrido um aumento de 15,8% até 2015.
Logo, o salário em 2015 será igual a:
10.000,00 + 0,158 . 10.000,00 = 10.000,00 . (1 + 0,158) = 10.000,00 . 1,158 = 11.580,00
Portanto, o salário em 2015 será superior a R$ 11.500,00.

45. Considere que um servidor tenha decidido poupar mensalmente, por doze meses, o valor equivalente ao aumento obtido em 2013 em uma aplicação que rende juros simples de 1% ao mês. Nessa situação, o montante acumulado um mês após o último depósito será superior a 13 vezes o valor depositado mensalmente.

ERRADO. Para responder a esse item não é necessário se conhecer o valor absoluto do reajuste, em reais. Sendo assim, vamos supor que o servidor tenha poupado C reais, correspondente à primeira parcela do pagamento do reajuste, em janeiro de 2013. Em janeiro de 2014, essa aplicação terá rendido exatamente 1% durante 12 meses em um regime de capitalização em juros simples. Assim, o montante dessa aplicação será dado por:

M = C . (1 + i . t)
M = C . (1 + 0,01 . 12)
M = C . (1 + 0,12)
M = C . (1,12)

O valor poupado e aplicado em fevereiro de 2013, equivalente a C reais, terá rendido exatamente 1% de juros simples durante 11 meses. Logo, o montante dessa aplicação será dado por:

 

M = C . (1 + i . t)
M = C . (1 + 0,01 . 11)
M = C . (1 + 0,11)
M = C . (1,11)

Observe que o valor do rendimento da aplicação de fevereiro de 2013 é igual a 1 ponto percentual menor do que o rendimento da aplicação de janeiro de 2013. Isto ocorreu em função de haver a diferença de um mês no prazo da aplicação e o regime de capitalização ser o de juros simples.

Isto também acontecerá nos meses subsequentes, observe o valor do montante em cada um das seguintes aplicações:

Março de 2013: M = C . (1,10)
Abril de 2013: M = C . (1,09)
Maio de 2013: M = C . (1,08)
Junho de 2013: M = C . (1,07)
Julho de 2013: M = C . (1,06)
Agosto de 2013: M = C . (1,05)
Setembro de 2013: M = C . (1,04)
Outubro de 2013: M = C . (1,03)
Novembro de 2013: M = C . (1,02)
Dezembro de 2013: M = C . (1,01)

O montante total acumulado em janeiro de 2014 é igual à soma dos montantes de cada uma das 12 aplicações realizadas em 2013, de janeiro a dezembro:

M = 1,12C + 1,11C + 1,10C + (…) + 1,03C + 1,02C + 1,01C
M = 12,78C < 13C

Portanto, o montante acumulado um mês após o último depósito não será superior a 13 vezes o valor depositado mensalmente.


Em uma repartição, 4.000 processos permaneceram sem andamento devido a problema técnico na rede de computadores. Para resolver esse problema, o chefe da repartição direcionou 1/4 dos servidores para fazer uma triagem nos processos, classificando-os em média ou baixa complexidade e em alta complexidade. O chefe, então, disponibilizou 2/5 dos servidores para a análise dos processos de média ou baixa complexidade e 70 servidores para a análise dos processos de alta complexidade, de forma que todos os servidores ficaram ocupados com essas atividades. Após seis semanas de trabalho, havia ainda 3.520 processos aguardando triagem e análise.

Com base nessas informações, julgue os itens de 46 a 50.

46. A repartição possui um total de 200 servidores.

CERTO. Seja x a quantidade total de servidores. Se 1/4 dos servidores fizeram a triagem, 2/5 dos servidores analisaram os de média ou baixa complexidade e 70 servidores analisaram os de alta complexidade, então:

O resultado anterior indica que os que analisaram os processos de alta complexidade (70) correspondem a 7/20 do total de servidores.

Portanto, a repartição possui um total de 200 servidores.

47. Caso, após a conclusão da triagem dos 4.000 processos, os servidores responsáveis por essa atividade sejam direcionados à análise dos processos de alta complexidade, o número de servidores realizando tal análise será menor que o dobro daqueles que analisam processos de média ou baixa complexidade.

CERTO. No item anterior observamos que 7/20 dos funcionários haviam analisado os processos de alta complexidade. Caso essa parcela receba a adesão dos servidores que fizeram a triagem, correspondente a 1/4 do total de servidores, a fração dos servidores destacados a analisar os processos de alta complexidade seria dada por:
Observe que tal fração é menor do que a fração correspondente ao dobro daqueles funcionários que analisaram os processos de média ou baixa complexidade:
Desta forma, o número de servidores que teriam analisado os processos de alta complexidade seria menor que o dobro daqueles que analisam processos de média ou baixa complexidade.

48. Mais servidores de repartição foram direcionados para a triagem dos processos do que para a análise de processos de média ou baixa complexidade.

ERRADO. Fração dos servidores direcionados para a triagem dos processos: 1/4
Fração dos servidores direcionados para a análise dos processos de média ou baixa complexidade: 2/5
Observe que:
Logo, a quantidade de servidores de repartição que foram direcionados para a triagem dos processos é menor do que a quantidade de servidores de repartição para a análise de processos de média ou baixa complexidade.

49. Após seis semanas de trabalho, mais de 90% dos processos ainda aguardavam triagem e análise.

ERRADO. A porcentagem de processos que ainda aguardavam triagem e análise após seis semanas de trabalho pode ser obtida dividindo-se a quantidade de processos que aguardavam triagem e análise pela quantidade total de processos:

Logo, menos de 90% dos processos ainda aguardavam triagem e análise.

50. Caso o ritmo permaneça igual ao das seis primeiras semanas, os funcionários da repartição levarão mais de um ano, contado do início dos trabalhos, para completar a triagem e a análise dos 4.000 processos.

ERRADO. Do item anterior conclui-se que 88% dos processos aguardavam triagem e análise. Vamos supor que os 12% restantes tinham sido classificados e analisados. Nesta suposição, exatamente 12% do trabalho teriam sido concluídos em 6 semanas. Para se determinar a quantidade de semanas necessárias para que 100% do trabalho fossem concluídos, podemos utilizar uma regra de três simples e direta:

12x = 600
x = 50

O resultado indica que 50 semanas seriam necessárias para que o trabalho fosse concluído. Supondo que o trabalho estivesse sendo realizado em um ano que não era bissexto, ou seja, composto por 365 dias, vamos calcular a quantidade de semanas dividindo por 7 a quantidade de dias de um ano, pois 7 é a quantidade de dias de uma semana:

O resultado indica que em um ano não bissexto, existem 52 semanas mais um dia. Caso o ano fosse bissexto, composto por 366 dias, haveria um dia a mais e, portanto, existiriam 52 semanas e 2 dias adicionais.

Sendo assim, não importa se o ano é ou não bissexto, caso o ritmo permaneça igual ao das seis primeiras semanas, os funcionários da repartição levarão exatamente 50 semanas, ou seja, menos de um ano, contado do início dos trabalhos, para completar a triagem e a análise dos 4.000 processos.

 

Direito Constitucional, professor Nourmirio Tesseroli


Acerca da Constituição Federal de 1988 (CF) e da aplicabilidade das normas constitucionais, julgue os itens a seguir:

51. Como só pode ser modificada por meio de emendas constitucionais, a CF, lei fundamental do Estado brasileiro, é considerada semirrígida.

ERRADO. A Carta Magna de 1988 é classificada, quanto à extensão, como uma Constituição rígida. Em virtude das cláusulas pétreas, segundo o professor Alexandre de Moraes, é considerada, também, super-rígida. Apenas a CF/1824 (do Império) é denominada de semirrígida pela doutrina pátria.

52. A CF não pode ser modificada durante o estado de defesa, o estado de sítio ou na vigência de intervenção da União em algum estado-membro.

CERTO. A questão faz alusão ao ‘limite circunstancial’ ao poder derivado reformador de emenda. Segundo o art. 60, § 1º, do texto magno vigente, “(…) não poderá ser emendada na vigência de intervenção federal, de estado de defesa ou de estado de sítio”.

53. Para que as normas constitucionais de eficácia limitada produzam todos os seus efeitos, é necessária a atuação do legislador ordinário, não obstante o fato de essas normas possuírem eficácia jurídica imediata, direta e vinculante.

CERTO. As normas constitucionais de eficácia limitada não são bastantes em si. Elas não reúnem todos os elementos necessários para a produção de todos os efeitos jurídicos. São normas que têm aplicabilidade apenas indireta (não direta) ou mediata (não imediata). Terão aplicabilidade direta e imediata se forem reguladas, complementadas pelo legislador ordinário (infraconstitucional). Anote-se, porém, que o doutrinador José Afonso da Silva é enfático em afirmar que mesmo as normas constitucionais de eficácia limitada são dotadas de um mínimo de eficácia jurídica, notadamente para vincular a atuação do legislador infraconstitucional. Afirma o constitucionalista que tais normas têm eficácia jurídica IMEDIATA, DIRETA e VINCULANTE. Entendo, pois, que o examinador adotou a lição de José Afonso da Silva sobre a aplicabilidade das normas constitucionais – o que torna a questão correta.

 


Acerca dos direitos e garantias fundamentais, julgue os itens que se seguem.

54. Os direitos à educação, à saúde, ao trabalho, ao lazer e à alimentação constituem direitos sociais previstos na CF.

CERTO.  Os direitos sociais genéricos têm assento no art. 6º da Constituição Federal de 1988. Entre eles, temos o direito à educação, à saúde, ao trabalho, ao lazer e à alimentação (EC 64/2010).

55. O direito à integridade do meio ambiente é típico direito de terceira dimensão e constitui prerrogativa jurídica de titularidade coletiva.

CERTO. Os direitos fundamentais de 3ª geração (ou dimensão) compreendem o direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, o direito à segurança, o direito à paz, o direito à solidariedade universal etc. Sua titularidade é difusa ou coletiva, tendo em conta que têm por preocupação a tutela de coletividades, e não do homem individualmente considerado.

Noções de administração, orçamento, finanças e contabilidade pública, professor Jefferson Mendes

 

Com relação à administração pública e ao meio ambiente, julgue os próximos itens.

56. O presidente da República possui atribuições de chefe de Estado e de chefe de governo. Como chefe de governo, representa a República Federativa do Brasil nas relações internacionais.

ERRADO. No sistema presidencialista, o Presidente da República exerce as funções de Chefe de Estado e Chefe de Governo. Como Chefe de Estado, o Presidente representa a República Federativa do Brasil nas suas relações internacionais (art. 84, incisos VII e VIII,) e corporifica a unidade interna do Estado. Como Chefe de Governo, o Presidente da República tem como função precípua a direção superior da Administração Federal, competindo-lhe dentre outras atribuições, iniciar o processo legislativo, na forma e nos casos previstos na Constituição, sancionar, promulgar e fazer publicar as leis, bem como expedir decretos e regulamentos para sua fiel execução.

57. Considerando-se o direito constitucional ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, é vedada a adoção de qualquer prática que submeta os animais à crueldade.

CERTO. Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá- lo para as presentes e futuras gerações.

§ 1º – Para assegurar a efetividade desse direito, incumbe ao Poder Público:

VII – proteger a fauna e a flora, vedadas, na forma da lei, as práticas que coloquem em risco sua função ecológica, provoquem a extinção de espécies ou submetam os animais a crueldade.

58. Pessoas físicas que praticarem atos lesivos ao meio ambiente estarão sujeitas a sanções penais e administrativas, ao passo que as pessoas jurídicas que praticarem tais atos sofrerão sanções civis e administrativas, em ambos os casos, independentemente da obrigação de reparar os danos.

ERRADO. Art. 3º da Lei 9.605/98: As pessoas jurídicas serão responsabilizadas administrativa, civil e penalmente, conforme o disposto nesta Lei, nos casos em que a infração seja cometida por decisão de seu representante legal ou contratual, ou de seu órgão colegiado, no interesse ou benefício da sua entidade.

Art. 225, §3º, CR/88, e ainda o art. 173, §5º da CR/88, os quais aduzem, respectivamente:

As condutas e atividades consideradas lesivas ao meio ambiente sujeitarão os infratores, pessoas físicas ou jurídicas, a sanções penais e administrativas, independentemente da obrigação de reparar os danos causados. (Art. 225,§3º, CR/88).

A lei, sem prejuízo da responsabilidade individual dos dirigentes da pessoa jurídica, estabelecerá a responsabilidade desta, sujeitando-a às punições compatíveis com sua natureza, nos atos praticados contra a ordem econômica e financeira e contra a economia Popular. (Art.173,§5º, CR/88)

59. Constituem matérias de competência privativa da União a proteção do meio ambiente e o combate à poluição, em qualquer de suas formas.

ERRADO.

Art. 23. É competência comum da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios:

III – proteger os documentos, as obras e outros bens de valor histórico, artístico e cultural, os monumentos, as paisagens naturais notáveis e os sítios arqueológicos;

VI – proteger o meio ambiente e combater a poluição em qualquer de suas formas;

VII – preservar as florestas, a fauna e a flora;

Parágrafo único. Lei complementar fixará normas para a cooperação entre a União e os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, tendo em vista o equilíbrio do desenvolvimento e do bem-estar em âmbito nacional.

LEI COMPLEMENTAR Nº 140, DE 8 DE DEZEMBRO DE 2011

Art. 1o Esta Lei Complementar fixa normas, nos termos dos incisos III, VI e VII do caput e do parágrafo único do art. 23 da Constituição Federal, para a cooperação entre a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios nas ações administrativas decorrentes do exercício da competência comum relativas à proteção das paisagens naturais notáveis, à proteção do meio ambiente, ao combate à poluição em qualquer de suas formas e à preservação das florestas, da fauna e da flora.

60. A administração pública pode anular seus próprios atos, quando eivados de ilegalidade.

CERTO. A Administração pública pode anular seus próprios atos, quando eivados de vícios que os tornem ilegais porque deles não derivam direitos ou revogá-los por motivo de oportunidade e conveniência respeitados os direitos adquiridos, ressalvados a todos os casos apreciação do poder judiciário.

A Súmula 346 do STF que diz que:- A Administração Pública pode declarar a nulidade dos seus próprios atos.

A Sumula 473: A Administração pode anular seus próprios atos, quando eivados de vícios que os tornem ilegais, porque deles não se originam direitos, ou revogá-los, por motivo de conveniência ou oportunidade, respeitados os direitos adquiridos e ressalvada, em todos os casos, a apreciação judicial.


No que concerne à administração pública, julgue os itens a seguir.

61. Mesmo estando no exercício do poder disciplinar, a autoridade competente não pode impor penalidade administrativa ao agente público sem o devido processo administrativo.

CERTO. Qualquer punição funcional, mesmo de natureza leve, pressupões instauração de processo administrativo disciplinar, ou ao menos, sindicância.

62. A organização das competências da União em ministérios é exemplo de desconcentração material.

CERTO. A desconcentração material ou temática é a distribuição das competências por meio da especialização de cada órgão temático, por exemplo, em ministérios especializados em cada assunto temático.

63. O atributo da exigibilidade, presente em todos os atos administrativos, representa a execução material que desconstitui a ilegalidade.

ERRADO. Pune mas nas desconstitui a ilegalidade.

Exigibilidade ou coercibilidade: é o poder que os atos administrativos tem de serem exigidos quanto ao seu cumprimento, sob ameaça de sanção. Vai muito mais que imperatividade, pois traz uma coerção para que se cumpra o ato administrativo. Ex: Presença do guarda na esquina do farol é a ameaça de sanção. A exigibilidade e a imperatividade podem ser concomitamente ou primeiro a obrigação e depois a ameaça de sanção, sendo desta maneira a imperatividade é um pressuposto lógico da exigibilidade.

64. De acordo com a CF, a medida provisória, o estado de defesa e o estado de sítio constituem exceção ao princípio da legalidade na administração pública.

CERTO. Alguns autores enumeram, entre as exceções ao princípio da legalidade, as medidas provisórias e os decretos do Estado de Defesa e do Estado de Sítio.


Com relação aos contratos administrativos, julgue os itens que se seguem.

65. A modalidade de licitação denominada pregão é obrigatória para a contratação de bens e serviços comuns no âmbito federal e opcional para a contratação no âmbito estadual e municipal.

ERRADO. Todas as entidades da administração direta e indireta de todos os entes federativos devem licitar nos termos da Lei 8.666/93.

66. Todo contrato celebrado pela administração pública será considerado um contrato administrativo.

ERRADO. Nem todo contrato será administrativo.

Toda vez que a administração pública celebra contrato com terceiros compromissos recíprocos, celebra contrato administrativo, pois age com supremacia ante aos terceiros.

Quando não atua com prerrogativa de estado, celebra contratos semi-públicos regidos pelo direito privado.

67. O tipo de licitação denominada melhor técnica é empregado, exclusivamente, para serviços de natureza predominantemente intelectual.

CERTO. Lei 8.429/92 estabelece em seu art. 46 Caput e parágrafo 1º. Que a melhor técnica é facultativo para a concorrência, tomada de preço e convite. Utilizado exclusivamente para serviços de natureza predominantemente intelectual.

Direito Administrativo, professora Vivian Valle

No que se refere aos servidores públicos, julgue os itens subsecutivos.

68. O auxílio moradia, cujo valor limita-se a 25% da remuneração do servidor, não pode ser concedido por prazo superior a oito anos dentro de cada período de doze anos.

CERTO. Art. 60C parágrafo único e 60 D da Lei 8112/90.

69. Em processo administrativo, não se admite prova ilegal, e ao interessado cabe o ônus de apresentar as provas sobre os fatos alegados.

CERTO. Há inversão do ônus da prova pela presunção de legitimidade dos atos administrativos e não se admitem provas ilícitas.

70. Para tratar de assunto de interesse particular, qualquer servidor pode afastar-se pro prazo indeterminado do exercício em cargo efetivo, desde que sem remuneração.

ERRADO. O afastamento máximo é de 02 anos e com anuência da Administração.

71. A reversão de servidor não pode ser aplicada, se houver cargo vago, por solicitação voluntária do interessado, mas apenas em razão do interesse da administração.

CERTO.
Artigo 25 Lei 8112/90.

Gabarito da Cespe: ERRADO

Comentário da professora:

A questão 71 dispõe que: A reversão do servidor não pode ser aplicada se houver cargo vago, por solicitação voluntária do interessado, mas apenas em razão do interesse da Administração.

O artigo 25 da Lei n. 8112/90 assim se posiciona:

Art. 25.  Reversão é o retorno à atividade de servidor aposentado: (Redação dada pela Medida Provisória nº 2.225-45, de 4.9.2001)
I – por invalidez, quando junta médica oficial declarar insubsistentes os motivos da aposentadoria; ou(Incluído pela Medida Provisória nº 2.225-45, de 4.9.2001)
II – no interesse da administração, desde que: (Incluído pela Medida Provisória nº 2.225-45, de 4.9.2001)
a) tenha solicitado a reversão; (Incluído pela Medida Provisória nº 2.225-45, de 4.9.2001)
b) a aposentadoria tenha sido voluntária; (Incluído pela Medida Provisória nº 2.225-45, de 4.9.2001)
c) estável quando na atividade; (Incluído pela Medida Provisória nº 2.225-45, de 4.9.2001)
d) a aposentadoria tenha ocorrido nos cinco anos anteriores à solicitação; (Incluído pela Medida Provisória nº 2.225-45, de 4.9.2001)
e) haja cargo vago. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.225-45, de 4.9.2001)
§ 1o A reversão far-se-á no mesmo cargo ou no cargo resultante de sua transformação.
(Incluído pela Medida Provisória nº 2.225-45, de 4.9.2001)
§ 2o O tempo em que o servidor estiver em exercício será considerado para concessão da aposentadoria.(Incluído pela Medida Provisória nº 2.225-45, de 4.9.2001)
§ 3o No caso do inciso I, encontrando-se provido o cargo, o servidor exercerá suas atribuições como excedente, até a ocorrência de vaga. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.225-45, de 4.9.2001)
§ 4o O servidor que retornar à atividade por interesse da administração perceberá, em substituição aos proventos da aposentadoria, a remuneração do cargo que voltar a exercer, inclusive com as vantagens de natureza pessoal que percebia anteriormente à aposentadoria. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.225-45, de 4.9.2001)
§ 5o O servidor de que trata o inciso II somente terá os proventos calculados com base nas regras atuais se permanecer pelo menos cinco anos no cargo. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.225-45, de 4.9.2001)

O artigo legal é claro ao dispor que a reversão ou ocorre por invalidez ou no INTERESSE DA Administração.

A questão é mal formulada pois para se concretizar no interesse da Administração além da existência de cargo vago a lei elenca outras condições e a questão está redigida de modo a excluir outra hipótese. Veja que a lei fala em cargo vago, em solicitação voluntária, mas também em a aposentadoria ter sido voluntária, o servidor ser  estável quando na atividade e  quando a aposentadoria tenha ocorrido nos cinco anos anteriores à solicitação.

A reversão pode ser aplicada quando houver cargo vago, no interesse da administração, e preenchidas as demais condições do artigo 25. a questão é mal formulada e induz ao erro.

 

Questões 72 a 82 não serão corrigidas

Noções de administração, orçamento, finanças e contabilidade pública, professor Jefferson Mendes


No que diz respeito ao orçamento público, julgue os próximos itens.

83. O projeto de lei de diretrizes orçamentárias do governo federal para o exercício de 2013, elaborado em 2012, só poderá se submetido à análise da Comissão Mista de Orçamento em janeiro de 2013.

ERRADO. A LOA compreende o orçamento fiscal, o orçamento da seguridade social e o orçamento de investimento das estatais. O projeto de Lei da LOA deverá ser enviado pelo Poder Executivo ao Congresso até quatro meses antes do final do exercício financeiro (limite – 31 de agosto), e devolvido para a sanção até o encerramento da sessão legislativa.

84. A promoção da sustentabilidade ambiental é uma das diretrizes do plano plurianual (PPA) 2012-2015 do governo federal.

CERTO

LEI Nº 12.593, DE 18 DE JANEIRO DE 2012.

Art. 4o O PPA 2012-2015 terá como diretrizes:

I – a garantia dos direitos humanos com redução das desigualdades sociais, regionais, étnico-raciais e de gênero;

II – a ampliação da participação social;

III – a promoção da sustentabilidade ambiental;

85. De acordo com a classificação funcional, as ações orçamentárias do IBAMA concentram-se nas funções de controle ambiental e recuperação das áreas degradadas.

ERRADO.

86. A existência do orçamento fiscal, da seguridade social e de investimento das empresas contraria o princípio orçamentário da exclusividade.

ERRADO. Embora os orçamentos sejam distintos, fazem parte da LOA, portanto, não contraria o princípio da exclusividade.

Princípio da unidade e os orçamentos previstos na CF:

O § 5º do art. 165 da CF prevê que a Lei Orçamentária Anual compreenderá os seguintes orçamentos:

  • O orçamento fiscal referente aos Poderes da União, seus fundos, órgãos e entidades da administração direta e indireta, inclusive fundações instituídas e mantidas pelo Poder Público;
  • O orçamento de investimento das empresas em que a União, direta ou indiretamente, detenha a maioria do capital social com direito a voto;
  • O orçamento da seguridade social, abrangendo todas as entidades e órgãos a ela vinculados, da administração direta ou indireta, bem como os fundos e fundações instituídos e mantidos pelo Poder Público.

Esses três orçamentos (fiscal, de investimentos e da seguridade social) são partes integrantes do todo e estão contidos numa só lei orçamentária, ou seja, não são orçamentos distintos. Assim sendo, o orçamento é uno, uma única peça, para os três Poderes, sendo que cada ente da federação (União, Estados/DF e Municípios) possui competência para planejar e executar seu próprio orçamento. Portanto, não contraria o princípio da unidade inserido na Lei nº 4.320/64, mas sim, corrobora quando menciona a frase: “A lei orçamentária anual compreenderá”.

Princípio da Exclusividade está presente no art. 165, § 8º da Constituição Federal de 1988, vedando que a lei orçamentária contenha dispositivo estranho à fixação de despesa e à previsão da receita. Decorre tal princípio da antiga prática (diga-se de passagem, condenável) dos parlamentares de incluir na lei orçamentária matérias absolutamente alheias ao Direito Financeiro, como, por exemplo, alterações no Código Civil, Comercial e até mesmo na legislação de pessoal.

Exclusividade – princípio orçamentário clássico, segundo o qual a lei orçamentária não conterá matéria estranha à previsão da receita e à fixação da despesa. No ordenamento jurídico vigente o princípio se acha consagrado no art. 22 da Lei Federal nº. 4.320/1964 – que enumera, didaticamente, o conteúdo e a forma da Proposta Orçamentária – e no art. 165, § 8º, da Constituição.

Art. 22 – A proposta orçamentária que o Poder Executivo encaminhará ao Poder Legislativo, nos prazos estabelecidos nas Constituições e nas Leis Orgânicas dos Municípios, compor-se-á de:

I – mensagem, que conterá: exposição circunstanciada da situação econômico-financeira, documentada com demonstração da dívida fundada e flutuante, saldos de créditos especiais, restos a pagar e outros compromissos financeiros exigíveis; exposição e justificação da política econômico-financeira do Governo; justificação da receita e despesa, particularmente no tocante ao orçamento de capital;

II – projeto de Lei de Orçamento;

III – tabelas explicativas, das quais, além das estimativas de receita e despesa, constarão, em colunas distintas e para fins de comparação:

a) a receita arrecadada nos três últimos exercícios anteriores àquele em que se elaborou a proposta;

b) a receita prevista para o exercício em que se elabora a proposta;

c) a receita prevista para o exercício a que se refere a proposta;

d) a despesa realizada no exercício imediatamente anterior;

e) a despesa fixada para o exercício em que se elabora a proposta;

f) a despesa prevista para o exercício a que se refere a proposta;

IV – especificação dos programas especiais de trabalho custeados por dotações globais, em termos de metas visadas, decompostas em estimativa do custo das obras a realizar e dos serviços a prestar, acompanhadas de justificação econômica, financeira, social e administrativa.

Parágrafo único. Constará da proposta orçamentária, para cada unidade administrativa, descrição sucinta de suas principais finalidades, com indicação da respectiva legislação. Da Lei 4.320/64

Art. 165, § 8º: a lei orçamentária anual não conterá dispositivo estranho à previsão da receita e à fixação da despesa, não se incluindo na proibição a autorização para a abertura de créditos suplementares e contratação de operações de crédito, ainda que por antecipação da receita, nos termos da lei.

87. O IBAMA é uma das unidades orçamentárias do MMA.

CERTO. O MMA é Órgão representado dentro do Siafi pelo numero 44000 e ao mesmo tempo UOR 44101 assim como IBAMA, ANA, JBRJ, FNMA…


Com relação às despesas e receitas públicas, julgue os itens a seguir.

88. O estágio da receita denominado arrecadação encerra a etapa de execução e deve obedecer ao princípio da unidade de caixa.

ERRADO. É o Recolhimento.

O quarto estágio da receita é o recolhimento que compreende a entrega, diariamente, do produto da arrecadação por parte dos agentes arrecadadores ao Tesouro Público, representado pelo seu agente financeiro, que no caso da esfera federal é o Banco do Brasil.

“O recolhimento de todas as receitas far-se-á em estrita observância ao princípio de unidade de tesouraria, vedada qualquer fragmentação para criação de caixas especiais” (Art. 56, Lei n° 4.320/64). Mais uma vez, percebe-se a preocupação do legislador em definir estágios da receita orçamentária.

89. Em relação à categoria econômica, as despesas realizadas pelo IBAMA com aquisição de veículos serão classificadas como despesa de capital.

ERRADO. São despesas mas não de capital.

Gabarito Cespe: CERTO
Comentário do professor: A questão 89 passou sem revisão, portanto, erro meu.


A respeito do cadastro de fornecedores, julgue o item a seguir.

90. Para verificação da regularidade dos fornecedores, o servidor do IBAMA deverá consultar o subsistema de cadastramento unificado de fornecedores (SICAF), pertencente ao sistema integrado de administração financeira (SIAFI).

ERRADO. O SICAF é um cadastro independente do Siafi.


Acerca de edital, conhecido como lei interna de licitação, julgue o item abaixo.

91. No edital, são definidas as normas do procedimento licitatório, com a determinação dos direitos e das obrigações da administração e dos licitantes.

CERTO

DECRETO No 99.658, DE 30 DE OUTUBRO DE 1990.

Regulamenta, no âmbito da Administração Pública Federal, o reaproveitamento, a movimentação, a alienação e outras formas de desfazimento de material.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA , no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso IV, da Constituição, e tendo em vista o disposto na Lei nº 8.028, de 12 de abril de 1990, no Decreto-Lei nº 200, de 25 de fevereiro de 1967, e no Decreto-Lei nº 2.300, de 21 de novembro de 1986,

DECRETA:

Art. 1º O reaproveitamento, a movimentação e a alienação de material, bem assim outras formas de seu desfazimento, no âmbito da Administração Pública Federal, são regulados pelas disposições deste decreto.
Art. 3º Para fins deste decreto, considera-se:

I – material – designação genérica de equipamentos, componentes, sobressalentes, acessórios, veículos em geral, matérias-primas e outros itens empregados ou passíveis de emprego nas atividades dos órgãos e entidades públicas federais, independente de qualquer fator;

II – transferência – modalidade de movimentação de material, com troca de responsabilidade, de uma unidade organizacional para outra, dentro do mesmo órgão ou entidade;

III – cessão – modalidade de movimentação de material do acervo, com transferência gratuita de posse e troca de responsabilidade, entre órgãos ou entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo ou entre estes e outros, integrantes de qualquer dos demais Poderes da União;

IV – alienação – operação de transferência do direito de propriedade do material, mediante venda, permuta ou doação;

V – outras formas de desfazimento – renúncia ao direito de propriedade do material, mediante inutilização ou abandono.

No que se refere à gestão de material, julgue os próximos itens.

92. Termos de inutilização ou de justificativa de abandono deverão ser utilizados para baixa patrimonial, sempre que for verificada a inconveniência ou impossibilidade de alienação para o material irrecuperável.

CERTO

DECRETO No 99.658, DE 30 DE OUTUBRO DE 1990. Art. 18. A inutilização e o abandono de material serão documentados mediante Termos de Inutilização ou de Justificativa de Abandono, os quais integrarão o respectivo processo de desfazimento.

Verificada a impossibilidade ou inconveniência da alienação de material classificado como irrecuperável, a autoridade competente determinará sua descarga patrimonial e sua inutilização ou abandono, após a retirada das partes economicamente aproveitáveis, porventura existentes, que serão incorporadas ao Patrimônio.

93. O material, se for de pequeno valor, estará sujeito a tombamento e controle simplificado.

CERTO

Gabarito Cespe: ERRADO
Comentário do professor: A questão 93 mantenho minha resposta.

Material permanente é aquele que tem uma vida útil estimada superior a dois anos.

Lei 4.320/64: Art. 15, § 2º Para efeito de classificação da despesa, considera-se material permanente o de duração superior a dois anos.

Quando o custo do controle for superior ao risco de perda do bem, geralmente material de pequeno valor econômico, este poderá ser controlado através de simples relação.

Portanto, os bens móveis podem ser:
• Controlado: material sujeito a tombamento, que requer controle rigoroso de uso e responsabilidade pela sua guarda e conservação;
• Relacionado: material dispensado de tombamento, porém sujeito a controle simplificado, por ser de pequeno valor econômico.

94. A atualização dos registros de controle orçamentário constitui objetivo do inventário físico.

ERRADO

Inventário físico: é o instrumento de controle para a verificação dos saldos de estoques nos almoxarifados e depósitos, e dos equipamentos e materiais permanentes em uso no órgão ou entidade.

95. Diferentemente da transferência ou cessão, a alienação ocorre por venda, permuta ou doação.

CERTO

DECRETO No 99.658, DE 30 DE OUTUBRO DE 1990.

Art. 3º Para fins deste decreto, considera-se:

I – material – designação genérica de equipamentos, componentes, sobressalentes, acessórios, veículos em geral, matérias-primas e outros itens empregados ou passíveis de emprego nas atividades dos órgãos e entidades públicas federais, independente de qualquer fator;

II – transferência – modalidade de movimentação de material, com troca de responsabilidade, de uma unidade organizacional para outra, dentro do mesmo órgão ou entidade;

III – cessão – modalidade de movimentação de material do acervo, com transferência gratuita de posse e troca de responsabilidade, entre órgãos ou entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo ou entre estes e outros, integrantes de qualquer dos demais Poderes da União;

IV – alienação – operação de transferência do direito de propriedade do material, mediante venda, permuta ou doação;

V – outras formas de desfazimento – renúncia ao direito de propriedade do material, mediante inutilização ou abandono.

A respeito da gestão de qualidade e modelo de excelência gerencial, julgue os itens seguintes.

96. Modelos mentais e visão compartilhada são duas das cinco disciplinas de aprendizagem propostas por Peter Senge como um conjunto de práticas para a organização da aprendizagem.

CERTO. São as cinco disciplinas:

Domínio pessoal; Modelos mentais; Objetivo comum (visão compartilhada); aprendizado em grupo; Raciocínio sitêmico.

97. Segundo Deming, suspender a prática de fazer negócios apenas na base do preço é um dos aspectos para a conquista da qualidade e melhoria da produtividade gerencial.

CERTO

4. Eliminar a prática de fechamento de negócios apenas com base no preço. Romper com os fornecedores que não tratam Qualidade através de evidências estatísticas.

98. O programa nacional de gestão pública (GESPÚBLICA), cuja implantação ocorreu na década de 90 do século passado, tem como finalidade melhorar a gestão e os serviços com área de atuação interna e foco em técnicas e ferramentas.

CERTO. O governo brasileiro lançou em 1990 o Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade – PBQP, que inicialmente, premiava  organizações privadas, partindo então para a qualidade no governo a partir de 1992 com o  hoje conhecido como GEPÚBLICA, Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização.

Gabarito Cespe: ERRADO
Comentário do professor: A questão 97 errei ao pensar no primeiro programa de governo para melhorar a gestão pública. Em 1990,  governo brasileiro lançou em 1990 o Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade – PBQP, que inicialmente, premiava organizações privadas, partindo então para a qualidade no governo e hoje conhecido como GEPÚBLICA, Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização. Mas este foi criado oficialmente em 2005. Portanto, erro meu.

Questões 99 a 110 não serão corrigidas


Arquivologia, professor Adilson Santos

A respeito dos conceitos fundamentais de arquivologia e da preservação, conservação e restauração de documentos, julgue os itens a seguir.

111.
O documento de arquivo em papel, independente de sua destinação final, deve ser higienizado e restaurado.

ERRADO. A palavra chave é independente de destinação é o contrario é conforme a destinação quando se fala de restauração.

CONSERVAÇÃO PREVENTIVA: São intervenções diretas, feitas com a finalidade de resguardar o objeto, prevenindo possíveis malefícios. Ex.: Higienização, pequenos reparos, acondicionamento, etc.
RESTAURAÇÃO: É um conjunto de medidas que objetivam a estabilização ou a reversão de danos físicos ou químicos adquiridos pelo documento ao longo do tempo e do uso, intervindo de modo a não comprometer sua integridade e seu caráter histórico.

Todos os documentos devem ser armazenados em locais que apresentem condições ambientais apropriadas às suas necessidades de preservação, pelo prazo de guarda estabelecido em tabela de temporalidade e destinação.

112. Recomenda-se acondicionar os documentos cartográficos em pastas supensas e armazena-los em estantes de aço com pintura antioxidante.

ERRADO. Os documentos de valor permanente que apresentam grandes formatos, como mapas, plantas e cartazes, devem ser armazenados horizontalmente, em mapotecas adequadas às suas medidas, ou enrolados sobre tubos confeccionados em cartão alcalino e acondicionados em armários ou gavetas. Nenhum documento deve ser armazenado diretamente sobre o chão.

113. Os arquivos de uma organização pública podem ser constituídos de documentos originários da atividades meio e fim e produzidos em vários suportes documentais inclusive o digital.

CERTO. A LEI No 8.159, DE 8 DE JANEIRO DE 1991 Dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados e dá outras providências.

Art. 2º Consideram-se arquivos, para os fins desta lei, os conjuntos de documentos produzidos e recebidos por órgãos públicos, instituições de caráter público e entidades privadas, em decorrência do exercício de atividades específicas, bem como por pessoa física, qualquer que seja o suporte da informação ou a natureza dos documentos.

114. De acordo com o principio da indivisibilidade, os documentos agrupados pela origem devem ser mantidos separados de outros de origem diversas.

CERTO. A teoria arquivística é regida por princípios teóricos, dentre os quais, destacamos o princípio do Respeito aos Fundos ou Proveniência, que também pode ser chamado de Indivisibilidade ou Integridade, no qual considera-se fundo o arquivo acumulado por uma instituição ou pessoa ao longo de sua existência e durante a realização de suas atividades, conjunto este que não deve mesclar-se com de outras instituições, preservando sua origem além de outros considerados importantes, os quais serão mencionados neste artigo.

O Princípio da Indivisibilidade consiste no respeito aos conjuntos documentais que guardam relações orgânicas entre si, proporcionando à Arquivologia seu perfil único e inconfundível dentre as ciências da informação.

Gabarito Cespe: ERRADO

Acerca da gestão de documentos, julgue os itens que se seguem.

115. Considere que a manutenção de um documento tenha sido realizada no local em que foi acumulada. Nessa situação a ação realizada obedece ao princípio da territorialidade.

CERTO. O princípio de territorialidade foi aplicado à restituição de certos fundos de arquivo a instituições ou a centros de arquivo situados perto do local de criação, e que tinham sido deslocados por diversas razões.

Princípio da Territorialidade

Também conhecido como Princípio da Proveniência Territorial.Trata-se de uma derivação do Princípio da Proveniência, segundo o qual os arquivos devem ser conservados em serviços de arquivo do território em que foram produzidos, exceto os documentos elaborados pelas representações diplomáticas ou resultantes de operações militares.

116. Resultado do processo de avaliação dos documentos de arquivo, a tabela de temporalidade é um instrumento de gestão arquivística.

CERTO. É necessário, portanto, que a instituição adote mecanismos capazes de controlar esta tramitação, de forma a permitir a localização de um documento, quando necessário. Esta atividade de controle é conhecida como protocolo, que e constituído.

Esta avaliação resultará na elaboração de um instrumento, que regulará o prazo de guarda e a destinação final de cada documento da instituição. É a chamada tabela de temporalidade, que, uma vez criada, deverá ser aprovada por uma autoridade competente do órgão, para que possa ser aplicada na instituição.

Cada instituição deverá possuir sua própria tabela de temporalidade, uma vez que os documentos variam de empresa para empresa, de acordo com as atividades específicas de cada uma.

117. No processo de expedição de documentos, uma rotina de protocolo, todos os documentos devem ser contemplados, independente da espécie documental.

ERRADO. Entendo que os documentos tem tratamento de tramitação de acordo com o conteúdo e destinação

Seguintes tarefas de protocolo:
– Recebimento da correspondência que chega na instituição;
– Separação da correspondência particular da correspondência oficial
(da instituição);
– Distribuição da correspondência particular para os destinatários;
– Separação da correspondência de caráter ostensivo da correspondência sigilosa;
– Encaminhar a correspondência sigilosa aos respectivos destinatários;
– Abrir a correspondência ostensiva;
– Classificar o documento de acordo com seu assunto, buscando identificar o destinatário (setor competente);
– Efetivar o registro (cadastro dos dados básicos do documento em um sistema de controle ou ficha de protocolo);
– Efetivar a autuação dos processos (inserção de capa, onde serão registrados os dados básicos do processo);
– Encaminhamento dos documentos aos respectivos destinatários internos (distribuição) ou externos (expedição);
– Controle da tramitação ou Movimentação, feita normalmente através de sistema informatizado ou livros de protocolo.

Gabarito Cespe: CERTO

118. Os documentos de arquivos produzidos (ou) recebidos pela atividade meio dos órgãos públicos federais, incluindo-se o IBAMA, devem ser classificados de acordo com o código de classificação de documentos de arquivo, estabelecido pelo Conselho Nacional de Arquivos.

CERTO. O  Código de classificação de documentos de arquivo para a administração  pública: atividades-meio e a Tabela básica de temporalidade e destinação de documentos  de arquivo relativos às atividades-meio da administração pública foram elaborados por  técnicos do Arquivo Nacional, da antiga Secretaria da Administração Federal e do Ministério  do Planejamento e Orçamento e constituem  elementos essenciais à organização dos  arquivos correntes e intermediários, permitindo acesso aos documentos por meio da  racionalização e controle eficazes das informações neles contidas.

O Conselho Nacional de Arquivos-Conarq, vinculado ao Arquivo Nacional,  analisou e aprovou esses instrumentos amplamente discutidos por suas Câmaras Técnicas  de Classificação e Avaliação de Documentos. A aplicação desses instrumentos deverá ser  acompanhada pela instituição arquivística na sua específica esfera de competência, com o  objetivo de proceder aos ajustes necessários ao seu aprimoramento, em função das  particularidades de cada órgão.

Classificação, Temporalidade e Destinação de documentos de Arquivo Relativo às Atividades-Meio da Administração Pública O Código de classificação de documentos de arquivo para a administração pública: atividades-meio e a Tabela básica de temporalidade e destinação de documentos de arquivo relativos às atividades-meio da administração pública, constituem elementos essenciais à organização dos arquivos correntes e intermediários, permitindo acesso aos documentos por meio da racionalização e controle eficazes das informações nele contidas.

119. Ao se arquivar o documento de arquivo, estabelece-se a disposição do documento dentro da unidade de classificação definida.

CERTO. O código de classificação de documentos de arquivo é um instrumento de trabalho utilizado para classificar todo e qualquer documento produzido ou recebido por um órgão no exercício de suas funções e atividades. A classificação por assuntos é utilizada com o objetivo de agrupar os documentos sob  um mesmo tema, como forma de agilizar sua recuperação e facilitar as tarefas arquivísticas relacionadas com a avaliação, seleção, eliminação, transferência, recolhimento e  acesso a esses documentos, uma vez que o trabalho arquivístico é realizado com base no conteúdo do documento, o qual reflete a atividade que o gerou e determina o uso da informação nele contida. A classificação define, portanto, a organização física dos documentos  arquivados, constituindo-se em referencial básico para sua recuperação.  Em geral, os documentos mais novos e mais utilizados serão conservados nos arquivos correntes, os documentos menos utilizados e que ainda não prescreveram serão armazenados nos arquivos intermediários e aqueles que, já tendo cumprido sua função administrativa, mas que devam ser conservados para preservar a memória (história) da instituição, serão armazenados no arquivo permanente. Na análise dos documentos de arquivo, podemos identificar em cada documento diversos elementos que o caracterizam, a saber: suporte, forma, formato, gênero, espécie e tipo/tipologia.

Gabarito Cespe: ERRADO

120. Os documentos considerados sigilosos são classificados em ultrassecretos, secretos e reservados.

CERTO. Em conformidade com a LAI – Lei de acesso a informação.

120 – Comentário =  LEI Nº 12.527, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2011.

Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5o, no inciso II do § 3o do art. 37 e no § 2odo art. 216 da Constituição Federal; altera a Lei no 8.112, de 11 de dezembro de 1990; revoga a Lei no11.111, de 5 de maio de 2005, e dispositivos da Lei no 8.159, de 8 de janeiro de 1991; e dá outras providências.

Art. 24.  A informação em poder dos órgãos e entidades públicas, observado o seu teor e em razão de sua imprescindibilidade à segurança da sociedade ou do Estado, poderá ser classificada como ultrassecreta, secreta ou reservada.

§ 1o Os prazos máximos de restrição de acesso à informação, conforme a classificação prevista no caput, vigoram a partir da data de sua produção.


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

17 comentários

  • claudio

    Fazendo uma correcao, salvo engano, Kofi Annan renunciou o cargo em 2 de agosto e em seu lugar assumiu o argelinno Bachiar.

    • ANDERSON

      CORRETISSIMO, NÃO É MAIS ELE.

      A QUESTÃO 32 TBM É AMBIGUA: A DERRUBADA TEM DOIS SENTIDOS, O PROCESSO DE DERRUBADA , QUE AINDA ACONTECE, OU A DERRUBARA JA EFETIVADA, QUE ESTARIA ERRADA. OK, SABEMOS QUE AINDA ESTA EM PROCESSO, MAS A QUESTÃO TME QUED IZE EXATAMENTE O QUE ELA QUE DIZER, E NÃO DA MARGEM PARA AMBIGUIDADES.

  • Marcia

    Não concordo com o gabarito da questão 120, pois está faltando a classificação confidenciais de acordo o decreto:
    DECRETO Nº 4.553, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2002.
    Dispõe sobre a salvaguarda de dados, informações, documentos e materiais sigilosos de interesse da segurança da sociedade e do Estado, no âmbito da Administração Pública Federal, e dá outras providências.
    CAPÍTULO II
    DO SIGILO E DA SEGURANÇA
    Seção I
    Da Classificação Segundo o Grau de Sigilo
    Art. 5º Os dados ou informações sigilosos serão classificados em ultra-secretos, secretos, confidenciais e reservados, em razão do seu teor ou dos seus elementos intrínsecos.

  • Gilliard Vasconcelos Costa

    Professor, primeiramente muito obrigado pelos comentários das questões.
    Gostaria que o sr. checasse o enunciado da questão 18 sobre sistema operacional.
    Para mim a questão passou a idéia de simultâneidade e encadeamento de fatos ao utilizar a palavra “Quando”. Nesse sentido, ao ligar-se o computador, primeiramente se aciona o Hardware e só depois o software.
    Ligar o computador também é uma descrição genérica, ligar o computador pode ser interpretado como o ato de apertar o botão do gabinete, que irá acionar a fonte alimentando processador e placa-mãe para só então iniciar-se o software contido na Bios. Sendo assim essa questão pode induzir o candidato ao erro devido à ambiguidade de sua redação.
    Agradeço a atenção.

  • klemilson

    Acho que vc não leu o decreto n° 7724/2012 que mudou os graus de sigilo.

  • Tânia

    Parabéns ao site e equipe Aprova Concursos pelos comentários!!! Adorei a disponibilidade, principalmente por ter recebido no meio e-mail! Parabéns!!!

  • Rodrigo

    Márcia, o seu pensamente estaria correto se tivesse escrito “apenas, somente, exclusivamente”, como ele deixou em aberto, a questão está correta.

    120. Os documentos considerados sigilosos são classificados em ultrassecretos, secretos e reservados.

  • Tiago

    Toda a equipe do Aprova Concursos está de parabéns!!! Os comentários foram bastante interessantes e proveitosos!!! Continuem assim… obrigado a todos!

  • Marcello Andrade

    Pessoal, no que diz respeito à questão 42, foram apresentados 3 fatores a serem evados em conta ao calcular o valor da multa: volume de petróleo derramado, em barris, ao tempo de duração do derramamento, em semanas, e à área da região afetada, em quilômetros quadrados.
    A questão 42 fala que houve um aumento de 10% em apenas um dos fatores, área da região afetada, portanto, não entendo que seja correto aumentar em 10% o valor da multa como um todo, já que apenas um dos fatores foi modificado.

  • Bruna

    Oi Professor

    Acho que vc se confundiu na questão 83. Ela é errada mas vc deu a justificativa referente a LOA (lei orçamentaria anual), e no entanto o enunciado refere-se a Lei de diretrizes orçamentarias (LDO). Mas enfim, a LDO tem que ser apresentada até 15 de abril (8 meses antes do fim do exercicio financeiro) e aprovada até 17 de julho do mesmo ano. É isso, não?

  • Jaqueline

    Este site foi para o favoritos!!!!!!!!!

  • Taty

    Como faço para parar de reber os e-mails deste site?

    • Blog Aprova Concursos

      Oi Taty,
      Tudo bem?
      Verificamos que já está cadastrada no nosso blog.
      Em breve, você receberá novamente uma mensagem de confirmação.
      Abraços,

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *