Gabarito extraoficial do Exame de Suficiência do Conselho Federal de Contabilidade de Bacharel – PARTE I

Gabarito extraoficial do Exame de Suficiência do Conselho Federal de Contabilidade de Bacharel em Ciências Contábeis, corrigido pela professora Tatiane Antonovz.

1. Uma sociedade empresária apresentou saldo inicial de caixa de R$30.000,00 e saldo final de R$22.000,00.

Assinale a opção que representa a operação efetuada pela empresa que justifica a mudança no saldo:

a)     pagamento de dívidas no valor de R$6.000,00 com encargos de R$2.000,00.

b)     pagamento de dívidas no valor de R$8.000,00 com desconto de R$2.000,00.

c)      Recebimento de direitos no valor de R$6.000,00 com encargos de R$2.000,00.

d)     Recebimento de direitos no valor de R$8.000,00 com desconto de R$2.000,00.

RESPOSTA 1

Inicial: 30.000; final: 22.000

Diferença: 8.000

Letra A, pois paga-se 6.000 mais 2.000, ou seja, 8.000, diminuindo o caixa.

2. Em 14.11.2012, uma sociedade empresária adquiriu, a prazo, de um fornecedor situado no exterior, uma máquina para incorporar ao seu Ativo Imobilizado por 100.000,00 dólares americanos.

Considerando que a taxa de câmbio utilizada para converter um Dólar em Real, em 14.11.2012, era de R$2,06 e, em 31.12.2012, era de R$2,04, é CORRETO afirmar que:

a)     O valor que constará no Contas a Pagar da sociedade em 31.12.2012 será de R$204.000,00.

b)     O valor que constará no Contas a Pagar da sociedade em 31.12.2012 será de R$ 206.000,00.

c)      O valor que constará no Contas a Pagar e no Imobilizado, em 31.12.2012, será de R$204.000,00.

d)     O valor que constará no Contas a Pagar e no Imobilizado, em  31.12.2012, será de R$ 206.000,00.

RESPOSTA 2 Se adquiriu a prazo, deverá ajustar a obrigação até a data do pagamento. O passivo será alterado para 204.000 em 31/12 e o ativo manterá o valor de aquisição registrado na compra, que é de 206.000.

Letra A.

3. Uma sociedade empresária apresentou em 31.12.2012 as seguintes informações:

 

CONTAS SALDOS
Ajuste Credor de Avaliação Patrimonial R$ 400,00
Ajuste Credor de Conversão do Período R$ 400,00
Aumento do Capital Social R$1.600,00
Custo da Mercadoria Vendida R$2.400,00
Despesas com IRPJ e CSLL R$ 80,00
ICMS Incidentes sobre Vendas R$ 400,00
Receita Bruta de Vendas R$ 4.000,00
Receitas financeiras R$ 800,00

Com base nessas informações, assinale a opção que apresenta o Resultado Abrangente Total do Período.

a)     R$2.320,00.

b)     R$ 2.720,00.

c)      R$ 3.520,00.

d)     R$ 4.320,00.

RESPOSTA

LETRA B

Resultado abrangente total é o resultado de todas as operações da empresa, sem contar com aquelas que envolvam os seus sócios/proprietários. Sendo assim, é descartado o aumento do capital social apenas.

400 + 400 -2400 – 80 – 400 + 4000 + 800 = 2.720

4. Uma sociedade empresária apresentou o seguinte balancete de verificação levantado em 31.07.2013:

 

CONTAS SALDOS SALDOS
  DEVEDORES CREDORES
Bancos Conta Movimento R$8.180,00
Caixa R$3.600,00
Capital Social R$ 10.340,00
Custo das Mercadorias Vendidas R$5.200,00
Custo Venda Imobilizado R$3.000,00
Depreciações Acumuladas R$2.500,00
Despesas com Depreciação R$1.600,00
Despesas com Salários R$3.380,00
Despesas com vendas R$ 1.200,00
Despesas com Aluguéis R$ 500,00
Despesas Financeiras R$ 450,00
Despesas Gerais R$1.200,00
Devolução de Vendas R$250,00
Duplicatas a receber R$11.000,00
Duplicatas Descontadas R$6.370,00
Empréstimos de Longo Prazo R$15.000,00
Estoque de Mercadorias R$7.200,00
Fornecedores R$8.250,00
ICMS Sobre Vendas R$3.740,00
Juros a Transcorrer de Longo Prazo R$4.150,00
Moveis e Utensílios R$19.430,00
Receita com Venda de Imobilizado R$3.650,00
Receita Bruta com Vendas de Mercadorias R$22.000,00
Receitas Financeiras R$1.470,00
Reservas de Lucros R$4.500,00
TOTAL R$ 74.080,00 R$ 74.080,00

 

Com base nos dados apresentados no balancete acima e desconsiderando a incidência tributária, o valor do lucro líquido é:

a)     R$5.950,00

b)     R$6.200,00

c)     R$6.600,00

d)     R$6.850,00

RESPOSTA 4

Letra C

5. Uma sociedade empresária adota como método de avaliação de seu estoque o custo médio ponderado móvel.

Em 31.12.2012, seu estoque de mercadorias para venda estava assim constituído:

 

Estoque Inicial R$20.000,00
Quantidade 200 unidades
Valor Unitário R$ 100,00

No decorrer do mês de janeiro de 2013, ocorreram as seguintes operações com mercadorias:

3.1.2013 – Aquisição de mercadorias para revenda, conforme abaixo:

 

Quantidade 120 unidades
Preço Unitário R$ 106,67
Frete R$ 500,00
Seguro R$ 300,00

 

12.1.2013 – Venda de mercadorias, conforme abaixo:

 

Quantidade 180 unidades
Preço Unitário R$ 250,00

12.1.2013 – Aquisição de mercadorias para revenda, conforme abaixo:

 

Quantidade 150 unidades
Preço Unitário R$ 111,58
Frete R$ 350,00
Seguro R$ 200,00

 

Com base nas informações acima e desconsiderando a incidência de tributos, o custo médio unitário utilizado para a baixa do estoque em 12.1.2013 foi de:

 

a)     R$ 100,00.

b)     R$ 102,50.

c)      R$ 104,06.

d)     R$ 105,00.

 

RESPOSTA 5

Letra D

 

 

 

6. Em relação a inclusão nas Notas Explicativas às Demonstrações Contábeis , aponte os itens abaixo, de acordo com ITG 1000 – Modelo Contábil para Microempresas e Empresa de Pequeno Porte, que devem, obrigatoriamente, constar nas Notas Explicativas e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

 

  1. Declaração explícita e não reservada em conformidade com ITG 1000.
  2. Descrição resumida das operações da entidade e suas principais atividades.
  3. Referência às principais práticas contábeis adotadas na elaboração das demonstrações contábeis.
  4. Descrição resumida das políticas contábeis significativas utilizadas pela entidade.

 

Esta (ao) certo(s) o(s) item (ns):

 

a)     I e II, apenas.

b)     I, II, III e IV.

c)      II e III, apenas.

d)     III, apenas.

 

RESPOSTA 6

Letra B.

Texto literal da Resolução 1418 do CFC, item 39, a qual regulamenta a ITG 1000.

 

 

 

7. Uma sociedade empresária foi constituída em novembro de 2012. Após a constituição, foram realizadas as seguintes transações no referido ano.

 

 

Transações Valores
   
- Integralização de capital pelos acionistas da empresa em dinheiro R$500.000,00
- Valor bruto da aquisição de mercadorias, sendo 50% à vista e 50% a serem pagos em 2013 R$80.000,00
- ICMS a recuperar sobre aquisição de mercadorias R$9.600,00
- Aquisição, à vista, de um item do Ativo Imobilizado R$50.000,00
- Venda à vista de todas as mercadorias adquiridas no período R$150.000,00
- Tributos incidentes sobre a venda a serem pagos em 2013 R$15.000,00

 

Considerando que estas foram as únicas transações realizadas no ano de 2012 e desconsiderando a incidência de tributos sobre o Lucro, é CORRETO afirmar que na Demonstração dos Fluxos de Caixa do ano de 2012:

 

a)     As atividades Operacionais geraram caixa no valor de R$110.000,00; as Atividades de Investimento consumiram caixa no valor de R$50.000,00; e as Atividades de Financiamento geraram caixa no valor de R$500.000,00.

 

b)     As Atividades Operacionais geraram caixa no valor de R$ 110.000,00; as Atividades de Investimento geraram caixa no valor de R$450.000,00; e as Atividades de Financiamento não consumiram nem geraram caixa.

 

c)      As Atividades Operacionais geraram caixa no valor de R$60.000; as Atividades de Investimento não consumiram nem geraram caixa; e as Atividades de Financiamento geraram caixa no valor de R$500.000,00.

 

d)     As Atividades Operacionais geraram caixa no valor de R$60.000,00; as Atividades de Investimento consumiram caixa no valor de R$500.000,00; e as Atividades de Financiamento não consumiram nem geraram caixa.

 

RESPOSTA 7

Operacionais: 110.000 (150.000 da venda a vista menos 40.000 da compra a prazo, pois só metade foi paga em 2012); Financiamento: 500.000 (integralização em dinheiro); Investimento: -50.000 (compra de imobilizado).

Letra A.

 

Assinale a opção que apresenta apenas contas de natureza devedora passíveis de integrar o Ativo de uma empresa comercial.

 

a)     Adiantamentos a Clientes; Provisão para Riscos Fiscais; Credores por Financiamentos; Imposto de Renda Incidente sobre salários.

 

b)     Ágio na Emissão de Ações; Alienação de Bônus de Subscrição; Doações e Subvenções para Investimentos; Reservas de Incentivos Fiscais.

c)     Depósitos Restituíveis e Valores Vinculados; Depósitos e Prazo Fixo; Prêmios de Seguros a Apropriar; Comissões e Prêmios Pagos Antecipadamente.

d)     Perdas Estimadas na Realização de Créditos; Perdas por Redução ao Valor Mercado; Ajuste a Valor Presente de Clientes e Depreciação Acumulada.

 

RESPOSTA 8

Letra C

 

9. Em relação às informações relativas à riqueza criada e sua distribuição apresentada na Demonstração do Valor Adicionado de uma empresa industrial, assinale a opção INCORRETA.

 

a)     A distribuição do valor adicionado abrange, entre outros, a remuneração direta com pessoal, benefícios, FGTS, imposto, taxas e contribuições federais, estaduais e municipais e a remuneração de capitais próprios, tais como dividendos e juros do capital próprio.

 

b)     A remuneração de capital de terceiros abrange, entre outros, os fornecedores, as contas a pagar, os juros passivos, as provisões judiciais e as reservas patrimoniais.

 

c)      O valor adicionado recebido em transferência abrange, entre outros, o resultado da equivalência patrimonial e as receitas financeiras.

 

d)     Os insumos adquiridos de terceiros abrangem, entre outros, os custos das matérias-primas incluídos no custo dos produtos vendidos, energia e serviços de terceiros.

 

RESPOSTA 9

Letra B

Remuneração de capitais de terceiros – valores pagos ou creditados aos financiadores externos de capital.

 

  • Juros inclui as despesas financeiras, inclusive as variações cambiais passivas, relativas a quaisquer tipos de empréstimos e financiamentos junto a instituições financeiras, empresas do grupo ou outras formas de obtenção de recursos. Inclui os valores que tenham sido capitalizados no período.
  • Aluguéis inclui os aluguéis (inclusive as despesas com arrendamento operacional) pagos ou creditados a terceiros, inclusive os acrescidos aos ativos.
  • Outras inclui outras remunerações que configurem transferência de riqueza a terceiros, mesmo que originadas em capital intelectual, tais como royalties, franquia, direitos autorais, etc.

Não abrange Reservas patrimoniais

 

 

10. Em 31.7.2013, uma sociedade empresária firmou contrato de seguros com cláusula de cobertura dos ativos para o período de 1º.8.2013 a 31.07.2014.

 

A empresa pagou em 31.07.2013, em parcela única, o montante de R$1.200,00 referente ao prêmio de seguro.

 

De acordo com o contrato, em caso de sinistro, a empresa poderá receber indenização no montante de até R$ 100.000,00, e o valor da franquia a ser paga será de R$840,00.

 

No Balanço Patrimonial de 31.7.2013, a empresa apresentará a seguinte situação patrimonial.

 

a)     Despesas Pagas Antecipadamente, no Ativo Circulante, R$1.200,00.

b)     Despesas Pagas Antecipadamente, no Ativo Não Circulante, R$360,00.

c)      Despesas Realizadas com Seguros, na Demonstração de Resultado, R$840,00.

d)     Seguros a Receber, no Ativo Não Circulante, R$100.000,00.

 

RESPOSTA 10

Letra A

Débito – Despesas pagas antecipadamente – Ativo

Crédito – Caixa

1.200,00

 

 

11. Uma sociedade apresentou os seguintes dados extraídos do Balanço Patrimonial, apresentado no conjunto, apresentado no conjunto de suas demonstrações contábeis do ano de 2012, e da movimentação contábil do Patrimônio Líquido no período, expressos em milhares de reais:

Saldos do Patrimônio Líquido

  31.12.2012 31.12.2012
Patrimônio Líquido
Capital Social R$1.200.000 R$1.200.000
Reserva de Lucros R$240.000 R$200.000
Ajuste de Avaliação Patrimonial R$6.500 R$5.000
Total do Patrimônio Líquido R$1.446.500 R$1.405.000

Movimentação do Patrimônio Líquido

- Constituição da Reserva Legal R$40.000
- Lucro Líquido do Exercício R$900.000
- Dividendos Obrigatórios do Período R$860.000
-Ganho em Instrumento Financeiro Disponível para Venda R$1.500

 

Com base nos dados apresentados, considerando que a única Reserva de Lucro constituída é a Reserva Legal, a Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido, em milhares de reais, para o ano de 2012, será:

 a) Demonstração da Mutação do Patrimônio Líquido

Capital Social Reservas de Lucros Ajuste de avaliação Patrimonial Lucros Acumulados Total do Patrimônio Líquido
Saldo do Patrimônio Líquido em 31.12.2011 R$1.200.000 R$200.000 R$5.000   R$1.405.000
Ganho em instrumento financeiro disponível para venda     R$ 1.500    
Lucro Líquido do Exército R$ 900.000 R$ 900.000
Constituição da Reserva Legal R$40.000   (R$40.000)

-

Dividendos do Período       (R$ 860.000) (R$ 860.000)
Saldo do Patrimônio Líquido em 31.12.2012 R$1.200.000     (R$ 860.000) (R$ 860.000)

 

c) Demonstração da Mutação do Patrimônio Líquido

Capital Social Reservas de Lucros Lucros Acumulados Total do Patrimônio Líquido
Saldo do Patrimônio Líquido em 31.12.2011 R$1.200.000 R$200.000 R$5.000 R$1.405.000
Ganho em instrumento financeiro disponível para venda     R$1.500 R$1.500
Lucro Líquido do Exército R$ 900.000 R$ 900.000
Constituição da Reserva Legal R$40.000 (R$40.000)

-

Dividendos do Período     (R$ 860.000) (R$ 860.000)
Saldo do Patrimônio Líquido em 31.12.2012 R$1.200.000 R$240.000 R$ 6.500 R$ 1.446.500

 

 d) Demonstração da Mutação do Patrimônio Líquido

Capital Social Reservas de Lucros Reserva legal Ajuste de Avaliação Patrimonial Total do Patrimônio Líquido
Saldo do Patrimônio Líquido em 31.12.2011 R$1.200.000 R$200.000 R$5.000 R$1.405.000
Ganho em instrumento financeiro disponível para venda     R$1.500 R$1.500
Lucro Líquido do Exército R$900.000 R$900.000
Constituição da Reserva Legal R$40.000 (R$40.000)

-

Dividendos do Período       (R$860.000) (R$860.000)
Saldo do Patrimônio Líquido em 31.12.2012 R$1.200.000 R$200.00 R$40.00 R$6.500 R$1.446.500

RESPOSTA 11

Letra A

12. Uma sociedade empresária vende mercadorias a varejo e adota o slogan “satisfação garantida ou o seu dinheiro de volta” apenas para o segmento de produtos de luxo, comprometendo-se a devolver aos clientes o valor pago pelas mercadorias, caso não fiquem satisfeitos. O prazo para solicitação da indenização pelo cliente é de 30 dias após a data da compra.

No mês de julho de 2013, foram realizadas vendas de mercadorias à vista e com pronta entrega no valor de R$400.000,00, dos quais R$100.000,00 referem-se ao segmento de produtos de luxo.

A área de atendimento ao cliente estima, com base na experiência passada e outros fatores relevantes, que 2% do valor das vendas sujeitas à devolução de pagamento deverá ser objeto de indenização.

De acordo com a NBC TG 30 – Receitas e desconsiderando os efeitos tributários, a sociedade empresária deverá registrar:

a)     Receita com vendas de R$300.000,00 em julho de 2013, e o restante apenas quando vencido o prazo para reclamação;

b)     Receita com vendas de R$300.000,00, em julho; receita com vendas de R$100.000,00; e despesa com provisão de R$2.000,00, em agosto de 2013.

c)     Receita com vendas de R$400.000,00 e despesa com provisão de R$2.000,00 em julho de 2013;

d)     Receita com vendas de R$400.000,00 e nenhuma despesa com provisão em julho de 2013.

RESPOSTA 12

Letra C.

Item 36 da NBC TG 30. As perdas prováveis por garantias (devoluções) devem ser provisionadas.

13. Uma máquina tem custo de aquisição de R$100.000,00, valor residual de R$10.000,00 e vida útil de cinco anos.

Ao final do segundo ano, o saldo da depreciação acumulada, considerando o método linear e o método de soma dos dígitos dos anos, será respectivamente de:

a)     R$36.000,00 e R$18.000,00;

b)     R$36.000,00 e R$54.000,00;

c)      R$40.000,00 e R$18.000,00;

d)     R$40.000,00 e R$54.000,00.

RESPOSTA 13

13) Letra B.

Linear: 90.000*(2/5) = 36.000; Soma dos dígitos: 5/15 + 4/15 = 9/15 ou 3/5 de 90.000 = 54.000. A depreciação maior nos dois primeiros anos se justifica, pois nos anos seguintes, presume-se um gasto maior com manutenção.

14. Uma sociedade empresária realizou, em janeiro de 2013, as seguintes operações:

ü     Aquisição de mercadoria para revenda por R$50.000,00, neste valor incluídos R$7.500,00 referentes aos impostos recuperáveis;

ü     Das mercadorias adquiridas, 50% foram vendidas por R$102.800,00, neste valor incluídos R$25.700,00 referentes aos impostos incidentes sobre as vendas.

Considerando que não havia estoque inicial de mercadorias para revenda, na Demonstração do Valor Adicionado, o valor adicionado bruto será igual a:

a)     R$55.850,00;

b)     R$60.300,00;

c)      R$77.800,00;

d)     R$81.550,00.

RESPOSTA 14

Letra C

 

RECEITAS  
Vendas de Mercadorias 102.800
INSUMOS ADQUIRIDOS DE TERCEIROS
Custo das Mercadorias Vendidas -25.000,00
VALOR ADICIONADO BRUTO 77.800,00

 

15. A respeito do Ativo Contingente, conforme a NBC TG 25 – Provisões, Passivos Contingentes e Ativos Contingentes, assinale a opção INCORRETA.

a)     A entidade não deve reconhecer um ativo contingente;

b)     O ativo contingente é divulgado em notas explicativas quando for provável a entrada de benefícios econômicos;

c)     Os ativos contingentes não são reconhecidos nas demonstrações contábeis, uma vez que pode tratar-se de resultado que nunca venha a ser realizado. Porém, quando a realização do ganho é praticamente certa, então o ativo relacionado não é um ativo contingente e o seu reconhecimento é adequado;

d)    Os ativos contingentes surgem normalmente de evento planejado ou de outros esperados que deem origem à probabilidade de entrada de benefícios econômicos para a entidade.

RESPOSTA 15

Letra D

Os ativos contingentes surgem de eventos NÃO planejados

16. Uma sociedade empresária apresentou os seguintes saldos após a destinação do resultado de 2012:

 

CONTAS

SALDOS

ü     Bancos Conta Movimento

R$25.000,00

ü     Caixa

R$10.000,00

ü     Capital a Integralizar

R$50.000,00

ü     Capital Subscrito                    R$100.000,00
ü     Depreciação Acumulada

 R$15.000,00

ü     Duplicatas a Receber

R$47.000,00

ü     Duplicatas Descontadas

R$27.000,00

ü     Estoques de Mercadorias

R$28.000,00

ü     Fornecedores

R$70.000,00

ü     ICMS a Recuperar

  R$2.000,00

ü     Investimentos em Coligadas

R$49.000,00

ü     Reservas de Lucros

R$38.000,00

ü     Veículos de Uso

R$39.000,00

 

No Balanço Patrimonial, o Ativo Total é igual a:

a)     R$135.000,00;

b)     R$158.000,00;

c)     R$183.000,00;

d)    R$185.000,00.

RESPOSTA 16

Letra D

 

17. Uma sociedade empresária recebeu por meio de cobrança bancária de clientes em 30.6.2013 duplicatas vencidas desde 31.5.2013, no valor de R$120.000,00 com juros de 10% de seu valor.

O registro CORRETO desta operação de recebimento é:

a)     DÉBITO                     Duplicatas a Receber                     R$120.000,00

DÉBITO                     Juros Ativos                                        R$12.000,00

CRÉDITO                  Banco conta Movimento                 R$132.000,00

 

b)    DÉBITO                    Banco conta Movimento             R$132.000,00

CRÉDITO                 Duplicatas a Receber                  R$120.000,00

CRÉDITO                 Juros Ativos                                                 R$12.000,00

c)     DÉBITO                     Duplicatas a Receber                     R$132.000,00

CRÉDITO                  Juros Ativos                                        R$12.000,00

CRÉDITO                  Banco conta Movimento                 R$120.000,00

 

d)     DÉBITO                     Banco conta Movimento                 R$120.000,00

DÉBITO                     Juros Ativos                                        R$12.000,00

CRÉDITO                  Duplicatas a Receber                     R$132.000,00

RESPOSTA 17

Letra B.

O dinheiro entra integral na conta corrente (132.000), sendo 12.000 de receita de juros e 120.000 de diminuição do ativo (clientes).

 

18. Uma sociedade empresária em seu exercício findo em 2012, apresentava os seguintes dados extraídos da Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido – DMPL.

Descrição

Valores

ü     Destinação para reserva de lucros a realizar

R$180,00

ü     Aquisições de ações de emissão própria

R$336,00

ü     Destinação para reserva legal

R$840,00

ü     Reversão de reservas de contingências

R$4.896,00

ü     Destinação para reserva estatutária

R$6.180,00

ü     Distribuição de dividendos obrigatórios

R$14.496,00

ü     Aumento de capital social com incorporação de reservas de lucros

R$15.600,00

ü     Lucro líquido do exercício

R$16.800,00

ü     Aumento de capital social com integralização em dinheiro

R$20.400,00

 

De acordo com os dados acima, a variação total do Patrimônio Líquido, apresentada na DMPL, foi de:

a)     R$22.368,00;

b)     R$22.704,00;

c)     R$37.968,00;

d)     R$38.304,00.

RESPOSTA 18

LETRA A

19. De acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público, inclusive a Lei nº 4.320/64, são demonstrações contábeis das entidades definidas no campo da contabilidade aplicada ao setor público:

a)     Balanço Patrimonial, Balanço Orçamentário, Demonstração do Resultado do Exercício e Demonstração das Variações Patrimoniais;

b)     Balanço Patrimonial, Balanço Orçamentário, Demonstração do Valor Adicionado e Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido;

c)     Balanço Patrimonial, Balanço Orçamentário, Demonstração do Valor Abrangente e Balanço Financeiro;

d)    Balanço Patrimonial, Balanço Orçamentário, Demonstração dos Fluxos de Caixa e Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido.

RESPOSTA 19

Letra D.

Volume V do MCASP (Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público).

 

20. Uma prefeitura de um determinado município brasileiro apresentou as seguintes informações contábeis referentes ao exercício financeiro de X1:

 

ü     Receita prevista

R$5.000.000,00

ü     Receita arrecadada

R$5.500.000,00

ü     Despesa empenhada                   R$4.500.00,00
ü     Despesa liquidada

R$4.300.000,00

ü     Despesa paga

R$4.000.000,00

ü     Despesa fixada

R$5.000.000,00

ü     Pagamento de resto a Pagar

R$1.000.000,00

Com base nessas informações e na Lei nº 4.320/1964, o resultado da execução orçamentária, no exercício financeiro de X1, foi

 

a)     R$500.000,00

b)     R$1.000.000,00

c)     R$1.200.000,00

d)     R$1.500.000,00

 

RESPOSTA NÃO ENCONTRADA

21. Conforme o que determina a Lei nº 4.320/64 sobre a contabilidade aplicada às entidades públicas governamentais, assinale a opção INCORRETA.

a)     A contabilidade deverá manter os registros analíticos de todos os bens de caráter permanentemente, com indicação dos elementos responsáveis pela sua guarda e administração.

b)     A Demonstração das Variações Patrimoniais evidenciará as alterações verificadas no patrimônio, resultantes ou independentes da execução orçamentária, e indicará o resultado financeiro do exercício.

c)      As autarquias devem remeter, dentro do prazo que a legislação fixar, os balanços ao órgão central de contabilidade da União, dos Estados, dos municípios e do Distrito Federal para fins de incorporação dos resultados, salvo disposição legal em contrário.

d)     Os serviços de contabilidade serão organizados de forma a permitirem o acompanhamento da execução orçamentária, o conhecimento da composição patrimonial, a determinação dos custos dos serviços industriais, o levantamento dos balanços gerais, a análise e a interpretação dos resultados econômicos e financeiros.

 

RESPOSTA 21

Letra B

Resultado patrimonial e não, financeiro.

22. Uma sociedade industrial produz dois tipos de produtos: camisa e calça masculina. A produção se dá em dois departamentos: Corte e Costura.

Sua estrutura de custos em determinado período foi a seguinte:

Custos diretos referentes aos produtos

Custos Diretos Totais
Calça R$126.000,00
Camisa   R$54.000,00

 

Custo indireto de produção comum aos dois produtos

Aluguel R$6.500,00
Energia elétrica R$5.800,00

 

Outros dados coletados no período:

ü     Área e consumo de energia de cada Departamento

 

 

Departamento de Corte

Departamento de Costura

Total

Área em m² 195 455 650
Consumo de energia em KWH 108 432 540

 

ü     A empresa utiliza o critério de departamentalização para alocação dos custos aos produtos;

ü     O aluguel é distribuído de acordo com a área e a energia elétrica é distribuída de acordo com o consumo de cada Departamento;

ü     Os custos departamentais são distribuídos aos produtos nas seguintes proporções:

 

  Departamento de Corte Departamento de Costura
Calça 40% 30%
Camisa 60% 70%

 

ü     Quantidade de produção

  Quantidade Produzida
Calça 10.000 unidades
Camisa   7.000 unidades

Considerando que a empresa produziu no período 10.000 calças, o custo de produção de uma calça é de:

 

a)     R$13,00

b)     R$13,22

c)     R$13,33

d)     R$13,46

RESPOSTA 22

Letra A

 23. Uma indústria, em determinado período, apresentou os seguintes dados:

 

Descrição

Valores

Compra de matéria-prima R$15.600,00
Custos indiretos de produção R$10.400,00
Despesas administrativas   R$2.600,00
Estoque final de matéria-prima   R$9.100,00
Estoque final de produtos em processo   R$6.500,00
Estoque inicial de matéria-prima   R$6.500,00
Estoque final de produtos acabados   R$7.800,00
Estoque inicial de produtos em processo   R$5.200,00
Mão de obra direta R$13.000,00

 

Considerando que o Estoque Final de Produtos Acabados é igual a zero, o Custo de Produção do Período é de:

a)     R$33.800,00;

b)     R$35.100,00;

c)     R$36.400,00;

d)    R$42.900,00.

RESPOSTA 23

Letra D

24. Uma sociedade empresária prestadora de serviços apresentou os seguintes dados no mês de julho de 2013.

ü     Vendas de serviços R$250.000,00
ü     Despesas financeiras     R$8.200,00
ü     Custo de mão de obra   R$65.000,00
ü     Baixa por perda de bens do imobilizado   R$25.000,00
ü     Depreciação de equipamento utilizado na prestação do serviço     R$4.000,00
ü     Imposto sobre serviços   R$12.500,00
ü     Custo do material aplicado   R$45.000,00

 

De acordo com os dados fornecidos acima, o valor do custo dos serviços prestados corresponde a:

a)     R$114.000,00;

b)     R$122.200,00;

c)     R$139.000,00;

d)     R$151.500,00.

RESPOSTA 24: Letra A

 

25. Uma sociedade empresária apresenta os seguintes itens de custo projetado para a produção de 500 unidades do Produto A e 300 unidades do Produto B:

 

ü     Aluguel do galpão da área de produção no valor de R$4.000,00 mensais.

ü     Custo de matéria-prima: R$2,00 por unidade para o Produto A e R$3,00 por unidade para o Produto B.

ü     Custo com mão de obra direta: R$6,00 por unidade tanto para o Produto A quanto para o Produto B.

ü     Custo com depreciação das máquinas utilizadas na produção de ambos os produtos, calculado pelo método linear, no valor mensal de R$1.000,00.

 

No que diz respeito à relação com os produtos, é CORRETO afirmar que:

a)     o custo com aluguel é um custo variável e indireto;

b)     o custo com depreciação é fixo e direto;

c)     o custo com mão de obra é fixo e indireto;

d)    o custo com matéria-prima é um custo variável e direto.

RESPOSTA 25

Letra D

Segundo a terminologia de custos e o caso apresentado, a MP é um custo variável, pois depende da quantidade produzida e direto, pois é associado facilmente ao produto final.

 

 

Comentários

  1. Poderiam, por favor, explicar a solução do 23?

    Obrigada.

    • PEDRO JORGE diz:

      procure o blog professores de contabeis blogspot que lá esta resolvido. eu peguei de lá

    • Pessoal, o gabarito oficial acabou de ser divulgado! confiram no site do cfc ou da fbc!
      não percam os prazos para interposição de recurso!

      • FABIANO VIEIRA BASTOS diz:

        Acho interessante todos que tiverem dúvidas com embasamento entrarem com recurso pois quanto mais recursos maior é a chance de reverem a questão. Estou fazendo em 03 questões é muito simples.

      • Jacqueline Gomes diz:

        Pessoal pra quem errou a qustão 19 uma ótima notícia, ou será que estou enganada, não posso acreditar!!!

        19. De acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público, inclusive a Lei nº. 4.320/64, são demonstrações contábeis das entidades definidas no campo da contabilidade aplicada ao setor público:

        a) Balanço Patrimonial (CONSTA NA NBC T 16.6 E NA LEI Nº 4.320/64, ART. 101), Balanço Orçamentário (CONSTA NA NBC T 16.6 E NA LEI Nº 4.320/64, ART. 101), Demonstração do Resultado do Exercício (NÃO CONSTA NA NBC T 16.6 E NEM NA LEI Nº 4.320/64, ART. 101) e Demonstração das Variações Patrimoniais (CONSTA NA NBC T 16.6 E NA LEI Nº 4.320/64, ART. 101). LOGO ESTA ALTERNATIVA ESTÁ ERRADA.

        b) Balanço Patrimonial (CONSTA NA NBC T 16.6 E NA LEI Nº 4.320/64, ART. 101), Balanço Orçamentário (CONSTA NA NBC T 16.6 E NA LEI Nº 4.320/64, ART. 101), Demonstração do Valor Adicionado (NÃO CONSTA NA NBC T 16.6 E NEM NA LEI Nº 4.320/64, ART. 101) e Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido(CONSTA NA NBC T 16.6 E NA LEI Nº 4.320/64, ART. 101). LOGO ESTA ALTERNATIVA ESTÁ ERRADA.

        c) Balanço Patrimonial (CONSTA NA NBC T 16.6 E NA LEI Nº 4.320/64, ART. 101), Balanço Orçamentário (CONSTA NA NBC T 16.6 E NA LEI Nº 4.320/64, ART. 101), Demonstração do Valor Abrangente (NÃO CONSTA NA NBC T 16.6 E NEM NA LEI Nº 4.320/64, ART. 101) e Balanço Financeiro (CONSTA NA NBC T 16.6 E NA LEI Nº 4.320/64, ART. 101). LOGO ESTA ALTERNATIVA ESTÁ ERRADA.

        d) Balanço Patrimonial CONSTA NA NBC T 16.6 E NA LEI Nº 4.320/64, ART. 101), Balanço Orçamentário CONSTA NA NBC T 16.6 E NA LEI Nº 4.320/64, ART. 101), Demonstração dos Fluxos de Caixa (CONSTA NA NBC T 16.6 E NÃO CONSTA NA LEI Nº 4.320/64 ART. 101) e Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (CONSTA NA NBC T 16.6 E NA LEI Nº 4.320/64, ART. 101). LOGO ESTA ALTERNATIVA ESTÁ ERRADA.

        Conclui que a questão de nº 19 do Exame de Suficiência 2013/2 para Bacharel em Ciências Contábeis realizada no dia 29 de setembro de 2013 deve ser anulada, pois, entende-se que no enunciado da mesma enfatiza-se que a questão deve ser respondida de acordo com o que consta tanto nas Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público quanto e inclusive na Lei nº. 4.320/64 e com base nesta justificativa para essa questão não há resposta correta.

    • 20. Uma prefeitura de um determinado município brasileiro apresentou as seguintes informações contábeis referentes ao exercício financeiro de X1:

      (+) Receita arrecadada = R$ 5.500.000,00
      (-) Despesa Empenhada = R$ 4.500.000,00
      (=) Superávito de R$ 1.000.000,00

      Letra B

  2. Bom dia!!!

    Vocês irão postar a 2ª parte? Vão postar as questões do Técnico também?

  3. e a parte 2 tem previsão para sair?

  4. Suas questão numero 23 esta errada.

    AMP= EiMP + C – EfMP
    AMP= 6500 + 15600 – 9100
    AMP = 13000 (essa foi a matéria prima aplicada no período)

    Ele quer saber o Custo Produção do período (CPP)

    CPP= AMP + MOD +CIF
    CPP= 13000 + 13000 + 10400
    CPP= 36400

    Resposta correta letra C

  5. Questao 7. Integralização de Capital é financiamento desde quando ????

    • Capital é um financiamento sim.
      Porque os sócios iniciam uma empresa financiando-a em forma de integralização de capital
      por isso que o capital fica no passivo, que é obrigação que a empresa tem de pagar o financiamento inicial (o capital) para os socios.

  6. Maria Vanilda Alves diz:

    Bom dia a todos!

    Galera,
    em relação a questão 16 acho que há algum equívoco, pois DPL Descontadas é um conta redutora de Ativo, por tanto a resposta é a b- 158.000,00

    me corrijam se eu estiver enganada.

    Grata,

    Maria

    • concordo plenamente…

    • Olá.
      Duplicata descontada não é mais redutora de ativo Cliente. Ela faz parte do passivo.

    • Bom dia! Em relação ao questionamento da classificação das Duplicatas Descontadas, o próprio CFC realizou um comentário sobre o assunto, o mesmo pode ser verificado no link: http://www.portalcfc.org.br/coordenadorias/camara_tecnica/faq/faq.php?id=2040.

      Vide pronunciamento Técnico CPC 38.

      Confuso, mas ainda continuo a concordar com a Sra. Maria V. Alves
      Resposta B

    • Rita de Cassia diz:

      Bom dia, eu tambem questionei esta questao, no entanto o crc publicou a resposta, pois foi a alterado recentemente esta conta segue:

      Questionamento – A duplicata descontada deve ser contabilizada em conta retificadora do ativo ou em conta do passivo?

      Resposta – As empresas que detém duplicatas a receber de seus clientes podem receber esses valores antecipadamente. Nessa operação, chamada de desconto de duplicata, a empresa não transfere o risco do sacado não honrar sua dívida. Logo, o título continua registrado como ativo circulante ou não circulante da empresa, conforme previsto no item 29 da NBC TG 38, aprovada pela Resolução CFC nº 1.196/09.

      Em essência, a empresa está tomando um empréstimo oferecendo a duplicata como garantia. O valor recebido pelo adiantamento (empréstimo) deve ser contabilizado como passivo circulante ou não circulante e os encargos cobrados pelo banco devem ser reconhecidos como despesa financeira.

  7. Olá bom dia!

    Agradeço muito a resolução da prova, mas onde está a parte 2 da prova de 02/2013 CPC?

    Obrigada!

    Camila Pinheiro

  8. O estranho é que a prova de Técnico e Bacharel são praticamente a mesma, só altera a ordem das respostas, isso esta correto????
    Acho que as provas deveriam ser aplicadas conforme a qualificação profissional de cada um….
    Por favor comentem!!!!

    • Aprova Concursos diz:

      Olá Cristiane!
      Nós também nos surpreendemos com isto. Concordamos que a prova de Bacharel deveria ser diferenciada!
      Abs.

    • ERICA C DA SILVA diz:

      Ola ,Cristiane eu penso a mesma coisa que vc ,tbm fiz a de tecnico e achei muito dificil a prova tem 25 questões identicas as de bacharel ,acho que deveriamos reclamar pois isso não e justo … assim fica mas dificil passar.

      • Ah, que bom Érica que vc concorda comigo, achei absurdo eles colocarem questões idênticas nas duas provas.
        Vc sabe como podemos contestar????

      • Eu concordo, a faculdade são quatro anos contra 18 meses do técnico, o que será que aconteceu?
        Se quiserem reclamar tem meu apoio.

      • Aline Rodrigues diz:

        Pessoal, falei com minha ex professora do técnico e temos q entrar com recurso, para reclarmarmos sobre a prova de técnico, pois como comentado acima, teve 25 questóes identicas as da prova de bacharel. Relamente não é Justo.
        Vamos lá pessoal, vamos entrar com recurso, quem sabe consiguimos alguma coisa.

    • Deise da silva Nascimento Brandão diz:

      Concordo plenamente com vocês, pois fiquei indignada pois as provas foram iguais nos compararam com nível de bacharel, todos do escritório ficaram da mesma forma que estamos nos sentindo, parece que está ficando mais difícil para nós do técnico.

  9. Katiane Vale de Farias diz:

    Estou anciosa pelo gabarito extra oficial parte 2 do exame de suficiência do Crc, como o conselho federal deixa os candidatos a merçe da espera só temos vcs para aliviar um pouco a tensão dos prováveis resultados….

  10. Oi gostaria de saber se irão divulgar as outras 25 questões??? esse é um ótimo site, fiz a prova do técnico, mas como só muda as resposta consegui me encontrar mas questões respondidas e ver o que errei nas outras, muito bom mesmo.

  11. Ótimo pessoal…
    Obrigada pelo retorno, a ansiedade de esperar 10 dias pelo gabarito oficial não é fácil….
    Vocês tem previsão de divulgação da Parte II…
    Aguardo.

  12. Quando vai ter as respostas da parte II?

  13. Quando vai sair as part2. com o restante das questões??

  14. viviane farias diz:

    Gente… isso não faz! e a ansiedade agora para a parte 2?!! socorro!

  15. Hanna Karina das Chagas Bezerra diz:

    Estou ansiosa ,esperando pela parte II do gabarito

  16. Na questão 20 acredito que a resposta correta é a letra B. O solicitado na questão é o resultado da execução orçamentária do exercício financeiro de X1, ou seja (Receita arrecadada 5.500.000,00 – Despesa empenhada 4.500.000,00 que é igual a 1.000.000,00), e a lei 4.320 assim dispõe quanto ao BO.

    Art. 102. O Balanço Orçamentário demonstrará as receitas e despesas previstas em confronto com as realizadas.

    Como não foi solicitado nada a respeito do valor previsto e sim quanto ao executado, entendo que as demais demais informações são somente para induzir ao erro.

    • QUESTÃO 20:

      Olá Cleiton!

      Discordo de vc, pois na verdade o confronto seria Receita Prevista X Receita Arrecadada e Despesa Fixada X Despesa Paga.

      No entanto a pergunta em questão é referente a execução orçamentária, ou seja, o valor executado: arrecadado e pago no exercicio.

      Nesse caso, temos:
      -Receita Arrecadada: 5.500.000,00
      -Despesa Paga: (4.000.000,00)
      -Pagamentos de Restos a Pagar: (1.000.000,00)
      RESULTADO: 500.000,00

      NA MINHA OPINIÃO RESPOSTA: LETRA A

      • Oi Angela boa noite!

        Execução orçamentária é o confronto entre receita arrecadada e despesa empenhada e o resultado disso poderá ser uma superavit ou deficit orçamentário. Nesta questão, caso seja diferente disso poderá ser anulada ou questionada. O restos a pagar não pode ser considerado pois se trata no exercício de X1 de uma despesa extra-orçamentária cuja origem (execução orçamentária), se deu em exercícios anteriores a X1. Mas vamos aguardar o gabarito definitivo.

  17. Obrigado!!!

    Mas cadê a segunda parte?

  18. Boa tarde, gostaria de saber onde encontro o restante do gabarito! Obrigada!

  19. a 2º parte vai sair quando?

  20. Marcos Milanez diz:

    Entendo que a questão nº 23 tenha por gabarito a letra C. Pois a questão pede o custo de produção do período e não o custo dos produtos vendidos.
    MP= 6500+ 15600 – 9100 = 13000
    MOD=13000
    CIP=10400

    CPP=MP+MOD+CIP
    CPP=13000+13000+10400
    CPP=36400

    • Joao Wagner diz:

      Bom dia, eu tambem obitive a mesma resposta sua, pois a questoa pede justamente produção do periodo citado.

    • Perfeito Marcos!!!
      Pela quantidade de informação, essa questão induzia o candidato ao cálculo do CPV, mas na verdade o pedido era: CPP=MP+MOD+CIF

      • Boa tarde. Também cheguei ao mesmo resultado ref. essa questão 23, algum de vocês entrou com recurso? obrigada.

  21. Olá, e as outras questões vão postar quando? grata.

  22. E onde está a parte II ?

  23. Ola, quando saira a segunda oarte da prova?

  24. A segunda parte sai hoje ainda? to ansiosa demais… kkkk

  25. Boa Tarde, quando vcs vão colocar a segunda parte do exame de suficiência no site? Estou ansiosa para corrigir a segunda parte.

    Aguardo contato!!

    Thamy Mello

  26. Boa tarde, tem previsão de colocar o restante da correção do exame de suficiência do CFC?
    Att.

  27. As questoes do gabarito são da prova de Bacharel?
    Fiz a prova para Tecnico e foram essas mesmas questões!
    Como é possível???
    A prova do CRC de TECNICO foi igual a de BACHAREL????

  28. ELIZABETH DANIEL diz:

    GOSTEI DO GABARITO ESTRA OFICIAL DO 2º EXAME DE SUFICIÊNCIA DE 2013 PARTE I, “TIPO, MATA A COBRA E MOSTRA O PAU”, ALÉM DE DIZER QUAL A QUESTÃO É A CORRETA AINDA DESENVOLVE E MOSTRA PORQUE ESTÁ CORRETA. ESTÃO DE PARABÉNS, E QUERO VER A PARTE II, PRA VER SE PASSEI OU NÃO. SOU DE CACOAL – RONDÔNIA.

  29. Vc vão postar a parte 2?

  30. QUANDO VCS VÃO PUBLICAR O RESTANTE DAS QUESTÕES? PARTE II.

  31. Olá querida professora, a questão 20 não seria a letra b?

    Receita arrecadada = 5500000
    -Despesa empenhada = 4500000
    =Resultado da exec. = 1000000

    • uma vezes autorizado o empenho pela autoridade competente, fica criada a obrigação de pagamento para o Estado,” podendo ficar dependendo de algumas condições ou não” para o pagamento…..( contabilidade publica Helio kohama)

      para meu ver deve ser a alternativa A…..

  32. kleber cachoeira diz:

    parabens pela informaçao , pergunto se previsao para divulgaçao da parte 2 tecnico.

  33. Vilson Riegel diz:

    O gabarito da prova de TÉCNICO será publicada?
    Quando?

    Obrigado!

  34. Gente, de acordo com a correção do blog acertei 26, será que tenho chances de passar? medo#

    Boa sorte a todos!

  35. dayanne ferreira mendes da silva diz:

    Olá,adorei esse gabarito e espero ter me baseado corretamente.estou em busca a 2°parte para encontrar a tão grande resposta!beijos dayyy

  36. Por que a questão 13 não pode ser feita por soma dos dígitos crescente?
    pois assim: 1/15 *90 000 + 2/15 * 90 000 = 18 000

    assim teríamos a letra A como resposta também….

    • walleska figueiró diz:

      TBM COLOQUEI A RESPOSTA A

    • posso estar engando, nao estou com a prova aqui agora. Mas aprendi diferente na faculdade, a maneira de calcular, e bem mais simples.

      100.000,00 – 10.000,00 = 90.000,00
      90.000,00 divide por 5 que sao os anos de depreciação = 18.000,00 por ano

      no final do 2 ano ja via depreciado 18.000,00 x 2 = 36.000,00 correta a primeira resposta.

      só que faltam mais 3 anos, logo 18.000,00 x 3 = 54.000,00 correta a segunda

      Acredito que a resposta correta a a letra (C) mesmo

    • FABIANO VIEIRA BASTOS diz:

      Também marquei a letra A, estou entrando com recurso nesta questão, e também em outras, peço que vocês façam o mesmo, é muito simples, quanto mais recursos maior é a chance de reverem.

  37. Kd a 2ª parte do técnico?

  38. Alguém sabe se irão cancelar alguma questão e se temos argumentos para entrar com recurso de alguma questão?

  39. Boa tarde, gostaria de saber pelo conhecimento do aprova concursos se existe a possibilidade de ser anulada alguma questão?
    Att

    Luana

  40. A questão 1 tem um duplo sentido na frase “pagamento de dívidas no valor de 8.000,00 com desconto de 2.000,00.”

    No meu entendimento o desembolso do caixa foi 8.000,00 sendo que a divida erra 10.000,00 descontou 2.000,00 e restou 8.000,00 para pagamento.Portanto a questão B

    • Ricardo Gerber diz:

      Também entendi conforme relatou, para mim o começo do enunciado deixa claro “Pagamento de Dívidas no valor de R$ 8.000,00″ com desconto de R$ 2.000,00, realmente questão de duplo sentido.

  41. Ola Fernanda,

    A questão a questão 36 pode ser cancelada eu vou entrar com recurso e aconselho outros a entrarem também
    motivo:
    É dado para ser analisado uma formula que esta com uma qualidade de impressão ruim onde não é possível
    identificar qual é o sinal do desvio padrão e o de erro de amostral conforme a legenda. Tal fato impede a correta analise das alternativas na questão.

  42. VANIA BARRETO diz:

    A resposta da questão 16 é R$ 158.000,00 , para checar some-se também o passivo que “bate ” certinho o valor, pois o colega não descontou o valor de R$ 27.000,00

  43. Oi gente, esse site é confiável? qntos dias levou p sair o gabarito oficial do 1º exame de 2013?
    pelas correções daqui eu passei, mas nao sei se posso confiar. ai 10 dias é muito p esperar!

  44. walleska figueiró diz:

    a questão 4 não é A???

  45. Boa tarde…. Acabei de ver o gabarito oficial no site do CRC… e estou desesperada… pois acertei somente 24… Portanto, estou dependendo da anulação de alguma questão… Procurei no site e não achei uma boa explicação para ir atrás do recurso. Sabe me dizer como posso fazer? A princípio, gostaria de entrar com recurso para a questão 20, onde nem ao menos os seus professores conseguiram responder… Onde eu respondi A, mas no gabarito saiu B. Me ajude, por favor. Obg.

    • também gostaria de entrar com recurso na questão 20 pois coloquei a resposta A

    • Naty, estou entrando com esse recurso, tem a questão 13 que possivelmente pode ser anulada, qualquer novidade posta o seu recurso aki.
      Obrigado.

      Solicito a anulação da questão 26, pois após ler o enunciado obtive plena certeza que houve um erro de digitação em “multiplica-se o custo” e em “pelo Markup”. Com esse erro não era possível chegar a o resultado correto, segue abaixo o calculo correto.

      Questão 26
      Exame de Suficiência 2013/2

      Assertiva correta é a letra “A”

      RESPOSTA:

      DE ACORDO COM O GIRO DO ESTOQUE, PELO MARKUP, O LUCRO BRUTO ORÇADO PARA O ANO DE 2013 SERÁ:

      PREÇO DE VENDA MARKUP (1,80) R$ 1.050.000,00 = R$ 1.890.000,00

      (-) CUSTO DA MERCADORIA = (R$ 1.050.000,00)

      (-) TRIBUTOS SOBRE VENDA 20% DA RECEITA = (R$ 378.000,00)

      = RESULTADO BRUTO = R$ 462.000,00

    • FABIANO VIEIRA BASTOS diz:

      Naty estou na mesma situação que você, se tiver dúvida entra com recurso, é muito simples, existem também outros sites que estão discutindo as questões caso precise complementar seu argumento.

    • Jacqueline Gomes diz:

      Oi Naty

      Eu analisei a questão 19 caso tenha errado vai ser bom pra você entrar com recurso:

      no gabarito oficial a correta é a letra d, mas, tem uma divergência, a Demonstração dos Fluxos de Caixa (CONSTA NA NBC T 16.6 E NÃO CONSTA NA LEI Nº 4.320/64 ART. 101), portanto, deve ser anulada, pois, entende-se que no enunciado da mesma enfatiza-se que a questão deve ser respondida de acordo com o que consta tanto nas Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público quanto e inclusive na Lei nº. 4.320/64 e com base nesta justificativa para essa questão não há resposta correta.

  46. Debora Gomes diz:

    Gostaria de saber quanto fica o curso preparatório para exame de suficiencia, pois nesta prova do 2/2013 certei 20 A minha prova foi de tecnico de contabilidade. Eu sei que é por internet, por favor me passa o valor e como é o procedimento da preparação do exame de suficiencia, agora só vai ter outra prova no mês de março/2014.

    Aguardo o email

    Tem telefone que eu posso falar com vcs que é aqui em São Paulo

  47. Debora Gomes diz:

    Estou com duvidas para mim estava certo a prova tecnico na questão dois a maquina não é um Ativo Imobilizado Por é, como foi a prazo eu respondi:
    O Valor que constará no contas a pagar e no imobilizado em 31.12.2012 será de R$ 204.000,00
    Por que que no gabarito é O valor que constará no contas a pagar da sociedade em 31.12.2013 será r$ 204.000,00. e outra questão é o 31 por que ´resultado é o B. Como é feito o calculo.

    Aguardo.

  48. Boa Tarde… Naty eu tambem estou dependendo de anulacao de pelo menos 2 questoes, eu tirei 23 pontos. Eu tambem gostaria de entrar com recurso nesta questao 20, pois eu tambem acredito que a letra A, seja a resposta certa e foi a que marquei.

  49. Boa Noite. estou dependendo de 2 Questões para acertar as 25 necessárias,queria entrar com recurso nas questões 20 e 41.

  50. Voces sabem se vai ter questoes anuladas,para bacharel, e onde posso reclamar…

  51. ENTRE COM RECURSOS NA QUESTÃO 20, POIS NÃO TEM RESOLUÇÃO!

  52. Bom Dia, acertei 24 questões será que cabe recurso em alguma, na qual poderia ser….

    • Tambem acertei 24 questoes,se voce tiver justificativa entra com recurso quanto mais gente entrar melhor para a questao ser anulada, eu vou entrar com recurso na questao 20, vamos tentar quem sabe nos conseguimos, boa sorte

  53. FABIANO VIEIRA BASTOS diz:

    PESSOAL SE TIVEREM DÚVIDAS QUANTO A ALGUMA QUESTÃO E TIVER EMBASAMENTO ENTREM COM RECURSO, É MUITO SIMPLES, JÁ ESTÁ DISPONÍVEL NO SITE DO CRC E O PRAZO TERMINA AMANHÃ AS 18 HORAS. EXISTEM OUTROS BLOGS QUE TAMBÉM ESTÃO DISCUTINDO AS QUESTÕES, CASO PRECISEM DE COMPLEMENTAR SEUS ARGUMENTOS.

  54. Alguem ja deu entrada no recurso?

  55. Alguém tem recurso pra alguma questão ?
    Acertei 24 questões, preciso de mais uma

  56. Queria saber a resposta 26, quero entrar com recurso.

  57. Myelle e Edér… precisamos fazer algo urgente… como fazemos para entrar com o recurso,, vcs sabem?/ Precisamos fazer isso até amanhã… Não podemos permitir que isso aconteça e ter que refazer essa prova… =/

    • Thanyres de Souza Lira diz:

      A sua prova é de Bacharel ou Técnico? Você vai entrar com recurso em quais questões?

      • Oi Thanyres.. A minha prova é bacharel… vou entrar com recurso na 19 e 26… conforme informado pela galera acima…. Vamos nos unir e entrar com esses recursos…

    • Naty pra entrar com recurso tem que entrar no site la onde vamos pra imprimir a inscrição, porem nao sei como fazer porque pra entrar com recurso temos que comprovar e eu nao consegui falar com nenhum dos meus professores ainda pra dar uma olhada. Voce entrou com recurso?

  58. FABIANO VIEIRA BASTOS diz:

    RECURSO PARA A QUESTÃO 13:

    De acordo com a questão Nº 13 conforme Enunciado “uma máquina tem custo de aquisição de R$ 100.000,00 valor residual de R$ 10.000,00 e vida útil de cinco anos.
    Ao final do segundo ano, o saldo da depreciação acumulada, considerando o método linear e o método de soma dos dígitos dos anos, será respectivamente de”.
    Em razão de não especificar o tipo do método a ser depreciado por dígitos Crescente ou Decrescente a mesma trás duas opções corretas Alternativas A e B. Diante disso assinalei a Alternativa A método Crescente que de acordo com o calculo apresentado esta correto. Porém a FBC considerou o método Decrescente Alternativa B sem citar no enunciado da questão. Por esse motivo exposto Solicito encarecidamente revisão e validação da questão
    Método Linear
    90.000/5 = 18.000,00 x 2 = 36.000,00
    Método Crescente
    90.000,00 1/15 = 6.000,00
    90.000,00 2/15 = 12.000,00
    90.000,00 3/15 = 18.000,00
    90.000,00 4/15 = 24.000,00
    90.000,00 5/15 = 30.000,00
    Total = 18.000,00 ao final do segundo ano
    Método Decrescente
    90.000,00 5/15 = 30.000,00
    90.000,00 4/15 = 24.000,00
    90.000,00 3/15 = 18.000,00
    90.000,00 2/15 = 12.000,00
    90.000,00 1/15 = 6.000,00
    Total = 54.000,00 ao final do segundo ano

    • Edésio Aloisio Pauli diz:

      podemos também interpretar que as soma dos dígitos são os mesmo dois anos de depreciação acumulada, você não acha?
      Sendo assim daria R$36.000,00 depreciação acumulada e R$36.000,00 na soma dos dígitos. Neste caso não há opção de resposta né!!

      Então entrei com recurso de reconsideração pois assinalei a alternativa “A” no mesmo raciocínio seu. Ou mesmo a anulação da questão.

    • Muito bom! Me ajudou bastante na minha pesquisa. Parabens e continue postando coisas do tipo.

  59. FABIANO VIEIRA BASTOS diz:

    RECURSO PARA A QUESTÃO 19:

    Pedido de anulação da questão nº. 19 do Exame de suficiência CFC, pelos fundamentos que seguem:

    Anunciado da questão nº. 19:
    “De acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público, inclusive a Lei nº. 4.320/64, são demonstrações contábeis das entidades definidas no campo da contabilidade aplicada ao setor público”
    Resposta correta de acordo com o gabarito: “D”
    Em conformidade com o disposto no art. 101 do capitulo IV – Dos Balanços da lei 4.320/64 as demonstrações contábeis aplicadas ao setor publico são: Balanço Orçamentário, Balanço Financeiro, Balanço Patrimonial e Demonstração das Variações Patrimoniais, in verbis:
    CAPÍTULO IV Dos Balanços
    Art. 101. Os resultados gerais do exercício serão demonstrados no Balanço Orçamentário, no Balanço Financeiro, no Balanço Patrimonial, na Demonstração das Variações Patrimoniais, segundo os Anexos números 12, 13, 1×4 e 15 e os quadros demonstrativos constantes dos Anexos números 1, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 16 e 17.

    Vejam que a Lei 4.320/64 não se preocupou em discriminar a Demonstração do Fluxo de Caixa e/ ou também a Demonstração do Patrimônio Líquido. Mesmo que assim não entenda, é preciso esclarecer que, de acordo na separação por matéria no edital do Exame de suficiência CRC – SP, anexo II, a Demonstração do Patrimônio Líquido não foram relacionadas como parte integrante da Contabilidade Aplicada ao Setor Público, senão, vejamos:
    Detalhamento dos Conteúdos Programáticos do Edital no item 3 – Contabilidade Aplicada ao Setor Público, em especifico a alínea f:

    “f) Demonstrações Contábeis: Demonstrações contábeis, divulgação das demonstrações contábeis, balanço patrimonial, balanço orçamentário balanço financeiro, demonstração das variações patrimoniais, demonstração dos fluxos de caixa, demonstração do resultado econômico, notas explicativas. ”

    Assim, não é possível exigir que a Demonstração do Fluxo de Caixa e a Demonstração do Patrimônio Líquido sejam parte indissociável das demonstrações contábeis das entidades definidas no campo da contabilidade aplicada ao setor público, quando nem o edital traz tal entendimento.

    Nesse diapasão, mesmo que normas inferiores a Lei 4.320/64 tragam tal exigência, o que não se percebe, não há argumentação para manter uma questão de dúbio entendimento, até porque a legislação especial se sobrepõe as normas gerais. Do contrário, reveste o edital de erro indiscutível, devendo ser desconsiderada a referida questão.

    Por derradeiro, ainda nesse sentido, ressalta-se que no enunciado do exercício, utiliza-se a expressão “inclusive”, que no nosso dicionário vem com o seguinte significado: “adv. de maneira inclusiva; sem que haja exclusão: falaremos de todo o processo penal inclusive o último capítulo. Até mesmo: ele deve inclusive se candidatar, embora culpado. Também: a Universidade tem inclusive um hospital. (Etm. do latim: ecles) Sinônimos de Inclusive Sinônimo de inclusive: até, inclusivamente e também” Fonte:http://www.dicio.com.br/inclusive/
    Ou seja, conforme enunciado no exercício, não está incluso na lei 4.320/64 a Demonstração do Fluxo de Caixa e/ ou também a Demonstração do Patrimônio Líquido.

    Ante o exposto, com base no flagrante erro contido no edital, bem como na interpretação a luz do ordenamento jurídico que norteia as regras estabelecidas para as entidades definidas no campo da contabilidade aplicada ao setor público, querer-se o deferimento do presente recurso impugnando a questão de nº. 19 do referido exame, revertendo à pontuação para todos os candidatos conforme o item 10.11 do referido Edital.

    Por esse motivo exposto Solicito encarecidamente revisão e validação da questão.

    • Bom dia professores e galara, eu marquei a letra C da questão 19, mais mesmo assim posso entra com recurso tendo errado a questão ?

  60. Prova tecnico de contabilidade na questão 31 e 32 ( a pergunta da prova foi subjetiva não dando entender o teor da pergunta deixando em duvida.) Tenho até amanhã.
    Obrigado,

  61. Que tiver recurso da prova Tecnico de contabilidade da questão 2, 31 e 32 e 49 Por favor mandar no meu Email: debora-contabil@uol.com.br.

    Preciso até amanhã para ,mandar.

    Agradeço,

  62. Edésio Aloisio Pauli diz:

    Entrei com recurso na questão 13.

    13. Uma máquina tem custo de aquisição de R$100.000,00, valor residual de R$10.000,00 e vida útil de cinco anos.
    Ao final do segundo ano, o saldo da depreciação acumulada, considerando o método linear e o método da soma dos dígitos dos anos, será respectivamente de:
    a) R$36.000,00 e R$18.000,00
    b) R$36.000,00 e R$54.000,00
    c) R$40.000,00 e R$18.000,00
    d) R$40.000,00 e R$54.000,00
    Por dedução de interpretação assinalei a letra “a” como correta.

    Podemos ter 3 tipos de interpretação diferentes, pois quando se diz, “o método da soma dos dígitos dos anos” não deixa claro se é dos anos de depreciação acumulada ou dos anos restantes, a saber:

    1ª Interpretação: Em razão de não especificar o tipo de método a ser depreciado por dígitos Crescente ou Decrescente a mesma traz duas opções de respostas corretas A e B, assinalei a A por considerar metodo Crescente
    2ª Interpretação: se considerarmos a soma dos dígitos restantes, ou seja, 3 anos que faltam pra completar o cinco anos, aí sim daria o resultado de R$54.000,00
    3ª Interpretação: se considerarmos a soma dos digitos, ou seja, dos dois anos de depreciação daria resultado de R$36.000,00 deprecação acumulada e soma dos digitos (2 anos) tambem R$36.000,00. neste caso não há opção de resposta.

    Sendo assim, pelo enunciado desta questão não deixar claro, peço reconsideração na minha resposta ou anulação da mesma.

  63. Weder Carlos diz:

    eu fiz como o miqueias:

    PREÇO DE VENDA MARKUP (1,80) R$ 1.050.000,00 = R$ 1.890.000,00
    (-) CUSTO DA MERCADORIA = (R$ 1.050.000,00)
    (-) TRIBUTOS SOBRE VENDA 20% DA RECEITA = (R$ 378.000,00)
    = RESULTADO BRUTO = R$ 462.000,00

  64. Fabio Araujo diz:

    Vocês me desculpem, mas se equivocaram na resposta!!! E desconsiderando a C e D que não são mesmo. Este é meu parecer.

    1. Uma sociedade empresária apresentou saldo inicial de caixa de R$30.000,00 e saldo final de R$22.000,00.

    Assinale a opção que representa a operação efetuada pela empresa que justifica a mudança no saldo:

    a) pagamento de dívidas no valor de R$6.000,00 com encargos de R$2.000,00.
    b) pagamento de dívidas no valor de R$8.000,00 com desconto de R$2.000,00.

    RESPOSTA 1
    Inicial: 30.000; final: 22.000
    Diferença: 8.000
    Letra A, pois paga-se 6.000 “MAIS” 2.000, ou seja, 8.000, diminuindo o caixa.

    NÃO FOI USADO “MAIS” E SIM “COM” que da sentido dúbio na questão A e B!

    “João pegou o táxi correndo” Quem corria, João ou o táxi? A posição dos agentes na oração causam ambiguidade e a ausência de conjunções que expliquem o sentido do pagamento e do desconto.

    Entrei com RECURSO!!!

  65. FABIANO VIEIRA BASTOS diz:

    Bom Dia pessoal !
    Tenho uma dúvida, alguém pode me ajudar?
    Vi que nos exames anteriores em todos cancelaram alguma questão, esses cancelamentos nesses exames já vinham na primeira publicação do gabarito oficial ou só depois dos recursos?

    Desde já muito obrigado.

  66. Quando deverá sair o resultado dos recursos? alguma data pré estabelecida ou não?

    Joci

  67. Walleska Figueiró diz:

    Será que vai demorar muito a publicação dos gabaritos após os recursos, alguém sabe quanto tempo demorou os anteriores para serem divulgados depois das questões canceladas?

  68. Walleska Figueiró diz:

    Achei que em 60 dias iriam publicar a lista dos aprovados, mais achei que sairia antes o gabarito com as questões anuladas, nos anteriores também foi assim ?

  69. Maria Marlene diz:

    Eu também estou aguardando o resultado final, pois acertei 24 e estou torcendo para que seja anulada umas duas para que muitos se beneficie…..

    • pois é também estou neste aguardo , mas não sei porque demora tanto né, deveriam divulgar as anuladas e depois a lista de aprovados, pelo que eu entendi vai sair tudo após os 60 dias.

  70. Em relação à questão 23, há um erro de digitação na publicação deste site, pois no item ESTOQUE INICIAL DE PRODUTOS ACABADOS, encontra-se digitado ESTOQUE FINAL DE PRODUTOS ACABADO. Como não houve mudança na solicitação (querem saber o CUSTO DE PRODUÇÃO DO PERÍODO), NÃO MUDA NADA NA RESOLUÇÃO, ficando com a resolução conforme a publicação do Marcos Milanez e Rodrigo.
    Mas se alterassem para CPV, iria deturpar totalmente a resposta.

Comente

*

Aprova Concursos

Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 Batel - CEP 80730-200 Curitiba - PR Telefone: 0800 606 8889