Aprova Concursos - Blog

Polícia Federal Prova PF 2013 Escrivão – Gabarito extra-oficial de Raciocínio Lógico

Publicado em 22 de julho de 2013 por - 7 Comentários

 

Gabarito extra-oficial, comentado pelo professor Milton Ueta, das questões de Raciocínio Lógico da prova da Polícia Federal.

 

Nos termos do Edital nº 9/2012 – DGP/DPF, de 10/6/2012, do concurso público para provimento de vagas no cargo de escrivão de polícia federal, cada candidato será submetido, durante todo o período de realização do concurso, a uma investigação social que visa avaliar o procedimento irrepreensível e a idoneidade moral inatacável dos candidatos. O item 19.1 do edital prevê que a nomeação do candidato ao cargo fica condicionada à não eliminação na investigação social e ao entendimento a outros requisitos. Com base nessas informações, e considerando que Pedro Henrique seja um dos candidatos, julgue os itens seguintes.

48 A negação da proposição “Se Pedro Henrique não foi eliminado na investigação social, então ele será nomeado para o cargo” estará corretamente enunciada da seguinte forma: “Se Pedro Henrique foi eliminado na investigação social, então ele não será nomeado para o cargo”.

RESOLUÇÃO

A negação da condicional  p → q  é  p ∧ ~q (afirma-se a primeira e nega-se a segunda).

Logo, a negação da proposição “Se Pedro Henrique não foi eliminado na investigação social, então ele será nomeado pra o cargo” será: “Pedro Henrique não foi eliminado na investigação social e ele não será nomeado pra o cargo”

Resposta: Errado
49 A negação da proposição “Pedro Henrique não será eliminado na investigação social e ele atende aos outros requisitos” estará corretamente redigida da seguinte forma: “Pedro Henrique será eliminado na investigação social e ele não atende a algum dos outros requisitos”.

RESOLUÇÃO

Negação da conjunção  p ∧ q  é  ~p ∨ ~q.

Logo, a negação da proposição “Pedro Henrique não será eliminado na investigação social e ele atende aos outros requisitos será: “Pedro Henrique será eliminado na investigação social ou ele não atende aos outros requisitos”

Resposta: Errado

50 As proposições “A nomeação de Pedro Henrique para o cargo fica condicionada à não eliminação na investigação social” e “Ou Pedro Henrique é eliminado na investigação social ou é nomeado para o cargo” são logicamente equivalentes.

RESOLUÇÃO

Dizer que “A nomeação de Pedro Henrique para o cargo fica condicionada à não eliminação na investigação social” é o mesmo que a condicional: “Se Pedro Henrique é nomeado para o cargo, então ele não foi eliminado na investigação social”

Principais equivalentes da condicional  p q:

1) ~q → ~p (contrapositiva)

2) ~p ∨ q

Sendo assim, uma proposição equivalente à proposição “Se Pedro Henrique é nomeado para o cargo, então ele não foi eliminado na investigação social” seria “Pedro Henrique não é nomeado para o cargo, ou ele não foi eliminado na investigação social”, que pode ser redigida da forma: “Pedro Henrique não foi eliminado na investigação social ou ele não é nomeado para o cargo”.

Resposta: Errado
51 Considere que sejam verdadeiras as proposições “Pedro Henrique não foi eliminado na investigação social” e “Pedro Henrique será nomeado para o cargo”. Nesse caso, será também verdadeira a proposição “Se Pedro Henrique for eliminado na investigação social, então ele não será nomeado para o cargo”.

RESOLUÇÃO

“Pedro Henrique não foi eliminado na investigação social” (V)

“Pedro Henrique será nomeado pra o cargo” (V)

Se Pedro Henrique foi eliminado na investigação social, então ele não será nomeado pra o cargo”

Por se tratar de uma condicional, e sendo a primeira parte falsa, a proposição será verdadeira independentemente da segunda parte.

Resposta: Certo

 

Dos 5.000 candidatos inscritos para determinado, cargo, 800 foram eliminado pelos procedimentos de investigação social; 4.500 foram desclassificados na primeira etapa; 50 foram reprovados no curso de formação (segunda etapa), apesar de não serem eliminados na investigação social; 350 foram nomeados; todos os classificados na primeira etapa e não eliminados na investigação social até o momento da matrícula no curso de formação foram convocados para a segunda etapa; todos os aprovados no curso de formação e não eliminados na investigação social foram nomeados.

Tendo como referência esses dados hipotéticos, julgue os itens a seguir.

52 Menos de 130 candidatos foram classificados na primeira etapa e eliminados na investigação social.

RESOLUÇÃO

 

Inscritos: 5.000

DPE

CPE

700

100

EIS

50

RCF

3.800

350

N

total

4.500

500

5.000

DPE … Desclassificados na Primeira Etapa (4.500)

CPE … Classificados na Primeira Etapa (500)

EIS … Eliminados na Investigação Social (800)

RCF … Reprovados no Curso de Formação* (50)

N … Nomeados (350)

* não eliminados na investigação social

Candidatos foram classificados na primeira etapa e eliminados na investigação social: 100

Resposta: Certo

 

53 Interfere-se das informações apresentadas que 50 candidatos foram reprovados no curso de formação e também eliminados no processo de investigação social.

RESOLUÇÃO

Dos 500 aprovados na primeira etapa 150 foram reprovados no curso de formação, dos quais 100 foram eliminados no processo de investigação social.

Resposta: Errado

 

54 Se um candidato inscrito para o referido cargo for selecionado ao acaso, então a probabilidade de ele ter sido eliminado no processo de investigação social será inferior a 20%.

RESOLUÇÃO

Eliminados no processo de investigação social: 800

Candidatos inscritos: 5.000

800 : 5.000 = 0,16 = 16% (inferior a 20%)

Resposta: Certo

 

Suspeita-se de que um chefe de organização criminosa tenha assumido as despesas de determinado candidato em curso de preparação para concurso para provimento de vagas do órgão X.

P1: Existe a convicção por parte dos servidores do órgão X de que, se um chefe de organização criminosa pagou para determinado candidato curso de preparação para concurso, ou o chefe é amigo de infância do candidato ou então esse candidato foi recrutado pela organização criminosa para ser aprovado no concurso;

P2: Há, ainda, entre os servidores do órgão X, a certeza de que, se o candidato foi recrutado pela organização criminosa para ser aprovado no concurso, então essa organização deseja obter informações sigilosas ou influenciar as decisões do órgão X.

Diante dessa situação, o candidato, inquirido a respeito, disse o seguinte:

P3: Ele é meu amigo de infância, e eu não sabia que ele é chefe de organização criminosa;

P4: Pedi a ele que pagasse meu curso de preparação, mas ele não pagou.

Considerando essa situação hipotética, julgue os itens subsecutivos.

QUESTÃO ANULADA PELA CESPE

55 Com base nas proposições P1, P2, P3 e P4, é correto concluir que “A organização deseja obter informações sigilosas ou influenciar as decisões do órgão X”.

RESOLUÇÃO

Considerando as proposições P1, P2, P3 e P4, como premissas, e a proposição “A organização deseja obter informações sigilosas ou influenciar as decisões do órgão X” como sendo a conclusão (C), temos

P1: Existe a convicção por parte dos servidores do órgão X de que, se um chefe de organização criminosa pagou para determinado candidato curso de preparação para concurso, ou o chefe é amigo de infância do candidato ou então esse candidato foi recrutado pela de organização criminosa para ser aprovado no concurso.

p:    um chefe de organização criminosa pagou para determinado candidato curso de preparação para concurso

q:    o chefe é amigo de infância do candidato

r:     esse candidato foi recrutado pela de organização criminosa para ser aprovado no concurso

P2: Há, ainda, entre os servidores do órgão X, a certeza de que, se o candidato foi recrutado pela de organização criminosa para ser aprovado no concurso, então essa organização deseja obter informações sigilosas ou influenciar as decisões do órgão X.

s:    essa organização deseja obter informações sigilosas ou influenciar as decisões do órgão X

P3: Ele é meu amigo de infância, e eu não sabia que ele é chefe de organização criminosa.

t:     eu não sabia que ele é chefe de organização criminosa

P4:  Pedi a ele que pagasse o meu curso de preparação, mas ele não pagou.

C:    A organização deseja obter informações sigilosas ou influenciar as decisões do órgão X.

Argumento:

P1:  p (q r)

P2:  r s

P3:  q ∧ t

P4:  ~p

C:    s

 … disjunção exclusiva
Considerando as premissas como Verdadeiras, temos:

P3: q e t são Verdadeiras.

P4: ~p é Verdadeira

P1: p é Falsa, sendo assim, P1 será Verdadeira independentemente do valor lógico de (q r), por se tratar de uma condicional.

 

Sendo assim, mesmo que em P1 q seja Verdadeira, não há como determinar o valor lógico de r, pois quer o consequente (q r) seja Verdadeiro ou Falso, P1 será Verdadeira. Logo, não há como confirmar a veracidade da conclusão C, pois:

1)  se r for Verdadeira, em P2 s necessariamente terá que ser Verdadeira, o que tornaria válido o argumento;

2) se r for Falsa, P2 será Verdadeira independentemente do valor lógico de s, por se tratar de uma condicional.
Obs.: mesmo considerando o conseqüente de P1 (q r) como disjunção inclusiva, o raciocínio será o mesmo.

Resposta: Errado

56 Com fundamento nas proposições P1, P2, P3 e P4, confirma-se a suspeita de que o chefe de organização criminosa tenha custeado para o candidato curso de preparação para o concurso.

RESOLUÇÃO

Considerando P3 como Verdadeira, q (Ele é meu amigo de infância) é Verdadeira. Em P1, q sendo Verdadeira, r necessariamente será Falsa (considerando q r como sendo disjunção exclusiva), o que levaria à conclusão de que o conseqüente (q r) é Verdadeiro. No entanto, sendo P1 uma condicional, não há como concluir o valor lógico de p, pois o fato do  conseqüente (q r) ser Verdadeiro, P1 será Verdadeiro independentemente do valor lógico de p.

Resposta: Errado

 

57 A negação da proposição P4 é equivalente a “Não pedi a ele que pagasse meu curso, mas ele pagou”.

RESOLUÇÃO

P4: Pedi a ele que pagasse o meu curso de preparação, mas ele não pagou.

A proposição P4 é o mesmo que “Pedi a ele que pagasse o meu curso de preparação e ele não pagou”, cuja negação seria: “Não pedi a ele que pagasse o meu curso de preparação ou ele pagou”

Resposta: Errado
Gabarito Cespe: Certo

Comentário do professor sobre a divergência:

Mantenho minha opinião de que a questão está errada.

 

Aguarde o vídeo com os comentários do professor Milton Ueta.


7 comentários

Comente:

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *